Portal Luis Nassif

 A gente nunca se dá conta do quanto estamos sujeitos a mudanças durante uma viagem. Cada vez que pisamos no acelerador ou no freio do veículo, a partir dali tudo pode mudar no nosso destino, que inclui a própria vida. A parada do café, para comprar uma água, uma espiga de milho, seja lá o que for, antecipa ou retarda nossa passagem por uma situação de perigo que poderá ser fatal. E se não temos bola de cristal, é melhor parar, porque estaremos satisfazendo um desejo, que poderá salvar a nossa vida ou nos matar.

Num jogo de futebol o final vai mudando a cada fração de segundo e só quem realmente influi no resultado é um juiz ladrão, que faz prevalecer a sua vontade, remunerada ou não. Chutar pra dentro ou pra fora muda completamente o andamento da partida. Se for gol, a bola será reposta em circulação a partir do centro do gramado. Se não for, é batido o tiro de meta e o andamento do jogo será completamente diferente. Provavelmente vencerá o mais forte, porém se não existissem as zebras, o caneco bem que poderia ser entregue no início da competição e dali para frente tudo seria "volta olímpica".

Se o horóscopo representasse uma regra, mesmo com suas exceções, deixaria os pais da criança em polvorosa a começar pelo planejamento. Antes da brincadeira, seria preciso verificar nove meses adiante sob que signo a criança nasceria. E, como se sabe, cada signo tem suas próprias características que poderiam agradar ao pai e não à mãe, com o agravante de apenas um minuto na hora da palmada no bumbum transformar um leonino em canceriano ou vice-versa.

Analisando essas questões e inúmeras outras que se equiparam, poderíamos seguramente descartar a maioria das dúvidas que surgem no nosso cotidiano, pois elas quase sempre dizem respeito ao futuro e “O futuro a Deus pertence”.

 

Portanto, se o pensamento nos traz dúvidas, é mais prudente nem pensar, na hora de abrir um negócio, escolher uma profissão e, principalmente, quando decidir com quem casar. A dúvida poderá nos tirar a oportunidade única para o sucesso. (ou o fracasso) E aí?

 

Exibições: 73

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço