Convênio viabiliza construção de primeiro laboratório de estruturas leves no Brasil

LILIAN MILENA
Da Redação - ADV


A assinatura de convênio entre a Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. (Embraer) e agências de fomento estatais viabilizará a implantação do primeiro Laboratório de Pesquisa de Estruturas Leves (LabPEL) do país.

O LabPEL, que será instalado no Parque Tecnológico de São José dos Campos (interior de São Paulo), deverá ser estratégico para o desenvolvimento de materiais e processos importantes para a indústria aeronáutica, beneficiando, por tabela, os setores de petróleo e gás, construção e automotivo.

O principal objetivo do laboratório será desenvolver processos para a construção de aeronaves mais resistentes e leves – com maior pressão interna e maior nível de umidade – resultando em aviões mais confortáveis e econômicos.

Isso será possível a partir da utilização de materiais compostos, feitos em matriz de carbono. O Laboratório de Estruturas Leves será coordenado em cima de quatro projetos: ligas de composição, análise e aplicação de estruturas metálicas, aplicação aeronáutica e laminação automática com estrutura de compósitos. Ou seja, duas áreas serão voltadas para materiais metálicos, e outras duas para materiais compósitos de fibra de carbono.

O laboratório será operado por 20 a 30 pesquisadores e técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) atuando na conexão entre os setores acadêmicos e empresarial - a expectativa é que a comunidade acadêmica envolvida com os trabalhos seja até dez vezes maior que o números de agentes trabalhando dentro do LabPEL.

O total de investimentos para a instalação e operação do projeto é de R$ 90 milhões. Cerca de R$ 44,2 milhões desse montante é dividido entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES (R$ 27,6 milhões), Financiadora de Estudos e Projetos – Finep (R$ 8,3 milhões), IPT (R$ 5,9 milhões) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – Fapesp (R$ 2,4 milhões). A Embraer investirá outros R$ 46,3 milhões.

A prefeitura do São José dos Campos cedeu o galpão de quatro mil metros quadrados onde o LabPEL será construído – o projeto já tem recursos para os três primeiros anos de funcionamento. E a expectativa é que as atividades sejam iniciadas em janeiro de 2010.

Exibições: 31

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço