Estudo é a favor da reestatização do sistema

VIVIANE MAIA
Da Redação - ADV


As altas tarifas e a instabilidade nos serviços prestados foram os principais motivos que levam os autores do estudo “Por que as tarifas foram para os Céus? Propostas para o Setor Elétrico Brasileiro”, a defenderem a volta do sistema elétrico brasileiro para as mãos da Eletrobrás.

De acordo com o estudo, o planejamento de décadas da Eletrobrás, visando aproveitar as particularidades geográficas brasileiras, tornou o sistema elétrico nacional o mais confiável, barato, flexível e limpo entre as grandes nações do planeta. Entretanto, depois das privatizações, as tarifa se tornaram, talvez, as mais caras do mundo e a população passou a conviver com recorrentes crises energéticas.

Os autores defendem que as características iniciais seriam ainda plenamente válidas, se fosse mantido o modelo de planejamento público. Como argumento, eles avaliaram a eficiência do modelo atual, com base na evolução das tarifas energéticas nos últimos anos e em comparações internacionais; analisaram a formação e a evolução do sistema energético brasileiro, identificando o papel exercido pelo Estado nas diferentes fases e observaram por que as tarifas estão tão caras no Brasil. Como solução, sugerem a adoção da regulação por custo do sistema elétrico no Brasil e a Eletrobrás à frente da gestão dos ganhos com a eficiência do sistema.

Exibições: 42

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço