REALMENTE FUI ACTRIZ DE CINEMA EN BRASIL.

LOS FILMES QUE HICE, FUERON SIMPLEMENTE PARA SOBREVIVER.

CONOCI PESSOAS ADMIRAVEIS.

E ME SIRVIO DE MUITO PARA TER UMA EXPERIENCIA DO QUE É O CINEMA MARGINAL.

MINHAS FILHAS NO ACREDITAVAM HASTA VER AS FOTOS.

ME SINTO UMA MULHER REALIZADA.

PORQUE TODO O QUE FIZ FOI UM GRANDE APRENDIZADO.

Exibições: 93

Comentário de Dulce Leão em 24 janeiro 2010 às 9:46
Olá Adriana

"REALMENTE FUI ACTRIZ DE CINEMA EN BRASIL."

Você coloca a frase no passado: "Fui"

Achei interessante esta postura, porque acredito que tudo que você aprendeu na profissão não virou pó, nem deve ter sido esquecido...a não ser que você queira...

Imagino que você se põe no passado, porque não está atuando profissionalmente, nos tempos atuais. ( aí você teria variantes mil, para tal) Falta de oportunidade no mercado... até a dificílima captação de recursos para produções...ufa!

Preços escorchantes de casas de espetáculo que só dão acesso ao chamado "extrato" da carreira, em geral quem já está na mídia, com talento ou não. Alguns com muitíssimo talento, outros que são capazes de fazer Bertolt Brecht virar na sepultura...

É um jogo duro! Conheço gente talentosíssima que "patrocina-se" até hoje, e obtém retorno, fazendo arte de primeira, mas esbarrando na concorrência desleal na hora de alugar um teatro, nos grandes centros, mesmo em horário alternativos.

E ainda tem a "concorrência" na hora de buscar um patrocínio, na lei de incentivos fiscais...não se busca a qualidade do texto, e sim "quem" vai "protagonizá-lo"...

Mas, mesmo que seja um dos casos, não creio que isso a transforme em uma "ex-atriz".

Ninguém "desaprente" um ofício que se vale mais de TALENTO INDIVIDUAL.

A minha conclusão pessoal é que ...ser atriz é "sina", você pode tentar fugir...e olha que tem gente que fugiu DURANTE MUITO TEMPO...mas o "bichinho do teatro" te pega...um dia. Aí é "render-se ou render-se". Atuar é paixão, que não se esquece.

Estive na sua página e encontrei várias referências a John Vaz. Conheço seu trabalho e gosto muito, principalmente no teatro. Conhecí o John no Teatro Museu da República, é uma pessoa adorável. Ah! o Teatro Museu da República...que cantinho acolhedor, para todos que amam a arte de representar.

Um abraço para você, hoje. E outro para a ATRIZ que viverá sempre em você... :)

Dulce.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço