Por Luciano Losekann, do Blog Infopetro

 

Até recentemente, o governo brasileiro destacava o país como potência mundial exportadora de etanol. Nesse sentido, em 2007, o governo brasileiro divulgou um estudo que apontava a possibilidade do Brasil atender com etanol a 5% do consumo mundial de gasolina e que, com técnicas mais avançadas, essa participação poderia chegar a 10% em 2025[1], com uma produção de 205 bilhões de litros de etanol no país.


Passados quatro anos, a perspectiva é totalmente distinta. O cenário recente do etanol no Brasil é caracterizado por dificuldades de abastecimento do combustível, preços disparados e necessidade de importação do produto.

Em abril passado, os preços do etanol hidratado e anidro nas usinas de São Paulo apresentaram o valor máximo da série histórica dos últimos 10 anos. Em média, o preço do etanol hidratado na bomba alcançou preço 40% superior ao mesmo período de 2010. Como o preço do álcool anidro, que é misturado na gasolina, triplicou nesse mesmo período, o preço da gasolina também foi impactado, aumentando 15%. (...) continua no Blog Infopetro.

Exibições: 35

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço