Portal Luis Nassif

 Repito que jamais direi o nome do Complicador,pois não sou dedo-duro,respeito as fontes e a ética que devem permear o jornalismo.Os repórteres do Washington Post jamais disseram o nome do Garganta do Inferno,que abriu o esquema do Caso Wattergate e que acabou com a carreira de Richard Nixon.

  A entrevista com o Complicador ocorreu no Bar Universal,não confundir com a Universal do Reino de Deus,situado na 210 sul,Brasília,Plano Piloto,às 18 horas,no reservado do bar,onde o Complicador desfruta de seus encontros reservados.

 Vamos à entrevista dessa figura que faz parte da corte palaciana da Capital Federal desde o governo FHC:

 Eu : -Temer corre riscos na quarta-feira ?

 - Nenhum( sorrindo).Como se diz no turfe é barbada ele escapar de mais essa,é poulé de 10 ! O homem abriu os cofres,fez conchavos,promessas,abrandou a fiscalização do trabalho escravo e o refiz para a bancada ruralista.Tem jornalista que ainda acha que ele(Temer) corre riscos,são tolos.

 Eu:-O senhor nasceu aonde e como entrou no governo FHC ?

 -Bom,primeiro sou filho de uma polonesa judia e anarquista com um pai brasileiro e marxista,ex.militante do Partidão,uma mistura bombástica ! Sou filho da classe média,nasci  na cidade de São Paulo em Higienópolis.E por conta das intermináveis querelas ideológicas entres meus pais,quem estava certo se era Bakunin ou Marx( ele ri) ,eu entrei para uma organização radical ainda muito jovem,em 1991,chamada PLP ( Partido da Libertação Proletária),que pensava estar em 1917 e que,apesar de sua organicidade,tinha métodos clandestinos,veja você.

 E:-E depois ?

 - Em 1993 me afastei e,através do meu tio,irmão da minha mãe,conheci  filho do Mário Covas,que me apresentou ao seu pai,o velho e saudoso Covas.

 Eu:- O senhor é formado em quê ?

 - Comecei cursando direito na USP e depois larguei este curso e fiz sociologia na mesma universidade,sou sociólogo como FHC ( riu novamente ).

 Eu:- Eu cortei o senhor,que estava falando sobre seu início de relação com a família Covas.Continue ,por favor.

 -Pois bem,ficamos amigos,fiquei íntimo da família e entrei para o PSDB,como quadro profissional ,conheci os próceres do PSDB ,como Serjão Mota e FHC.

 Em 1994,Covas foi eleito governador do estado de São Paulo e arrumei uma boquinha na Sabesp e depois na Secretaria de Educação.Já nesta época rolava muita coisa boa para mim nos eventos sociais em que envolviam figuras do PSDB,festas em Sampa e rapapés no Palácio da Alvorada já na gestão FHC.Foi aí,num desses eventos em Brasília...áh,sim na Granja do Torto que Fernando( FHC) ,meio chapado ,me convidou para fazer parte da sua entourage no Palácio do Planalto,isso no final de 1997.

  Eu:-O senhor descreveu que FHC estava meio chapado,de quê ?

  -Fumamos uma canabis,aliás várias( ele rindo e meneando a cabeça para os lados) e o convite foi feito.Pensei até que era efeito da Canabis,mas no dia seguinte,antes de eu voltar para SP,ele reafirmou o convite.Topei sem exitar.

 Comuniquei ao Covas e ele me liberou e em janeiro de 1998 desembarquei em Brasília,com apartamento pago na 208 sul,e do poder não me desgrudei mais.

 EU:- Por que FHC só foi defender a legalização da maconha, anos depois,quando não era mais presidente,em um documentários sobre entorpecentes,ao invés de defendê-la quando era presidente ?

 

 O Complicador sorve a sua dose de uísque e com um sorriso no canto da boca ele explica:

 -Ora,você acha que ele iria defender a legalização da maconha para um eleitorado conservador ? Ele(FHC) nunca foi trouxa,não seria reeleito em 1998.Cometeria o mesmo erro quando perdeu a prefeitura para o Jânio Quadros ao dizer ,em uma entrevista, que fumara maconha quando jovem.

 - Como senhor manteve-se nas tricas e futricas do Palácio do Planalto e na suas benesses com a chegada de Lula ao governo ?

 -Simples,meu caro.Eu tinha boas relações com os cabeças do PT e seus deputados e sabia de alguns podres do Zé Dirceu.Ademais,o Lula gostava de mim,do meu jeito e a Marisa também simpatizava comigo.Entrei para o PT,contudo sem romper laços de amizade com o PSDB,eu amo ficar no ceio do poder.

 Eu:- Ganhou muito dinheiro ?

 -Muito,tenho dois imóveis de 4 quartos na Asa sul e mais 4 imóveis em áreas nobres de Sampa e uma casa de praia em uma cidade da região dos Lagos no Rio de Janeiro.Sem contar as grandes conquistas amorosas,muitas delas casadas com figurões do poder e do empresariado.Citando Mário Quintana : Senhora te amo tanto que até pelo vosso marido tenho um certo quebranto." ( O Complicador cai na gargalhada).

 Eu:-E seus pais aprovam ?

 - Eles deixaram de falar comigo tem um tempo,abominam a minha prática,são pessoas de esquerda e honestas,que honram suas respectivas ideologias.

 Eu:- Então o senhor é solteirão um bom-vivant da política ?

 - Sou solteiro convicto,sem filhos,amo a liberdade de ter a mulher que eu quiser e na hora que eu quiser.Porém,tive que ralar muito,me blindar,saber dos podres dos meus amigos e inimigos.

 Eu: - Então o senhor não teme ser deletado por ninguém nos esquemas em que participou ?

 -Sou um cara prevenido,tudo tá bem gravado,documentado,guardado a sete chaves,e sou um quadrilheiro.Caso alguém me delate,isso não acontecerá nunca,ninguém da família deste alguém sairá vivo.Eu não vou falar dos meus esquemas,vou avisando.

 Eu:-Qual foi o melhor presidente para se trabalhar ?

 - FHC e Lula,são ótimos ! Dilma era sisuda,me aturava por conveniência e pela minha amizade cm Lula e a parte da cúpula do PT;o Temer é um chato,um chato perigoso,não me afino muito com ele,me afino com a Marcela,com a cúpula do PMDB.AS festas no Jaburu são ótimas.

 Eu:- O senhor não me falou sobre o Aécio,por que ?

 -Nós nunca tivemos muita simpatia pelo outro desde a época do FHC,ele sempre me invejou,apenas nos aturamos.E fracassei ao tentar convencer os senadores do PSDB em mantê-lo afastado do senado.Não ganho sempre,né.

 Eu:- E em 2019,o senhor ficará no ceio do poder ,seja Bolsonaro,seja Lula outro que surgir como ganhador do pleito de 2018 ?

 - Tenho 47 anos,entrei novo para este negócio,já estou cheio da grana.Vou pensar.Além disso,enjoei de Brasília,este clima horrível.Gastos horrores com cremes faciais para abrandar a secura,cuido-me muito ,diga-se de passagem;faço musculação,não tenho a barriga do meu amigo( ri alto) Rodrigo Maia,que eu acho que é mais novo do que eu; sou um homem de 1,87,cabelos castanhos e tenho os olhos azuis de minha mãe.Se eu quiser estarei na corte em 19,seja com Bolsonaro ou Lula.

 Acho que já falei demais.Tenho um compromisso libidinoso,preciso ir-me.

  O Complicador se retirou,pagou a minha água e entrou no seu Porsche reluzente.

Exibições: 42

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço