Entrevista exclusiva com o ex-governador de MG, Antonio Anastasia

POR RICARDO BRÁULIO

 

Na sua primeira entrevista após deixar o governo de Minas, em 4 de abril passado, concedido com exclusividade ao Folha dos Municípios, o ex-governador Antonio Anastasia fala sobre a adaptação da área acadêmica para o gerenciamento governamental, os momentos mais marcantes dessa experiência e suas atuais pretensões políticas.

 

Com elevado índice de aprovação nas pesquisas, Antonio Anastasia recentemente renunciou ao mandato de governador de Minas para se candidatar a uma vaga no Senado. Ele também vai coordenar a elaboração do programa de governo do candidato do PSDB à presidência da República, o senador Aécio Neves.

 

Advogado e professor, Anastasia é graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, e ao longo de sua carreira, especializou-se na formulação e gestão de políticas públicas, ficando conhecido pelo excelente trabalho efetuado na implantação do Choque de Gestão, política mineira que visa a promoção do desenvolvimento mediante a reversão de quadros de déficits orçamentários.

 

Com seus recém completados 53 anos, Anastasia cuida da saúde fazendo sempre exames rotineiros, mas em face da vida corrida que tem levado, revela que tem se descuidado um pouco dos exercícios físicos, mas é plenamente convicto da sua importância. Quanto à alimentação, é conhecido por gostar especialmente dos doces mineiros, “que são inigualáveis!”.

 

Ele tem especial apreço pelo Sul de Minas, região de origem da família da sua mãe, dona Ilka. “Durante muitos anos, passei minhas férias neste belíssima parte de nosso Estado e tenho muitos e queridos parentes em diversas cidades dali. Como governador, tive a oportunidade de lá retornar inúmeras vezes e conhecer melhor cada município”, conta.

 

Anastasia diz ser uma pessoa comum nos hábitos e sem grandes modismos. Ele destaca que o ponto mais marcante do gerenciamento governamental é o convívio com o povo. “Visitar as regiões do Estado, conversar com a gente local, ver pessoalmente os problemas e contribuir para suas soluções, estas são as atividades mais importantes.”

 

Ele absorveu, de positivo, toda a convivência com os colegas e com a equipe do Governo do Estado, que ‘se revelou um time muito bem preparado e competente’.

 

“A cada dia, tive um aprendizado importante com todas as pessoas com quem convivi, sempre com humildade e sentimento de bem servir“, completa.

 

Para Anastasia, seu principal legado ao longo destes anos foram os resultados excepcionais da educação, que, ele faz questão de enaltecer, pois colocaram Minas Gerais em primeiro lugar no Brasil. “Da mesma forma, o grande esforço para a atração de novos investimentos, gerando mais empregos e criando riqueza e prosperidade no Estado, é algo que me orgulha. Também, no setor de infraestrutura, houve um avanço expressivo em todas as regiões do Estado, especialmente na construção de estradas e na conservação. Quanto à segurança pública, hoje, Minas pode se orgulhar de ser o Estado brasileiro que mais investe no setor, proporcionalmente a seu orçamento. Este também é um tema no qual temos avançado de forma consistente, mas também, no qual, encontram-se ainda muitos desafios a serem vencidos, bem como na área da saúde, que é uma demanda permanente de toda a população“, acrescenta.

 

Indagado sobre suas pretensões políticas, ele responde: “Meu partido, o PSDB, bem como muitos outros partidos que integram a nossa base política no Estado, indicaram meu nome como pré-candidato ao Senado, nas próximas eleições. Acredito que o Senado é a ‘casa da Federação’, e a Federação está muito debilitada e enfraquecida no Brasil. Na minha avaliação, do ponto de vista do Legislativo, esta deve ser uma das causas mais importantes e prioritárias nos próximos anos – trabalhar pela construção de um novo pacto federativo - que, ao descentralizar as responsabilidades da União, possa dotar municípios e estados de mais recursos, mais autonomia e mais oportunidades para atender diretamente as necessidades dos cidadãos. Em todos os cenários possíveis, no entanto, sou um gestor público por formação e vocação e estou comprometido com o desenvolvimento, a justiça e o bem-estar da população de Minas Gerais e de nosso país.”

 

O coordenador do programa econômico de Aécio Neves espera uma campanha de alto nível, com base em propostas e projetos, onde sejam apresentadas as competências de cada um e suas respectivas plataformas eleitorais. “Teremos uma eleição especial, pois a candidatura presidencial de Aécio Neves trará um enfoque especial para o nosso Estado, com a crescente possibilidade de elegermos o próximo Presidente da República. Agora é chegada a hora e tenho certeza de que ele terá apoio maciço dos mineiros, que conhecem bem, não apenas sua extensa trajetória política, mas também sua alta capacidade administrativa”, afirma.

 

Nas horas vagas, Anastasia gosta de ler, tendo predileção por biografias políticas. Como uma das suas inspirações, ele cita a biografia do político francês Fouché, de autoria de Stefan Zweig, como “uma verdadeira obra prima literária”.

 

“Sempre li muito e atribuo a este bom hábito, a formação de uma cultura geral sempre útil. Acrescenta, dizendo ter lido mais recentemente, o livro “O homem que amava os cachorros”, sobre o assassinato de Trotsky, que considera uma obra “excepcional”.

 

Por influência do seu pai, sempre apreciou música clássica, mas revela que gosta muita da nossa música popular, “especialmente de Ivete Sangalo, que a todos encanta com sua disposição e ritmo”.

 

Na moda ele afirma não ter fidelidade exclusiva a alguma marca em especial. “Não sou muito conhecedor do mundo fashion, mas não posso deixar de registrar minha admiração, dentre outros, por Ronaldo Fraga, grande ícone da nossa moda mineira”, diz.

 

Para Anastasia, governar Minas pelos últimos quatro anos foi uma grande honra, pois com o seu conhecimento técnico de administração pública, em virtude de sua formação profissional e experiência, contribuiu para o desempenho de suas funções. “É fundamental ressaltar que o mais relevante para o bom exercício da função governamental é a sensibilidade para com as pessoas e a firme disposição de superar os problemas e de entregar os resultados”, comenta.

 

Esse é Antonio Augusto Junho Anastasia, uma pessoa que demonstrou todo seu caráter e integridade ao exercer, com enorme distinção, o cargo público de governador, tendo reconhecida sua competente gestão pela grande maioria dos mineiros. Um grande homem, reluzindo sua capacidade em todo território nacional, como um verdadeiro tesouro das Minas.

Leia mais

http://migre.me/k1FA0

Exibições: 132

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço