Portal Luis Nassif

Composições de Custódio Mesquita na Voz de Carlos Galhardo

A inspiração para esse post veio do Arquivo Confraria do Chiado (Facebook) através do confrade Luciano Oliveira Goulart quando o mesmo publicou a Capa do Disco “Custódio Mesquita na Voz de Carlos Galhardo” a qual compartilho com vocês.

Custódio Mesquita (1910-1945) do universo de mais de uma centena das canções, pouquíssimas são conhecidas do grande público de hoje, o que é lamentável. Grandes nomes do universo musical brasileiro a exemplo do maestro Guerra Peixe comentou que as obras de Custódio ocupam posição de vanguarda e são muito bem trabalhadas, bem arranjadas, com melodias de alto valor e de forma definida.

É patente que o requinte das suas melodias e harmonias exerceu papel relevante e pioneiro na construção da Música Popular Brasileira, tornando-o um dos grandes nomes das décadas de 1930/1940, sendo citado como o Tom Jobim de seu tempo.

 

Carlos Galhardo (1913-1985) destacou-se como um dos cantores brasileiros de maior discografia e vendagem de discos no país, perdendo apenas para Francisco Alves. Teve uma importante participação na luta pelos direitos autorais e de interpretação no Brasil ao fundar e presidir a Sociedade Brasileira de Intérpretes e Produtores de Fonogramas. Marcou presença também no teatro e cinema, mas seu forte mesmo era cantar.

O auge da sua popularidade foi nas décadas de 1940/1950, transformando-se no maior intérprete da valsa romântica brasileira sem prejuízo aos outros ritmos.

Se a lua contasse” (Custódio Mesquita) # Carlos Galhardo. Disco Victor (80-0904-B) / Matriz (S-093110). Gravação (13/12/1951) / Lançamento (abril/1952).

Naná” (Custódio Mesquita/Jardel Boscoli/Geisa Boscoli) # Carlos Galhardo. Disco Victor (80-0905-B) / Matriz (S-093112). Gravação (13/12/1951) / Lançamento (abril/1952).

Caixinha de música” (Custódio Mesquita) # Carlos Galhardo. Disco Victor (80-0904-A) / Matriz (S-093109). Gravação (13/12/1951) / Lançamento (abril/1952).

O pião” (Custódio Mesquita/Sady Cabral) # Carlos Galhardo. Disco Victor (80-0905-A) / Matriz (S-093111). Gravação (13/12/1951) / Lançamento (abril/1952).

Mês de maio” (Custódio Mesquita/Edgard Proença) # Carlos Galhardo. Disco Victor (80-0907-A) / Matriz (S-093115). Gravação (13/12/1951) / Lançamento (abril/1952).

Preto Velho” (Custódio Mesquita/Jorge Faraj) # Carlos Galhardo. Disco Victor (80-0907-B) / Matriz (S-093116). Gravação (13/12/1951) / Lançamento (abril/1952).

Mulher” (Custódio Mesquita/Sady Cabral) # Carlos Galhardo. Disco Victor (80-0906-B) / Matriz (S-093114). Gravação (13/12/1951) / Lançamento (abril/1952).

Velho realejo” (Custódio Mesquita/Sady Cabral) # Carlos Galhardo. Disco (80-0906-A) / Matriz (S-093113). Gravação (13/12/1951) / Lançamento (abril/1952).

 

____________

Agradecimentos especiais aos pesquisadores Miguel NIREZ de Azevedo pela liberação do fonograma “Preto Velho” e ao confrade LUCIANO Oliveira GOULART pela divulgação da foto/capa disco.

____________

 

 

************

Fontes:

- Arquivo Confraria do Chiado/Facebook / Capa Disco / Luciano Oliveira Goulart.

- Áudio SoundCloud / Montagem: Laura Macedo.

- Dicionário Cravo Albin da MPB / Verbetes: Custódio Mesquita (AQUI) / Carlos Galhardo (AQUI).

- Fotos: Acervo pessoal/internet.

- Site YouTube / Canais: “Luciano Goulart”, "Paulo Pacheco", "1000amigovelho", "Telma Leite".

************

Exibições: 27

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço