O grande flautista brasileiro Patápio Silva nasceu na Vila de Itacoara (RJ), no dia 22 de outubro de 1881. Passou a infância em Catanguazez, Minas Gerais onde aprendeu a profissão do pai, barbeiro. Já nesta época, quando rareava os fregueses, Patápio ensaiava-se na flauta de folha de “Flandres”, com cinco buracos, logo substituída por outra de maiores possibilidades, esta de madeira e com oito buracos.

Com menos de quinze anos, deixou Cataguazes para tomar parte em vários bandas de música, como a de São Fidelis, Miracema, Pádua, Campos e outras.

Chegando ao Rio de Janeiro, já compositor e precedido de grande fama, Patápio, procurou o professor Duque Estrada Méier, professor da cadeira de flauta do Instituto Nacional de Música. Em dois anos de estudo fez o curso de seis, estudando mais de dez horas por dia.

Concertista, fez uma série de “tournées” em Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Em Florianópolis, o artista foi acometido de grave enfermidade intestinal e, depois de cinco dias de moléstia, faleceu com apenas 27 anos de idade, no ano de 1907.

Várias de suas composições foram gravadas e editadas, como “Evocação”, “Margarida”, Primeiro Amor”, “Oriental”, “Sonho”, Idílio”, “Zinha”, “Amor”, “Perdido”, etc.

Patápio Silva foi um dos primeiros artistas brasileiros que gravou discos, na antiga Odeon, da Casa Edison. Hoje são raridades fonográficas, como este “Alovorada das Rosas”

“Alvorada das Rosas” (Prelúdio), de Júlio Reis. Disco Odeon (40.051), 1904/1907. Intérprete: Patápio Silva.




********************

 

 

 

 


Edição fac-similada da coleção completa da Revista da Música Popular, editada por Lúcio Rangel e Pérsio de Morais, de 1954 a 1956 (14 números).



 

 

 

***********

Coleção Revista da Música Popular. - Rio de Janeiro: Bem-Te-Vi Produções Literárias, 2006.

Exibições: 111

Comentário de luzete em 8 agosto 2010 às 21:31
que bonito, laura!
Comentário de luzete em 8 agosto 2010 às 21:31
ah, deixa eu ver agora se o greg tem razão no que escreveu!
Comentário de Laura Macedo em 8 agosto 2010 às 22:08
Luzete,

Eu e Gregório adoramos quando você aparece, sempre.
E agora nos trazendo o MAR e a LUA, melhor ainda. UAU!
Beijos.
Comentário de Cafu em 10 agosto 2010 às 20:55
Pescando pérolas, heim Dona Laurinha?
Que ótimo.
Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço