De Heliópolis para a terra de Beethoven



A Orquestra Sinfônica de Heliópolis nasceu de uma tragédia. No dia 17 junho de 1996 um incêndio com quatro mortos, entre eles um bebê, comoveu o maestro Sílvio Baccarelli. O projeto social criado por ele ensinou música erudita as crianças da favela.

Catorze anos depois, da maior favela de São Paulo, Heliópolis, onde vivem 130 mil pessoas, saíram 74 meninos e meninas, de 15 a 27 anos, para tocarem e serem ovacionados na terra de Beethoven, na Alemanha, em um dos festivais mais prestigiados do continente.



"A gente tem acompanhado o trabalho deles durante anos e vê que a evolução não é fantasia. É real", comenta Silvio Baccarelli, maestro e fundador do Instituto Baccarelli.


Confiram matéria exibida no programa “Fantástico” (10/10/2010)



O poder transformador da música é universal, real e emocionante...

Exibições: 156

Comentário de Claudeíde Oliveira em 12 outubro 2010 às 9:19
Obrigado, Laura,
Eu havia perdido parte da matéria pelo fantástico, agora pude ver todinha.
Olha... Sessenta e dois anos "nos couros", muito mais chibatadas que afagos, e descubro que não perdi totalmente a capacidade de me emocionar. Valeu!
Comentário de Laura Macedo em 12 outubro 2010 às 21:23
Claudeíde,
Felizmente, pipocam por todo país (no meu Piauí e no seu Ceará) trabalhos que contemplam a "veia" artística do ser humano, engendrando o afloramento de tantos talentos adormecidos.
E, o que é importantíssimo, preservando nossas emoções e sonhos...
Grata pelo comentário recheado de sinceridade.
Abraços.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço