Concertos pelo Sertão com a Orquestra Sinfônica de Teresina

 

 

Inicialmente chamada de Orquestra de Câmara (1993), depois Orquestra Filarmônica do Piauí (2005) e, a partir de 8 de junho de 2007, de Orquestra Sinfônica de Teresina (OST).

 

Ao longo da sua trajetória foram inúmeros os projetos abraçados pela OST fomentando a cultura e engendrando a constante formação de plateias, tão necessária à apreciação da arte, através do segmento da música erudita.

 

A Orquestra Sinfônica de Teresina, composta por cerca de 70 músicos e musicistas (na maioria, jovens estudantes),funciona como uma grande oficina do aprendizado musical,desenvolvendo habilidades artísticas, descobrindo talentos, gerando emprego e renda e contribuindo com o desenvolvimento cultural, especialmente em Teresina, a capital do Piauí.

 

 

 

 

 

Mas hoje, neste post, quero destacar o projeto - “Concertos pelo Sertão com a Orquestra Sinfônica de Teresina”- realizado no período e 12 a 20 de novembro de 2010, que percorreu nove cidades do semiárido nordestino, envolvendo os estados do Piauí (Valença, Picos e São Raimundo Nonato), Ceará (Crato e Juazeiro do Norte), Bahia (Juazeiro da Bahia e Remanso) e Pernambuco (Salgueiro e Petrolina).

 

 

 

 

 

 

 

 

A ideia de implementar um projeto sobre a Orquestra Sinfônica de Teresina surgiu a partir de conversas entre o maestro Aurélio Melo e o compositor e produtor piauiense Gilvan Santos, no sentido de levar concertos sinfônicos para cidades do interior da região nordeste.

 

O pleito, apresentado para concorrer a um edital da Petrobras, felizmente, logrou êxito.

 

 

 

 

 

 

 

 


Aurélio Melo é natural de Oeiras (PI), músico, compositor, arranjador e regente da OST desde 2002.

 

 

O roteiro foi pensado a partir de dois pontos distintos, que poderiam se tocar: a necessidade de ampliar o espaço de conhecimento do trabalho realizado pela orquestra e a carência de contato do sertanejo com a música sinfônica,ausente das programações das emissoras de rádio e, distante, assim, da experiência popular. O edital da Petrobras abriu essa possibilidade de executá-lo.

 

 

Como participante da AAOST – Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina-, primeiramente recebi o belíssimo livro, patrocinado pela Petrobras, relatando via textos, fotos, depoimentos toda a saga da OST, pelo sertão nordestino, durante a turnê “Concertos pelo Sertão”.

 

 

Há pouco tempo recebi do meu cunhado, João Batista Linhares, o registro, em DVD, das apresentações pelo semiárido nordestino. Casualmente encontrei o maestro Aurélio, em um restaurante da cidade de Teresina, e disse que tinha recebido o DVD e que iria assisti-lo logo, logo (fato que ocorreu nessa mesma tarde).

 

 

À noite iniciei o trabalho selecionando/ escaneando fotos e pesquisando se os vídeos já estavam no YouTube. Não estavam, fato que muito lamentei, já que era de suma importância que o leitor, assim como eu, tivesse a oportunidade de ver os vídeos, pois confesso que ao vê-los fui atingida de forma visceral pela emoção.

 

A leitura do livro foi emocionante, mas nada comparado em ver a performance da OST, os depoimentos dos seus integrantes e, o mais importante, a emoção de todos, principalmente, da plateia assistindo e opinando sobre os concertos.

 

 

Poucos dias depois meu amigo no Facebook e integrante da OST – Abiel Bonfim -, publica, no meu Mural, os referidos vídeos. Agora não estava faltando mais nada.

 

 

Convido a todos a assistirem a emocionante turnê “Concertos pelo Sertão com a Orquestra Sinfônica de Teresina”e, assim como eu, concluírem que o nordeste começou a virar um mar de sinfonias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

**********
Fonte:

- PETROBRAS apresenta: Concertos pelo Sertão com a Orquestra Sinfônica de Teresina. – Teresina: Editora Halley, novembro,2010.

************

Exibições: 351

Comentário de Laura Macedo em 21 dezembro 2011 às 18:52

Nena,

Grata pelo sábio comentário.

Abraços.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço