Os advogados de Luís Claudio Lula da Silva, que teve o escritório invadido hoje pela Polícia Federal, sob a alegação de ter negócios com uma empresa que tinha negócios com outra que, supostamente, teria sido beneficiada pela edição de uma medida provisória, em 2009, divulgou nota onde informa que a empresa foi criada apenas dois anos depois da lei e que, mais anda, só teve contrato com a empresa acusada entre 2014 e 2015.

Portanto, cinco anos depois de acontecido aquilo em que se quer dizer que a ligação familiar poderia ter influído.

Na época da MP, o filho de Lula, professor de educação física, era um dos preparadores de Vanderlei Luxemburgo no Palmeiras e, a seguir, no Santos e no Corinthians.

Não parece que seja uma atividade propícia a estar fazendo lobby por montadoras de automóveis, não é? Se ainda fosse por jogadores de futebol…

Lembra aquela história do cordeiro que turvava a água mesmo bebendo rio acima?

Não lembra? Não precisa, as razões do lobo não vêm ao caso.

Como estamos na temporada do “De volta para o Futuro” vai ver que o rapaz tem um Delorean e conseguiu fazer um lobby com cinco anos de atraso.

Leia a nota dos advogados

Uma justiça para a família Vaccari. Outra para a família Cunha

Exibições: 154

Comentário de Estela Diaz Soares em 27 outubro 2015 às 18:15

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço