ERA VARGAS: Depoimento histórico -Mauro Santayana e Samuel Pinheiro

Foto: Milhões de brasileiros no cortejo funebre do corpo de Getúlio Vargas

Para Samuel Pinheiro Guimarães uma das provas de que houve permanentemente uma preocupação dos setores dominantes em desconstruir a imagem da popularidade de Vargas é a rara divulgação das fotos sobre a gigantesca marcha de milhões de brasileiros no Rio de Janeiro que levou o corpo do ex-mandatário do Palácio do Catete até o aeroporto Santos Dumont.

“Houve sempre uma conspiração dos segmentos oligárquicos da sociedade, entre eles os da mídia, para que fosse totalmente apagada e adulterada a imagem real de Vargas como um presidente apoiado fortemente pelas massas populares” declarou.

Santayanna, que estava presente nesta imensa manifestação relatou que os militares ligados à Aeronautica, maior protagonista operativo da conspiração para derrubar Vargas, atiraram diversas vezes contra a multidão para intimidá-la.

“Primeiro, eram tiros de festim, depois balas de verdade. Lembro que um trabalhador negro que caminhava ao meu lado, com a capa do jornal Última Hora no peito, levou um tiro e morreu na hora. Apesar disso, a marcha continuou, e o corpo de Vargas foi levado até o aeroporto para ser embarcado para São Borja” disse.

 Leia mais em Midiacrucis's Blog

aqui

“58 anos sem Getúlio Vargas” foi o tema do programa Contracorrente, da TV Cidade Livre de Brasília, no qual o Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães , ex-Ministro de Assuntos Estratégicos do Governo Lula e o Jornalista Mauro Santayanna refletiram sobre o papel histórico do mandatário que nos deixou num dia 24 de agosto , mas deixando uma obra que, até hoje, tem uma marca de atualidade e chega mesmo a interferir positivamente na conjuntura política brasileira atual.

Exibições: 119

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço