Dia 31 inicia-se a 10a. edição dos Jogos dos Povos Indígenas em Paragominas até 7 de novembro

http://www.agenciapara.com.br/exibe_noticias_new.asp?id_ver=53262

"Com uma oração feita pelos índios Tembé, anfitriões da festa, foi aberta no Parque Ambiental de Paragominas, sudeste do Pará, no início da noite de sábado (31), a décima edição dos Jogos dos Povos Indígenas, promovida pelo Comitê Intertribal. Todas as demais etnias, com suas pinturas e adereços característicos, deixaram as ocas para dançar, cantar e tocar instrumentos de percussão.

Os Assurini, por exemplo, exibiram instrumentos de sopro de um metro e meio, feitos em bambu. Com a lua cheia já despontando, a poeira levantou com o movimento firme e ritmado dos pés descalços."


(...)
""Aqui, mais importante que os vencedores é estar juntos, celebrando", explicou o apresentador do evento, Pacífico Júnior, com a experiência de quem já participou de todas as edições dos Jogos. "

(...)



http://www.diariodopara.com.br/noticiafullv2.php?idnot=66304" target="_blank">


http://www.diariodopara.com.br/noticiafullv2.php?idnot=66304

Paragominas recebe 10ª edição dos Jogos Indígenas

“Os Jogos dos Povos Indígenas nasceram da necessidade de mostrar um pouco a nossa cultura aos homens brancos e a nós mesmos, já que também somos diferentes”. A afirmação é de Marcos Terena, um dos idealizadores do evento. Ele e o irmão, Carlos Terena, deram o ponta-pé inicial à realização dos Jogos dos Povos Indígenas, que em 2009 chega à sua Décima Edição.

Paragominas, no Nordeste paraense, será a sede dos jogos que começam no dia 30 de outubro, com o acendimento do fogo sagrado, na p, nem depois”, diz Marcos Terena. A chama será acesa por um pajé, sem fósforos. Depois, será realizado um ritual espiritual, onde o pajé pedirá a proteção do “Grande Criador” para a realização dos Jogos, em uma solenidade denominada “Cerimônia de Acendimento do Fogo Ancestral Indígena”.

No dia 31, atletas de Paragominas irão conduzir a pira até a frente do Parque Ambiental, num trajeto de 2 km. Um índio estará à espera e a conduzirá até a Arena Círculo Indígena, iniciando a

abertura oficial do evento. Até agora, dois ministros confirmaram presença: Edson Santos, ministro da Igualdade Racial e, Orlando Silva, Ministro do Esporte.

Olimpíada Verde

Em 10 edições, apenas duas cidades paraenses haviam sido sedes do evento: Marabá e Marapanin. Paragominas será a terceira cidade do estado a sediar os jogos que, este ano, ganharam a denominação Olimpíada Verde. O nome faz jus à história recente de Paragominas, que passou de cidade desmatadora para a que mais refloresta em todo o Pará, com mais de 50 milhões de árvores nativas reflorestadas, ação realizada graças ao projeto “Município Verde” de combate ao desmatamento, desenvolvido há mais de um ano pela Prefeitura local.

A estrutura da arquibancada e sala de imprensa já estão sendo montadas dentro do Parque e a previsão é que nesta quinta-feira (29) os trabalhos sejam concluídos. Hoje também será entregue a Vila Olímpica, onde 1.300 índios de 35 etnias diferentes passarão os oito dias de evento. São 26 ocas ou ramadas montadas pelas etnias tembém e käapor, da região de Paragominas. Mais de 20 índios das duas etnias trabalharam cerca de 15 dias na montagem da aldeia. Saíram das duas tribos, distantes mais de 150 km da cidade, para ajudar a construir parte da estrutura dos jogos.

Programação

Dentro da programação cultural haverá espaço para artesanato, culinária, pinturas corporais, apresentações culturais e danças. Esporte e a Tecnologia da Informação é o tema do Fórum que também

integra a agenda de atividades. A arena dos jogos no Parque Ambiental receberá oito das 10

modelidades. As modalidades tradicionais de arco e flecha, arremesso de lança, cabo de força, canoagem, corrida de 100 metros, corrida de fundo, corrida de tora e natação/travessia serão disputadas no espaço. Já o futebol, mesmo sendo praticado em todas as aldeias brasileiras e de ter origem não-indígena (jogos ocidentais), será disputado em espaços físicos fora do Parque Ambiental. O Parque de Exposições Amílcar Tocantins receberá as competições femininas e o Estádio João Gomes, as masculinas.

Haverá também os jogos demonstrativos. Serão apresentados aos visitantes atividades como: lutas corporais, corrida de tora, zarabatana, jikunahiti, ronkrã, katulaywa, akô, gâamparti, kaipy,

hipipi, iwavary, qagõt, ïnsistró e peikrã.

(Diário Online/ Ascom JPI)

Tags:

Compartilhar

Exibições: 422

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço