Escândalo da Petrobras vira trunfo para oposição

Por Ricardo Bráulio

A oposição liderada pelo senador e presidente do PSDB, Aécio Neves, que luta pela criação da CPI da Petrobrás, com o apoio de cinco senadores independentes e três da base aliada, confirmou nesta quarta-feira (26), através do senador Álvaro Dias, a coleta das 27 assinaturas necessárias para instalar a comissão no Senado.

A CPI vai investigar, entre outras supostas irregularidades, a compra pela Petrobras da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), por US$ 1,18 bilhão. Devido a proximidade da abertura do colegiado, a base governista passou a defender investigações no Congresso de suspeitas sobre cartel de trens e Metrô em São Paulo, no governo de Geraldo Alckmin (PSDB), e eventuais irregularidades no Porto de Suape, em Pernambuco, Estado governado por Eduardo Campos (PSB).

O senador mineiro criticou a tentativa do governo de incluir o caso Alstom na CPI da Petrobras. "Essa tentativa de desviar o foco das investigações da CPI da Petrobras beira o ridículo. Isso significa uma clara confissão de culpa. Não há uma liderança sequer do governo que hoje defenda as atitudes da então presidente do Conselho da Petrobras e hoje presidente da República. Repito o que tenho dito: o governo Dilma vive seus estertores”, afirmou Aécio.

A repercussão negativa que a Petrobrás vem tendo já reflete na imagem da presidente, que segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com o Ibope, revela uma significativa queda de 7% em sua popularidade. Os que consideram o governo ótimo ou bom caiu de 43% para 36%.

O episódio será o principal gancho eleitoral dos partidos oposicionistas na corrida presidencial. A participação direta da presidente Dilma devido a documentos assinados que apoiavam a compra da polêmica refinaria já são tipificadas como crime de "lesa pátria".

Leia mais

http://www.folhadosmunicipios.org/2014/03/escandalo-da-petrobras-vi...

Exibições: 106

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço