Discos 78 Rotações, Primeiras Embalagens

NAS EMBALAGENS DOS PRIMEIROS DISCOS, AS GRAVADORAS ANUNCIAVAM SEU CATÁLOGO, E AS LOJAS BRASILEIRAS AS TRANSFORMAVAM EM VERDADEIRAS VITRINES DE SEU ESTOQUE.


Os antigos envelopes, que acondicionavam os discos de 78 rotações, limitavam-se a identificar apenas a marca do fabricante. (Confiram as fotos de alguns desses envelopes, no final do texto).

Cada companhia tinha seu desenho para mostrar basicamente os gêneros musicais que gravava. Já as grandes lojas de discos, elas próprias produziam seus envelopes, nos quais anunciavam outros itens que comercializavam.

Os lançamentos eram divulgados nos rótulos dos discos, visíveis pelo círculo recortado dos envelopes. Para guardar os 78 rotações, existiam álbuns que, às vezes, apresentavam nas capas algum trabalho gráfico mais elaborado. Restritos às residências, porém, esses álbuns tornaram-se verdadeiros porta-jóias, não serviam para vender música.





**********

Fonte: História do Samba - Fascículos publicados pela Ed. Globo, 1998.

**********

Exibições: 626

Comentário de Teatro de Revista em 26 maio 2009 às 22:48
Posso roubar a primeira para o meu blog?
Se não me engano, fizeram um CD com as músicas preferidas do Ruy Castro com uma capa muito parecida com essa (a primeira). Depois vou procurar.
Estou adorando a série, Laurinha.
Beijos. Helô :)
Comentário de Laura Macedo em 27 maio 2009 às 0:26
Helô.
Pode "roubar" o que quiser. Para mim é uma honra ser assaltada por você :)))))))))))
Beijos.
Comentário de Helô em 27 maio 2009 às 0:57
Laurinha
Olha o que encontrei aqui!
Capa da partitura da redução para piano de "Samba", 4º movimento da "Suíte Brasileira" (1890) de Alexandre Levy (1864-92); o desenho, assinado por Barros, é datado de setembro de 1907.

Comentário de Laura Macedo em 27 maio 2009 às 2:43
Valeu, Helô.
Eu localizei, também, aqui em casa a foto que você enviou e a legenda diz :
"É do compositor, pianista e regente clássico brasileiro, Alexandre Levy, morto aos 28 anos em 1892, a primeira partitura que se conhece em que o samba é focalizado, e já de forma erudita.
Nascido em ambiente musical - seu pai era comerciante de artigos do ramo, tocava clarinete, e seu irmão o iniciou no piano - Alexandre Levy completou seus estudos em várias capitais européias.
Ao retornar ao Brasil com pouco mais de vinte anos já era regente e compositor, além de pianista de reconhecido talento.
Sua obra "Samba" - chamada na forma afrancesada, como hábito na época, de suite brésilienne e danse negre -, editada postumamente em redução para piano, é ilustrada por desenho que reproduz o que seria uma roda de samba no final do século XIX".

Eu adoro estes achados!!

Beijos.
Comentário de Helô em 27 maio 2009 às 11:41
Laura
Só depois do seu comentário fui me lembrar de Alexandre Levy. Quando estudei História da Música, lá no início dos anos 70, ele foi rapidamente citado como um dos precursores do nacionalismo musical. Aí fui consultar meu livro do Vasco Mariz e há um capítulo enorme sobre Levy. Tá vendo como você me provoca? Mas eu adoro! :)
Beijos.
Comentário de JOSÉ ANTÓNIO MOÇAS em 8 setembro 2009 às 0:36
Sou um coleccionador de discos de 78 rotações, mas apenas portugueses. já estive várias vezes no Brasil onde adquiri uma vasta colecção em São Paulo, junto dos coleccionadores que reúnem às terças-feiras no Páteo do Colégio. Venho apelar a todos aqueles que possuam discos de 78 rpm e os queiram vender para entrarem em contacto comigo, já que é extremamente importante para a minha pesquisa encontrar o que ainda falta. Nunca se consegue tudo. Estive em Fortaleza em casa do Nirez, quando a sua colecção estava sendo digitalizada. Também passei pelo Museu da Imagem e do Som, que agora vai ter novas instalações (e lindissimas!). Toda a ajuda que me possam dar para que venha a conseguir terminar a minha pesquisa será bem vinda. Ficarei grato a todos. Bem hajam. José Moças

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço