1 - Os introvertidos não gostam de falar.
Isto não é verdade. Introvertidos simplesmente não falam a menos que tenham algo a dizer. Eles odeiam conversa fiada. Falam, e falam muito, quando o assunto é algo em que estão interessados.
2 - Os introvertidos são tímidos.
Timidez não tem nada a ver com introversão. Introvertidos não têm necessariamente medo das pessoas. O que eles precisam é de um motivo para interagir. Eles não interagem só por interagir. Se você quer falar com um introvertido, basta começar a falar. Não se preocupe em ser educado.
3 - Os introvertidos são rudes.
Introvertidos não costumam ver razões para rodeios com gentilezas sociais. Eles desejam apenas que todos sejam verdadeiros e honestos. Infelizmente, isto não acontece na maioria das vezes, e eles podem ser muitos pressionados a se ajustar, o que é cansativo para eles.
4 - Os introvertidos não gostam de pessoas.
Pelo contrário, introvertidos valorizam intensamente os poucos amigos que têm. Se você tem um amigo introvertido, pode considerá-lo um amigo de fato e, provavelmente, você terá nele um leal aliado para a vida. Uma vez que você ganhou o seu respeito como sendo uma pessoa de "conteúdo", poderá contar com ele.
5 - Os introvertidos não gostam de estar em público.
Nonsense. Introvertidos só não gostam de estar em público o tempo todo. Eles também gostam de evitar as complicações que estão envolvidas em atividades públicas. Eles captam dados e experiências muito rapidamente e, como resultado, não precisam estar "lá" por muito tempo para "pegá-los." Logo, estão prontos para ir recarregar em casa, e processá-los todos. Na verdade, a recarga é absolutamente crucial para os introvertidos.
6 - Os introvertidos sempre querem estar sozinhos.
Introvertidos sentem-se perfeitamente confortáveis com seus próprios pensamentos. Eles pensam muito. Eles devaneiam. Eles gostam de ter problemas para trabalhar, quebra-cabeças para resolver. Mas eles também conseguem ficar na solidão, se não há com quem compartilhem suas descobertas. Eles anseiam por uma relação autêntica e sincera com uma pessoa de cada vez.
7 - Os introvertidos são estranhos.
Introvertidos muitas vezes são individualistas. Eles não seguem a multidão. Eles preferem ser valorizados por suas novas formas de vida. Eles pensam por si mesmos e, por causa disso, muitas vezes desafiam a norma. Eles não tomam a maioria de suas decisões, baseando-se no que é popular ou naquilo que está na moda.
8 - Os introvertidos são nerds e distantes.
Introvertidos são pessoas que primeiramente olham para dentro, atentos a seus pensamentos e emoções. Não é que eles sejam incapazes de prestar atenção ao que está acontecendo em torno deles, é que o seu mundo interior é muito mais estimulante e gratificante.
9 - Os introvertidos não sabem como se relaxar e se divertir.
Introvertidos tipicamente relaxam em casa ou na natureza, e não em locais públicos movimentados. Eles não são candidatos a emoções como os viciados em adrenalina. Se houver muita conversa e barulho acontecendo, eles "se fecham". Seus cérebros são muito sensíveis a um neurotransmissor chamado dopamina. Introvertidos e extrovertidos apresentam neurovias dominantes diferentes.
10 - Os introvertidos podem mudar e tornar-se extrovertidos.
Um mundo sem introvertidos seria um mundo com poucos cientistas, músicos, artistas, poetas, cineastas, médicos, matemáticos, escritores e filósofos.

 

Leitura recomendada
The Introvert Advantage (How To Thrive in an Extrovert World), por Marti Laney

 

Blog EntreMentes

Exibições: 382

Comentário de Paulo Gurgel Carlos da Silva em 11 março 2013 às 9:51

Minha cara Valquiria, olá.

Suspeitei da publicação do texto no LNOL (pela grande quantidade de exibições), mas não o havia visto.

Obrigado pelo aviso.

Honra-me ser um introvertido e acrescento que me identifiquei completamente com o conteúdo desta postagem.

Alguns leitores (extrovertidos, provavelmente) chiaram, porém entendo que os dons creditados aos introvertidos também acontecem com aqueles que não o são.

A fonte primária do texto está citada no final do artigo. Traduzi-o, porém, de uma fonte secundária na internet (e, quanto a esta, perdi a referência).

Um abraço.

Comentário de Paulo Gurgel Carlos da Silva em 17 março 2013 às 0:43

Per ardua ad astra.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço