“GIOVANNI IMPROTTA”. A CULTURA É PERMEADA PELA MÁFIA NACIONAL IGUALADA A UM MENINO

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, afirmou hoje (30/05) que Damasco recebeu da Rússia a primeira remessa de mísseis antiaéreos russos S-300. O anúncio foi feito em entrevista à TV "Al-Manar", controlada pelo grupo guerrilheiro libanês Hezbollah. De acordo com Assad, a Síria deve receber em breve mais mísseis russos, a despeito da pressão israelense para que a transação não fosse concluída. No início deste mês, fontes ligadas a governos ocidentais afirmaram que Israel havia bombardeado um local próximo a Damasco, impedindo a transferência de mísseis iranianos ao Hezbollah. Na entrevista à "Al-Manar", Assad confirmou que "há grupos do Hezbollah nas áreas de fronteira, mas o Exército sírio está comandando e lutando a guerra". Hoje a Coalizão Nacional Síria (CNS), principal aliança da oposição, lançou uma chamada de ajuda urgente para atender mais de mil feridos pelos bombardeios registrados na cidade de Al Qusair, no oeste do país. Segundo um comunicado do agrupamento, Al Qusair carece de médicos e de equipamentos básicos para atender os civis feridos. Com o fortalecimento de Assad, que tem reconquistado áreas importantes do país dos rebeldes, a oposição necessita cada vez mais da ajuda externa. Um assessor do senador estadunidense John McCain negou hoje que o republicano tenha se encontrado nesta semana com rebeldes sírios que raptaram 11 peregrinos xiitas libaneses. Uma foto divulgada pelo gabinete de McCain mostra o senador com um grupo de rebeldes. Entre eles estariam dois homens identificados na imprensa libanesa como Mohamed Nour e Abu Ibrahim, dois dos sequestradores do grupo libanês. Um porta-voz de McCain, no entanto, afirmou ao site BuzzFeed que nenhum dos homens que se reuniu com o senador se identificou por esses nomes. "O senador John McCain viajou para a Síria com o general Salem Idris, chefe do Estado maior do Exército Sírio Livre, para se reunir com dois altos comandantes do Exército Livre da Síria. Nenhum dos indivíduos com quem o senador planejava se reunir foi identificado como Mohamad Nour ou Abu Ibrahim", disse o porta-voz Brian Rogers, afirmando que outros comandantes sírios se juntaram à reunião, mas nenhum deles se identificou como os rebeldes citados pela imprensa libanesa. Do outro lado da fronteira, a polícia turca deteve 12 supostos membros do grupo islamita radical sírio Frente al Nusra, ligado à Al Qaeda, que luta contra Assad, que tinham a posse de dois quilos de gás sarin. No início de maio, a magistrada suíça Carla del Ponte, membro da comissão especial criada pela ONU para investigar os crimes perpetrados durante a guerra civil na Síria, afirmou que reuniu informações que apontam que grupos rebeldes podem ter usado armas químicas no conflito. "Dispomos de testemunhas sobre a utilização de armas químicas, e em particular de gás sarin. Não por parte do governo, mas dos opositores", explicou a magistrada. Ontem, a Rússia acusou a oposição síria de minar a conferência internacional de paz promovida por Moscou e Washington para buscar uma solução ao conflito que causou dezenas de milhares de mortos na Síria. A Rússia expressou também sua surpresa pelo apoio dos Estados Unidos ao projeto de resolução das Nações Unidas sobre a Síria, aprovada pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU.“Para minha grande surpresa, soubemos que além dos autores dessa resolução, Qatar e Turquia, a delegação dos Estados Unidos promove de maneira mais ativa essa iniciativa pouco útil” disse em conferência de imprensa o chanceler russo, Serguei Lavrov sobre a resolução. A Chancelaria russa ressaltou que Moscou compreende a inquietação que a venda de armas ao regime de Assad gera em muitos dos parceiros da Rússia, mas não vê motivo para mudar sua postura em relação a um governo legítimo receber material bélico. Ontem mesmo, Israel declarou que "saberá como agir" caso a Rússia concretize a entrega de mísseis antiaéreos ao regime sírio. Nos últimos dias, após ataques em solo libanês, cresce o temor em Jerusalém de uma guerra generalizada na região. Israel lançou um exercício destinado a preparar sua população a enfrentar uma chuva diária de centenas de mísseis e foguetes, enquanto aumenta a tensão na região com os temores de um transbordamento do conflito sírio. Ontem, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu supervisionou exercícios militares num treinamento militar em Jerusalém. O governo israelense adotou um projeto para militares em situações não convencionais. Na segunda-feira (27), equipes de resgate israelenses realizaram treinamento sobre escombros de um edifício na cidade de Nazaré. Na véspera, os militares iranianos instalaram um significativo número de plataformas de lançamento para mísseis de longo alcance. Segundo o ministro da Defesa iraniano, Ahmad Vahidi, os novos sistemas de lançamento permitirão ao Irã “derrubar o inimigo”. Ele ressaltou, no entanto, que o Irã nunca será o primeiro a desencadear uma guerra. 

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) divulgou hoje (30) recessão da Espanha se aprofundou no primeiro trimestre de 2013. A quarta maior economia da zona do euro contraiu 2% em relação ao mesmo período do ano anterior e recuou 0,5% ante o quarto trimestre de 2012, disse o INE. Ontem, os bombeiros queimaram um falso caixão com a frase “RIP serviços públicos” (Descansem em paz, serviços públicos") em protesto contra os planos de austeridade em frente do Parlamento da Catalunha, em Barcelona, na Espanha. A manifestação foi organizada para denunciar os cortes do governo regional, que, segundo os manifestantes, afetam a campanha de prevenção de incêndios de verão. De acordo com a polícia, cerca de 400 bombeiros se concentraram diante do Parlamento Regional da Catalunha, usando seus uniformes e exibindo faixas e cartazes contra os cortes de gastos. Durante o ato, manifestantes lançaram fogos de artifício e bombas de fumaça. Um dos manifestantes foi preso. No mesmo dia a União Europeia (UE) concedeu mais dois anos à Espanha e França para que reduzam a meta do déficit abaixo dos 3%, como exige o Pacto de Estabilidade e Crescimento europeu, diz a France Presse. “A correção duradoura dos desequilíbrios orçamentários se baseia na aplicação confiável de ambiciosas reformas estruturais que aumentem a capacidade de ajuste e impulsionem o crescimento potencial e o emprego”, lembrou a Comissão. O Executivo europeu também concordou em ampliar até 6,5% o limite do déficit para a Espanha neste ano, dois décimos acima dos 6,3% pedidos pelo governo espanhol, o que equivale a € 2 bilhões. Já a França deverá reduzir seu déficit a 3,6% em 2014 e a 2,8% em 2015, depois de fechar o ano com 3,9% de seu PIB. A UE também exigiu que a Espanha acelere sua reforma trabalhista diante de uma taxa crítica de desemprego. A Espanha, que tem um índice de desemprego de mais de 27% de sua população economicamente ativa, deve “finalizar a avaliação da reforma do mercado de trabalho de 2012, abarcando todos os seus objetivos e medidas em julho de 2013, no mais tardar, e apresentar modificações, se for necessário, em setembro de 2013, no mais tardar”, ressaltou a Comissão Europeia em suas recomendações macroeconômicas. A França, segunda economia da união monetária, também recebeu um alerta da UE, que apelou por uma aceleração da reforma do mercado de trabalho e das aposentadorias, com o objetivo de reativar seu crescimento. A França tem mais de 10% de desempregados. Anteontem, os governos francês, alemão e italiano afirmaram que a Europa deve urgentemente combater o desemprego entre os jovens. Cerca de 7,5 milhões de europeus com idades entre 15 e 24 anos estão sem emprego, educação ou treinamento, de acordo com dados da UE. O desemprego entre os jovens na União Europeia atingiu 23,6 por cento em janeiro, mais do que o dobro da taxa entre adultos. Os ministros dos três países cobraram um pacote de medidas, incluindo a ajuda a pequenas empresas e o estímulo ao aprendizado. A grande preocupação ainda é a Grécia. Ontem, centenas de militantes do partido neonazista Amanhecer Dourado marcharam pelas ruas de Atenas para celebrar o aniversário da queda de Constantinopla e do Império Bizantino, em 29 de maio de 1453. Os militantes, que carregavam tochas e bandeiras gregas com o emblema do partido, gritaram slogans do partido ultranacionalista, como "Sangue, honra, Amanhecer Dourado", ou ainda "a Grécia pertence aos gregos". Depois de ouvir discursos belicosos em relação aos turcos e comunistas, na praça da Catedral de Atenas, o grupo seguiu para o Parlamento. Desde junho passado, pela primeira vez, o partido ocupa 18 cadeiras na Casa. Ao mesmo tempo, coligação de governo na Grécia não chegou a acordo sobre a proposta de lei de combate ao racismo e ao nazismo, que ganham terreno na Grécia, com o aumento dos ataques a imigrantes e aos militantes e sindicalistas da esquerda. Para o Syriza, partido de esquerda radical, o enterro desta lei é revelador das contradições no seio de uma coligação "que só está de acordo com o memorando da troika". A aprovação de uma lei antinazi foi um dos compromissos que o governo grego assumiu com o Conselho da Europa. Há poucos dias, um dos deputados neonazis foi expulso do plenário por insultos e saiu da sala a gritar "Heil Hitler!". E os ataques de bandos nazis, que já provocaram mortos e feridos, não são reprimidos com determinação pela polícia. No ano passado, uma reportagem do jornal britânico Guardian testemunhou a cumplicidade entre as forças policiais e o partido neonazi, em particular na violência exercida sobre os manifestantes de esquerda detidos nas esquinas.

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, disse hoje (30) que "todo o Estado colombiano" se envolveu num suposto plano para tirá-lo do governo, o qual incluía até seu envenenamento com auxílio de estadunidenses. Essa foi apenas uma das diversas declarações de Maduro feitas ao longo do dia, as quais eram televisionadas e denunciavam uma suposta "operação psicológica" e um plano de "sabotagens à economia" do país. Ao anoitecer, o presidente venezuelano subiu a intensidade da denúncia e disse que uma "equipe, junto com (o ex-embaixador americano) Roger Noriega, chegou de Miami à Colômbia". "Não é pensando que vou morrer um dia, e sim para eles saberem que terão que me enfrentar no transcurso dos meses que estão por vir. Fico calado? Tenho que denunciá-los e enfrentá-los. Eles não vão conseguir, tenham a segurança que não vão. Eu vou viver muitos anos e vou ser presidente deste país por muitos anos", disse Maduro. Já o líder da oposição, Henrique Capriles, considerou hoje inaceitável a reação do governo da Venezuela que, incomodado por sua visita à Colômbia, disse que reavaliará o apoio que fornece ao processo de paz com a guerrilha das Farc. "A paz nunca pode ser alvo de chantagem; ou se quer a paz e se trabalha pela paz ou não se quer a paz. Não podem existir pontos intermediários", disse Capriles à colombiana Blu radio. As declarações de Capriles são uma reação a uma advertência do chanceler venezuelano Elías Jaua, que ontem à noite anunciou que revisará o acompanhamento da Venezuela no processo de paz da Colômbia. "É muito difícil trabalhar pela paz de um povo irmão quando das mais altas instituições desse povo irmão se estimula a desestabilização da Venezuela", disse Jaua, ao questionar o encontro privado que o presidente Juan Manuel Santos concedeu a Capriles na manhã de ontem em Bogotá. A ministra das Relações Exteriores da Colômbia, María Ângela Holguín, afirmou que o governo colombiano tratará "de maneira direta" os assuntos diplomáticos com a Venezuela. "O presidente da República, Juan Manuel Santos, desde que iniciou seu mandato, decidiu tratar os assuntos com o governo da Venezuela de maneira direta e sem microfones", afirmou a chefe da diplomacia colombiana à imprensa local. Maduro denunciou que Capriles foi buscar apoio pelo não reconhecimento de sua autoridade presidencial no pleito de 14 de abril. Ontem, o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) informou que a auditoria de 100% dos votos das eleições presidenciais entrou em sua última fase, num processo que até agora não encontrou nenhum erro. A auditoria foi solicitada por Capriles que não aceitou até agora o resultado das urnas, assim como os Estados Unidos. Na última segunda-feira (27), Maduro acusou a rede de TV estadunidense CNN de, por meio de seu canal em língua espanhola, promover um golpe de Estado no país, em uma "guerra psicológica" dos meios de comunicação contra seu governo. No mesmo dia o canal Globovisión demitiu o apresentador Kico Bautista, um dos principais da emissora, um dia após seu programa dar espaço ao opositor Henrique Capriles, gerando boatos de que o governo pressiona os novos diretores da emissora de TV chamada de a única “independente” no país. Na semana retrasada, Maduro conclamou para que o país tenha uma “milícia operária” para fortalecer a defesa do país. No Chile, que teve a experiência de confronto durante o governo de Salvador Allende, os estudantes voltaram às ruas anteontem para pedir educação gratuita no país (acima).  Convocados pela Confederação de Estudantes do Chile (Confech) e por grupos de alunos do ensino secundário, cerca de 2 mil manifestantes se reuniram na praça Itália, no centro da capital, mas como não tinham autorização, foram impedidos de percorrer a avenida Alamada. Os confrontos começaram depois que a polícia impediu o avanço das manifestações. Agentes das forças especiais dispersaram os estudantes com bombas de gás lacrimogêneo e carros-pipa. No mesmo dia um estudante cuspiu no rosto da socialista Michelle Bachelet, ex-presidente e provável candidata vitoriosa nas próximas eleições presidenciais. O jovem foi agredido por partidários de Bachelet e, na sequência, preso pelos Carabineiros, a polícia militar chilena. O suposto agressor foi identificado como Elías Sanhueza, estudante do segundo ano de antropologia na Universidade de Tarapacá. De acordo com testemunhas, após cuspir na ex-presidente o jovem gritou palavras de ordem do movimento estudantil. Questionado sobre o gesto, Sanhueza afirmou que não se arrepende: "não me arrependo, foi merecido. Desde 2006 essa senhora mente para a gente", declarou.

Os capitalistas Tico e Teco voltaram a conversar sobre o mundo contemporâneo, acompanhados pela diarista Aparecida e pela filha Bytes, no dia 30 de maio de 2013, no Dia de Corpus Christi.

Tico: No dia de hoje os judeus enfrentaram o combate mais violento do Exército do Império Romano no Cerco de Jerusalém. A batalha começou quando o imperador Tito cercou a cidade, com três legiões no lado ocidental, e uma quarta sobre o Monte das Oliveiras, a leste. Ele colocou pressão sobre os alimentos e abastecimento de água dos moradores, permitindo que os peregrinos entrassem na cidade para comemorar a Páscoa e, em seguida, recusando-lhes saída. Após os judeus terem matado um número de soldados romanos, Tito enviou Josefo, o historiador judeu, para negociar com os defensores, o que acabou com os judeus ferindo o negociador com uma seta. Em meados de maio, Tito já tinha definido destruir o Terceiro muro da cidade que tinha acabado de ser construído, rompendo-o, bem como a segunda parede, e voltando sua atenção para a fortaleza de Antônia ao norte do monte do Templo. Depois de várias tentativas fracassadas de violação ou de escalar os muros da Fortaleza Antônia, os romanos finalmente lançaram um ataque secreto aos guardas enquanto dormiam e tomaram a fortaleza. Um soldado romano atirou um tição em uma das paredes do Templo que logo se espalhou rapidamente deixando o fogo fora de controle. No fim de agosto, o Templo foi destruído se transformando hoje no Muro das Lamentações. A batalha do cerco de Jerusalém ocorreu há 1943 anos.

Teco: No dia de hoje começou a deportação de armênios no Império Otomano. Na véspera, em 29 de maio de 1915, o Comitê para a União e o Progresso aprovou a Lei temporária de deportação dando ao governo e militares otomanos autorização para deportar aqueles vistos como uma ameaça à segurança nacional. A Lei Tehcir trouxe algumas medidas relativas à propriedade dos deportados, mas em setembro uma nova lei foi proposta. Por meio da "Lei sobre propriedades e bens abandonados por deportados", também conhecida como a "lei temporária sobre expropriação e confisco", o governo otomano tomou posse de todos as propriedades e bens armênios "abandonados". O parlamentar otomano Ahmed Riza protestou contra essa legislação: “É ilegal designar os ativos armênios como bens abandonados. Os proprietários, não abandonaram suas propriedades voluntariamente, eram forçosamente, retirados de seus domicílios e exilados. Agora, o governo através de seus esforços está vendendo seus bens... Se somos um regime constitucional funcionando de acordo com uma lei constitucional, não podemos fazer isso. Isto é atroz. Pegue meu braço, expulse-me de minha aldeia e, em seguida, venda meus bens e propriedades. Tal coisa nunca pode ser permitida. Nem a consciência dos otomanos nem a lei poderá permitir que seja”. A deportação de armênio começou há 98 anos.

Bytes: No dia de hoje nasceu, há 45 anos, o terrorista francês Zacarias Moussaoui. De origem marroquina, ele seria o quinto piloto do avião que atingiria a Casa Branca durante os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Ele tinha pressa em aprender a voar pois os outros quatro terroristas já haviam completado seus treinamentos. Em uma escola de vôo em Minnesota, ele pagou adiantado 6 mil dólares em espécie, para fazer uma simulação num Boeing 747. Foi aconselhado que ele fizesse testes em aviões menores. Mas Moussaoui não queria. Um instrutor demonstrou receio sobre as habilidades e motivações de seu aluno. Ele ficou sob custodia do FBI em 16 de agosto de 2001. Foi encontrado com Moussaoui um laptop que continha dados sobre os ataques. Os agentes não tinham autorização para abri-lo, o que poderia ter frustrado o atentado no mês seguinte. Após a ocorrência dos ataques, ele foi descrito com um dos possíveis envolvidos no atentado, ele sustentou que não estava envolvido no plano terrorista, mas declarou-se culpado em abril de 2005. Depois de comprovado o seu envolvimento, a Justiça estadunidense aventou a hipótese de Moussaoui receber a pena de morte. Mas houve protesto da Alemanha e da França. O ministro da Justiça da França Dominique Perben lembrou do compromisso dos Estados Unidos de não requerer a pena de morte contra Moussaoui: "Quando a França deu os elementos de informação sobre o senhor Moussaoui à justiça americana, eu obtive um compromisso por escrito dos Estados Unidos de não utilizar estes elementos para pedir ou executar uma pena de morte".

Aparecida: No dia de hoje morreu, há 582 anos, santa Joana D´Arc, padroeira da França. Na Guerra dos Cem Anos travada entre Londres e Paris, ela foi essencial para que os nacionalistas do partido liderado pelos Armagnacs vencessem batalhas contra os borguinhões, aliado dos ingleses. Segundo a santa, Deus daria vitória aos nacionalistas, gerando uma onda de misticismo na França baseado apenas em suas premunições. Desde que o Duque da Normandia, Guilherme, o Conquistador, se apoderou da Inglaterra em 1066, os monarcas ingleses passaram a controlar extensas terras no território francês, o que motivou insatisfação popular, divisão no país e a guerra centenária entre as duas nações europeias. Com a vitória apregoada pela santa, ela acabou sendo traída pelos próprios compatriotas e trancada numa cela escura. O processo de inquisição contra Joana começou no dia 9 de janeiro de 1431, sendo chefiado pelo bispo de Beauvais, Pierre Cauchon. Dez sessões foram feitas sem a presença da acusada, apenas com a apresentação de “provas”, que resultaram na acusação de heresia e assassinato. Ela foi queimada viva na fogueira como herege, tornando-se um “mito”. Joana é sempre lembrada quando se necessita reavivar o sentimento nacional. Foi assim em 1870, quando a França foi derrotada pela Alemanha - que ocupou a Alsácia e a Lorena. Naquele tempo, todos os partidos exaltaram aquela que deu sua vida pela pátria. Em 1920, Joana d´Arc foi canonizada pelo papa Bento XV como forma de fazer uma ponte entre a Santa Sé e Paris laica e nacionalista. Dois anos depois a mártir foi proclamada padroeira da França. A sua história foi muito retrata no cinema como no filme “Joana d´Arc”, do cineasta francês Luc Besson.

Bytes: Ontem os neonazistas gregos lembraram os 560 anos da Queda de Constantinopla que resultou no fim do Império Romano do Oriente e do Império Bizantino. Foi quando os otomanos, de fé islâmica, passaram a controlar o Mediterrâneo e os Bálcãs após a tomada da cidade, hoje Istambul, na Turquia, pelas tropas de Maomé II. Começava o fim da Idade Média para o surgimento do Renascimento.

Aparecida: Amanhã o asteroide 1998 QE2 deve fazer uma passagem bem próxima da Terra. Os especialistas descartaram qualquer pânico, pois estão mais preocupados em registrar o momento para o desenvolvimento da ciência. Eles tentarão descobrir mais detalhes sobre a rocha que irá cruzar nossos céus a uma distância equivalente a 15 vezes ao da Lua. A Nasa afirmou que irá fazer imagens com os observatórios Goldstone e Arecibo. Espera-se que o resultado seja uma série de imagens em alta resolução.

Bytes: Hoje é o Dia de Corpus Christi, feriado nacional. É a lembrança do “Corpo de Cristo” para lembrar a Festa do Espírito Santo após a Festa da Santíssima Trindade, que acontece no domingo depois de Pentecostes. Desde a madrugada milhares de pessoas celebram a data fazendo escultura a céu aberto lembrando a data. Os tradicionais tapetes de sal tomaram a avenida Chile, perto da Catedral Metropolitana do Rio, e também ruas de Niterói e São Gonçalo. Em Santana do Paranaíba, os moradores fizeram o famoso tapete de serragem para a festa de Corpus Christi (acima). Uma demonstração de fé.

Aparecida: Anteontem, a Rádio Vaticano divulgou que quase 100 mil cristãos morrem todos os anos por razões relacionadas a sua fé. Durante a 23ª sessão do diálogo interativo entre o Conselho dos Direitos Humanos e o alto comissário, o monsenhor Silvano Maria Tomasi denunciou que cristãos são obrigados a renunciar a sua fé e a suportar a destruição de seus locais de culto, além dos sequestros de seus líderes religiosos, como ocorreu na Síria, onde dois padres ortodoxos foram levados por homens armados perto de Aleppo. O Oriente Médio, a África e a Ásia são as regiões onde ocorrem o maior número de violações contra a liberdade religiosa. "Lamentamos o fato de terem traçado uma linha entre o credo religioso e a prática religiosa, o que faz com que alertemos aos cristãos, cada vez mais numerosos ante os tribunais, que há a liberdade privada de crer e praticar em suas igrejas, mas fica proibido agir publicamente em nome da fé", declarou. Segundo ele, a discriminação dos cristãos "deve ser combatida assim como o antissemitismo e a islamofobia".

Bytes: Por falar em prática religiosa, a Universidade de Bolonha, na Itália, encontrou o que pode ser o manuscrito da Torá mais antigo do mundo. Segundo um professor italiano que afirma que o texto sagrado foi escrito no século XII. O valioso pergaminho de pele de cordeiro foi catalogado de modo equivocado por um arquivista da biblioteca universitária em 1889, que acreditou que pertencia ao século XVII. O professor explicou que o texto contém letras e sinais proibidos pelo erudito e filósofo judeu Moisés Maimônides no século XII. "Os nazistas na Europa central e os fascistas na Itália destruíram dezenas de milhares de rolos. Aconteceu uma incrível destruição no século XX", disse. O texto sagrado foi submetido a várias análises de carbono na Itália e Estados Unidos, que confirmaram que foi escrito entre o fim do século XII e o início do século XIII.

Aparecida: Por falar em texto sagrado, a agência de notícias iraniana Basij Press divulgou que um texto religioso encadernado em couro - provavelmente datado do século 5, porém descoberto há apenas 13 anos - vai causar o colapso do cristianismo no mundo inteiro. O livro afirma que Nosso Jesus Cristo nunca foi crucificado e que Cristo previu a vinda do profeta Maomé. Autoridades turcas acreditam que essa possa ser uma versão autêntica do evangelho escrito pelo discípulo Barnabé, e a imprensa iraniana afirmou que seu conteúdo vai desencadear a queda do cristianismo ao provar que o Islã é a verdadeira religião. Já especialistas ocidentais dizem que se trata de uma propaganda islâmica. No capítulo 41 do Evangelho de Barnabé, estaria escrito: "Deus se escondeu enquanto o Arcanjo Miguel os levou (Adão e Eva) para fora do céu, (e) quando Adão se virou, ele notou que sobre a porta de entrada para o céu estava escrito La elah ela Allah, Mohamad rasool Allah", que significa "Alá é o único Deus e Maomé é seu profeta". O que você acha?

Bytes: Como capitalistas, somos favoráveis à “liberdade de expressão”. O Islã, assim como o judaísmo, não aceita que Nosso Senhor Jesus Cristo é o Filho do Deus Vivo. E sim um “profeta muito iluminado”. Assim sendo, ele teria anunciado como Moisés como o que iria orientar seus discípulos para enfrentar o fim dos tempos. Ou seja, ele seria o consolador, o último profeta.

Aparecida: Ah, entendi! Revelou Nosso Senhor Jesus Cristo a seus discípulos: “É conveniente que eu vá porque se eu não for o consolador não virá até vós. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo. Do pecado porque não creram em mim; da justiça porque eu estarei sentado à direita de meu Pai e não nos veremos mais; e do juízo porque o príncipe deste mundo já está julgado. Ainda tenho muito a lhes falar, mas hoje vocês não me entenderiam, mas quando vier o Espírito da Verdade que eu da parte de meu Pai hei de enviar, ele vos guiará porque não falará de si e sim de tudo o que tiver escutado e anunciará o que há de vir. E meu Evangelho será pregado até o fim dos tempos”. 

Tico: O que você acha dos conflitos em nome da fé?

Teco: A “imprensa velha” massificará que a culpa é da religião enquanto devagarzinho constroem uma sociedade neonazista. Os religiosos, em nome da misericórdia, condenam atos violentos contra o próximo, o que não ocorre com os neonazistas pagãos. O que não sabemos é se eles têm mais ódio dos gays ou dos comunistas. A verificar. Para os capitalistas, meia palavra basta.

Bytes: Hoje os Estados Unidos advertiram Israel ao afirmarem que a instalação de assentamentos em Jerusalém Oriental é "contraproducente" para os esforços por um acordo de paz com os palestinos. "A posição dos Estados Unidos sobre os assentamentos é clara e não mudou: não aceitamos a legitimidade da contínua atividade de assentamento israelense, que prejudica os esforços de paz e contradiz os compromissos e obrigações de Israel", ressaltou a porta-voz do Departamento de Estado, Jen Psaki, ao reagir a relatórios de que Israel planeja construir mil novos assentamentos para colonos em Jerusalém Oriental. Danny Seidemann, diretor do organismo de supervisão dos assentamentos Terrestrial Jerusalem, afirmou que foram assinados contratos para a construção de 300 casas na colônia de Ramot e que outras 797 unidades serão colocadas à venda no assentamento de Gilo, perto da cidade palestina de Belém, na Cisjordânia. 

Aparecida: Em decisão inédita, o presidente da Suprema Corte de Israel convocou na semana passada o governo para explicar a medida legal que permite a expropriação de terras palestinas. Especialistas apontam que a medida nada mais é que uma manobra para tomar posse de propriedade de palestinos. Segundo informações do jornal "Haaretz", a legislação afeta em particular os palestinos residentes na região oriental de Jerusalém que perderam suas terras após terem sido obrigados a se deslocar para fora dos perímetros municipais da cidade, que Israel controla em sua totalidade desde 1967, depois da Guerra dos Seis Dias, e que passou a considerar sua capital "única e indivisível" em 1981.

Bytes: Ontem, uma comissão política formada por seis ministros deu sinal verde a um histórico projeto de lei em Israel para o alistamento militar dos jovens ultra-ortodoxos e enviou a proposta ao governo de Benjamin Netanyahu para que seja analisada no Parlamento. O projeto de lei estabelece pela primeira vez como obrigatório o serviço militar para estudantes de seminários rabínicos judeus, que desde 1948 desfrutam de isenção automática ao alistamento.

Aparecida: Hoje a Federação de Comunidades Judaicas da Hungria pediu ao prefeito de Budapeste que reconsidere a decisão de dar a uma rua da cidade o nome de uma autora claramente antissemita. A romancista húngara Cécile Tormay "expressava abertamente suas posições antissemitas", considerou a Federação, acrescentando que era a autora preferida de Miklo Horthy, regente da Hungria e aliado da Alemanha nazista de Adolf Hitler. Cerca de 60 mil judeus da Hungria, entre uma comunidade de 800 mil, morreram durante o Holocausto.

Bytes: Yonah Alexander, diretor do Centro International de Estudos sobre o Terrorismo do Potomac Institute, com sede em Arlington, na Virgínia, disse que a intolerância e a violência desatadas por preconceito, ódio político ou fanatismo religioso são tão antigas quanto a própria humanidade. "Mas estamos lidando com esses cruzados em missões ideológicas, teológicas ou que quer que sejam, sem saber muito bem as regras do jogo no que concerne a eles", acrescentou.

Aparecida: Por falar em intolerância, o promotor francês François Molins informou que as autoridades estão tratando o ataque de Paris como um ato terrorista. Segundo ele, o suspeito havia sido observado por uma câmera de segurança recitando uma prece islâmica minutos antes do ataque contra um soldado que patrulhava o bairro financeiro de La Défense, no oeste de Paris. O caso ocorreu no sábado, três depois da morte de um soldado britânico em Londres. "A natureza do incidente, o fato de ele ter ocorrido três dias depois (do ataque) de Londres e a oração logo antes do ato nos levam a crer que ele agiu com base na ideologia religiosa, e que seu desejo era atacar um representante do Estado", disse Molins em entrevista coletiva. "Parece claro que a intenção era matar”, acrescentou. O soldado, apunhalado pelas costas, teve alta do hospital na segunda-feira. O suspeito, identificado por Molins apenas como Alexandre, foi detido na quarta-feira em um subúrbio parisiense, depois de ser identificado pelas impressões digitais. Segundo ele, o agressor tinha se convertido ao islã. Ele tem antecedentes criminais por furto e porte ilegal de armas. A França tem a maior população muçulmana da Europa, estimada em 5 a 6 milhões de pessoas, um legado da colonização francesa no norte e oeste da África, com subsequentes ondas de migração para os subúrbios de cidades como Paris, Marselha e Lyon.

Bytes: Por falar em África, o presidente em exercício da União Africana, o primeiro-ministro etíope Hailemariam Desalegn, afirmou que o Tribunal Penal Internacional  realiza "uma espécie de caça racial" ao julgar apenas africanos. “Durante a criação do TPI, o objetivo era evitar qualquer impunidade, mas o processo acabou por degenerar em uma espécie de caça racial", declarou. Ele exigiu a transferência à justiça queniana dos processos iniciados pelo TPI contra o presidente e o vice-presidente do Quênia por crimes contra a humanidade. "Os líderes africanos não compreendem as acusações contra esses presidentes. Acredito que o TPI deve ver que não pode perseguir os africanos", acrescentou.

Aparecida: Na última segunda-feira, os líderes africanos decidiram criar imediatamente uma força militar de reação rápida para lidar com emergências regionais, buscando tornar a segurança do continente menos dependente dos fundos e contingentes de outras origens. O texto adotado pela Assembleia da UA, ao qual a Reuters teve acesso, disse que a força de reação rápida será formada com contribuições voluntárias de soldados, equipamentos e verbas a serem feitas por países africanos que estiverem em condições para isso. Entre os desafios de segurança enfrentados nos últimos dois anos pela UA estão os golpes militares da Guiné-Bissau e Mali, as ofensivas de grupos militantes islâmicos no Mali e Nigéria, e conflitos envolvendo rebeldes no leste da República Democrática do Congo e da República Centro-Africana. Moscou já demonstrou apoio oficialmente á decisão.

Bytes: Por falar ainda em África, o Pentágono confirmou anteontem que um avião não tripulado de propriedade dos EUA caiu na costa da Somália, mas negou que o grupo Al Shabab, vinculado à rede terrorista Al Qaeda, esteja envolvido com o acidente. Durante o curso de uma missão de vigilância de rotina ao longo da costa da Somália em 27 de maio, um avião dirigido por controle remoto militar caiu em uma zona remota próxima do litoral de Mogadíscio", disse um porta-voz de Defesa ao jornal "Político". "Este já não será capaz de espionar os muçulmanos de novo. É muito para a retórica vazia no programa de aviões não tripulados!", escreveu em sua conta no Twitter o grupo radical, postando uma foto do "drone" destruído.

Aparecida: Por falar em Estados Unidos, o presidente Barack Obama nomeou para chefiar o FBI o republicano James Corney, que trabalhou na Procuradoria Federal, segundo os jornais estadunidenses. Mueller assumiu o FBI durante o governo Bush, logo após os ataques do 11 de setembro de 2001. Ele orientou o órgão em direção a funções mais relacionadas à perseguição do terrorismo e à segurança nacional. A Casa Branca preferiu não comentar a reportagem que cita como fonte duas pessoas próximas ao presidente democrata.

Bytes: Por falar em FBI, o jornal “The Washington Post” publicou ontem que jovem checheno morto por um agente da polícia federal estadunidense durante um interrogatório estava desarmado. O jovem era suspeito de participação, junto com Tamerlan Tsarnaev, de um triplo homicídio ocorrido antes dos atentados em Boston. Segundo a polícia, Tsarnaev e Todashev assassinaram três pessoas em um subúrbio de Boston, há dois anos, cujos corpos decapitados foram encontrados cobertos de maconha e milhares de dólares. Após a morte de Todashev, seu pai, Abdulbaki Todashev, questionou o relato do FBI, que está revisando os detalhes do incidente. "O FBI leva muito a sério os incidentes com tiroteio envolvendo nossos agentes e temos um processo eficaz e testado para abordá-los internamente", disse o porta-voz do FBI Paul Bresson, acrescentando que funcionários do departamento de Justiça participam da investigação. Segundo a imprensa estadunidense, Todashev era amigo de Tamerlan Tsarnaev, que conheceu através da paixão de ambos pelas artes marciais. Tamerlan Tsarnaev e seu irmão Dzhokhar, foram acusados do atentado em Boston no dia 15 de abril. A polícia matou Tamerlan em um tiroteio e Dzhokhar foi capturado após uma vasta operação contra o terror.

Aparecida: Por falar em luta contra o terror, o presidente Obama prestou homenagem na segunda-feira a homens e mulheres das Forças Armadas que morreram em combate. Durante a cerimônia do feriado do Memorial Day, ele lembrou aos estadunidenses de que o país ainda está em guerra. "Enquanto nos reunimos aqui hoje, neste exato momento, mais de 60 mil de nossos compatriotas estadunidenses ainda servem longe de casa, no Afeganistão", afirmou Obama durante uma visita solene ao cemitério de Arlington onde abraçou parentes das vítimas (acima). "Eles ainda vão sair em patrulha, ainda estão vivendo em bases operacionais, ainda arriscam suas vidas para realizar a sua missão. E, quando eles dão suas vidas, eles ainda estão sendo sepultados em cemitérios em locais tranquilos pelo país, incluindo aqui em Arlington", acrescentou.

Bytes: Por falar em Afeganistão, o secretário britânico da Defesa, Philip Hammond, confirmou que dezenas de pessoas estão sob detenção pelas forças britânicas no Camp Bastion, Afeganistão, após surgirem alegações de que o Exército do Reino Unido opera um centro de detenção secreto naquela base. O Reino Unido é a única potência estrangeira que continua a manter afegãos prisioneiros em seu país depois que os EUA, em março, concluíram a transferência dos últimos prisioneiros que ainda detinham em solo afegão.

Aparecida: A sede da Cruz Vermelha em Jalalabad, no leste do Afeganistão, foi atacada ontem por insurgentes armados. Sete funcionários foram feitos reféns pelos insurgentes, mas foram soltos horas depois pelas forças de segurança afegãs. Segundo autoridades locais, a ação começou quando um homem-bomba explodiu o portão de entrada do prédio da entidade. Em seguida, dois insurgentes entraram no prédio e fizeram reféns sete funcionários, dentre eles seis estrangeiros. No mesmo dia seis talibãs e um policial morreram na madrugada desta quarta-feira em um ataque contra o QG do governo da província de Panjshir, ao norte de Cabul. No domingo, Um soldado da força internacional da Otan morreu num ataque dos insurgentes no leste do Afeganistão.

Bytes: Um ataque de avião teleguiado dos EUA matou ontem o número dois na cadeia de comando do Talibã paquistanês, Wali-ur-Rehman, na região do Waziristão do Norte. A morte foi causada por aviões não tripulados.

Aparecida: E como pensa o governo dos Estados Unidos?

Bytes: Deu no jornal “O Globo” de 27 de maio de 1963, cuja manchete foi “Plano terrorista cubano contra a América Latina”: “O Diretório Estudantil Cubano revelou que o govêrno comunista de Fidel Castro preparou e pretende pó-lo longo em execução, vasto plano de terrorismo, sabotagem e assassinato a ser aplicado m diversos países da América Latina. Segundo o grupo anticastristas, são do ministro Ernesto “Che” Guevara as instruções finais para pôr o plano em marcha”.

Aparecida: Deu no jornal “O Globo” de 27 de maio de 2013, 50 anos depois: “Infância abandonada. Só 10% das crianças em abrigos podem ser adotadas. Levantamento mostra que, no Rio, apenas 235 dos 2.377 internatos estão aptos. Muito menores aguardam o julgamento de processos de destituição de pátrio poder, têm pais que se encontram em tratamento de dependência química ou são adolescentes que não querem viver com uma outra família”.

Bytes: Um promotor argentino acusou ontem o Irã de se infiltrar em países latino-americanos para instalar bases de espionagem e redes de inteligência com a intenção de "cometer e patrocinar atentados" e prometeu compartilhar suas informações com outros países da região. Alberto Nisman, promotor que investiga o atentado de 1994 que matou 85 pessoas na sede da entidade judaica Amia, em Buenos Aires, disse em um documento oficial que "existem fortes e concordantes indícios" de infiltração iraniana em Brasil, Paraguai, Uruguai, Chile, Colômbia, Guiana, Trinidad e Tobago e Suriname. Ele disse que sua acusação se baseia parcialmente em documentos apreendidos na Guiana, numa casa onde morava o militante islâmico Abdul Kadir, sentenciado a prisão perpétua no fim de 2010 nos Estados Unidos por sua participação em um frustrado atentado no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York.

Aparecida: Ah, entendi! Está escrito nas Lamentações de Jeremias: “ALEFE: Como se escureceu o ouro! Como se mudou o ouro puro e bom! Como estão espalhadas as pedras do santuário sobre cada rua! BETA: Os preciosos filhos de Sião, avaliados a puro ouro, como são agora reputados por vasos de barro, obra das mãos do oleiro! GUIMEI: Até os chacais abaixam o peito, dão de mamar aos seus filhos; mas a filha do meu povo tornou-se cruel como os avestruzes no deserto. DÁLETE: A língua do que mama fica pegada pela sede ao seu paladar; os meninos pedem pão, e ninguém lhe dá. HÊ: Os que comiam comidas finas agora desfalecem nas ruas; os que se criaram em carmezim abraçam o esterco. VAU: Porque maior é a iniquidade da filha do meu povo do que o pecado de Sodoma, a qual foi subvertida como num momento, sem que mãos lhe tocassem. ZAINE: Os seus nobres eram mais puros do que a neve, mais brancos do que o leite, mais vermelhos de corpo do que os rubis, e mais polidos do que a safira. HETE: Mas agora escureceu-se o seu aspecto mais do que o negrume; não são conhecidos nas ruas; a sua pele se lhes pegou aos ossos, secou-se, tornou-se como um pau. TETE: Os mortos à espada foram mais ditosos do que os mortos à fome; porque estes morreram lentamente, por falta dos frutos dos campos. JODE: As mãos das mulheres compassivas cozeram seus próprios filhos; serviram-lhes de alimento na destruição da filha do meu povo”. 

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, comparou hoje (30) o formato da tocha dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi-2014 com um fuzil Kalashnikov, durante sua apresentação numa cerimônia em São Petersburgo. "Não importa o que fabricamos na Rússia, sempre se parece com uma Kalashnikov", brincou Putin, segurando a tocha em uma mão. O fuzil de assalto criado em 1947 por Mikhail Kalashnikov é uma arma mítica e um símbolo nacional na Rússia, onde os jovens de ambos os sexos aprendiam como manuseá-lo até a queda do regime soviético, em 1991. Em Amã, na Jordânia, o presidente da estatal de armas russas Rostekhnologii, Serguei Chemezov, ao lado do rei Abdullah II, disse hoje que nos cinco meses deste ano, a Rússia exportou armas num valor de US$ 6,5 bilhões, superando a previsão do governo. A declaração foi durante a cerimônia de inauguração de um complexo de produção para a montagem e testes de lançadores de granadas multiusos RPG-32.  "RPG-32 é um dos tipos mais avançados de armas, capaz de atingir a maior parte dos veículos blindados, bem como outros objetos militares", informou Chemezov. No mesmo dia o general do Exército Valeri Gerasimov, chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da Rússia, discutiu com o seu colega sérvio, Ljubisa Dikovic, a cooperação bilateral no setor técnico-militar e a situação nos Bálcãs. “A declaração sobre o estabelecimento da parceria estratégica entre os dois países, assinada em 24 de maio, deu um novo impulso às relações russo-sérvias na esfera militar”, declarou Gerasimov, acrescentando que as relações com o Ministério da Defesa da Sérvia se intensificaram. Anteontem (28), os seis países que integravam a antiga União Soviética e que hoje compõem a Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC) decidiram no Quirguistão fortalecer o componente militar da aliança e a guarda da fronteira tadjique-afegã, frente à retirada iminente das tropas internacionais do Afeganistão. A data escolhida marca o Dia da Guarda de Fronteiras, que é celebrado não apenas na Rússia, mas também na Ucrânia, Bielorrússia (acima) e Quirguistão, como o dia em que Vladimir Lênin, fundador da União Soviética, assinou o decreto de criação da Guarda de Fronteiras. As deliberações foram “no sentido de reforçar a fronteira do país com o Tajiquistão e ajudar o governo de Cabul a garantir a estabilidade nacional”. O vice-ministro da Defesa russo, Anatoli Antonov, informou também que a Rússia pretende reforçar sua base militar aérea do Quirguistão que deve perder a base militar estadunidense. Moscou pretende estabelecer no local aviões Su-25 e helicópteros do Exército russo. De acordo com informações divulgadas pela agência de notícias RIA Novosti, caças modernizados Su-27SM e bombardeiros Su-24 também foram deslocados para a base. Ao mesmo tempo o comandante das tropas da Região Militar Central, Evgueni Ustinov, informou que Rússia e China irão planejar táticas de interação de suas unidades militar para responder às ameaças comuns à segurança. Estão previstas as maiores manobras de tropas terrestres em toda a história da cooperação entre Moscou e Pequim. A Rússia também vem se aproximando de todos os vizinhos que fizeram parte da influência da antiga União Soviética. O representante especial da Geórgia para a regularização das relações com a Rússia, Zurab Abashidze, declarou que sua próxima reunião com o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Grigori Karásin, será realizada em Praga no dia 4 ou 5 de junho. “A Rússia é o parceiro principal e fundamental da República Checa, não só na política e na economia, mas também nas áreas do investimento, do comércio e das políticas de segurança”, declarou o primeiro-ministro checo Petr Necas após reunião com o colega russo Dimitry Medvedev. Ele recordou que a República Checa está ligada, desde 2013, ao gasoduto Nord Stream. “Na área do gás, o próximo objetivo da nossa cooperação será a construção de reservatórios de gás subterrâneos no território da República Checa”, disse Necas. As conversações abordaram igualmente a participação da Rússia na finalização da construção de dois blocos geradores da usina nuclear de Temelín. No último domingo (26), o presidente ucraniano, Viktor Yanukovych esteve na cidade russa de Sochi, onde ocorrerá as Olimpíadas de Inverno em 2014, para conversas informais com Putin. "Fiquei muito interessado quando estávamos voando sobre Sochi e vi trabalhos de construção em todos os lugares. Entendo que o tempo é muito limitado. Naturalmente, este é um projeto muito emocionante", disse o líder ucraniano. "Tradicionalmente, as nossas relações têm sido amplas, abrangendo contatos políticos, laços econômicos e interação humanitária. Temos muito a discutir, como de costume. Obrigado por aceitar o convite e para encontrar tempo para vir aqui em seu dia de folga. Estou muito contente com o fato de vê-lo ", respondeu o líder russo.

Tico: No dia de hoje se aprofundou a Guerra Civil Russa com a perda de territórios para os rebeldes do governo bolchevique. O conflito armado eclodiu em abril de 1918 e terminou em 1921. Durante este período, exércitos e milícias de diversos matizes políticos se enfrentaram com o objetivo de implantar o seu próprio sistema. As partes em conflito incluíram ex-generais czaristas, republicanos liberais, o Exército Vermelho dos bolcheviques, milícias anarquistas reunidas no Exército Insurgente Makhnovista e tropas enviadas por países estrangeiros. Aproveitando-se do verdadeiro caos em que o país se encontrava, as nações aliadas da Primeira Guerra Mundial resolveram intervir a favor dos Brancos formado por czaristas e liberais. Tropas inglesas, francesas, estadunidenses e japonesas desembarcaram tanto nas regiões ocidentais quanto nas orientais. Seus objetivos eram: derrubar o governo bolchevique de Vladimir Lênin que liderou a Revolução de Outubro de 1917. No fim, o Exército Vermelho foi o único vencedor do conflito, dando vitória ao governo. Segundo alguns historiadores, o conflito se originou no "Quinto Congresso dos Soviets de Toda Rússia", nos quais os discursos antibolcheviques dos anarquistas e dos socialistas-revolucionários não receberam apoio da maioria dos delegados. Derrotados no congresso, os anarquistas e os socialistas-revolucionários decidiram sabotar o Tratado de Brest-Litovsk procurando arrastar a Rússia Soviética a uma nova guerra com a Alemanha assassinando o embaixador alemão em Moscou. Na prática, após a guerra civil Lênin adotou um regime socialista, mas com presença capitalista de pequenos empreendedores num plano de governo denominado Nova Política Econômica adotado em 1921. Em linhas gerais, o plano consistiu na reentrega de pequenas explorações agrícolas, industriais e comerciais à iniciativa privada, numa tentativa de recuperar alguns traços do capitalismo para fazer a nascente União Soviética sair da grave crise em que se achava mergulhada. A economia plenamente estatal se deu após o ditador Joseph Stalin assumir o poder. O aprofundamento da Guerra Civil Russa ocorreu há 95 anos.

Teco: No dia de hoje a República do Biafra proclamou a independência da Nigéria. Ela nasceu da Guerra Civil Nigeriana e durou apenas de 30 maio de 1967 a 15 de janeiro de 1970. A secessão foi liderada pelos igbos, apoiados financeiramente pela petrolífera francesa Elf, dadas as tensões econômicas, étnicas, culturais e religiosas entre os vários povos da Nigéria, ex-colônia britânica. O Biafra foi reconhecido pelo Gabão, Haiti, Costa do Marfim, Tanzânia e Zâmbia. Outras nações não deram reconhecimento oficial, mas providenciaram assistência ao Biafra: Israel, França, Portugal, a Rodésia, a África do Sul e o Vaticano providenciaram esse apoio. O Reino Unido apoiou o governo nigeriano, assim como o Egito e a extinta União Soviética. A China não apoiou o Biafra, mas denunciou o apoio concedido à Nigéria pelo “imperialismo revisionista”, numa alusão a Moscou. Em 1960 a Nigéria tornou-se independente do Reino Unido. De forma semelhante aos outros novos estados africanos, as fronteiras do país não tinham sido desenhadas de acordo com territórios antigos. Daí surgiu que a região norte desértica do país contivesse estados muçulmanos feudais semi-autónomos, enquanto que a população do sul era predominantemente cristã e animista. O seu precioso petróleo, principal fonte de receitas, localizava-se no sul do país. Em janeiro de 1967, os líderes militares e os polícias oficiais seniores de cada região encontraram-se em Aburi, no Gana e concordaram com uma confederação ampla de regiões. Os nórdicos não simpatizaram com o acordo de Aburi; Obafemi Awolowo, o líder da região oeste ameaçou que se a região leste se tornasse independente, a região oeste seguiria o exemplo. No dia 30 de maio, Chukwuemeka Odumegwu Ojukwu, o governador militar da região, declarou a República do Biafra, referindo os habitantes do leste mortos durante a violência pós-golpe de estado. A enorme quantidade de petróleo na região desencadeou o conflito, dado o petróleo ser um elemento importante na economia nigeriana. Há 46 anos.

Bytes: No dia de hoje foi assassinado o presidente de Bangladesh Ziaur Rahman. Considerado como um dos melhores líderes políticos de Bangladesh desde a independência do Paquistão, ele assumiu o poder com a promessa de retirar o país da ameaça comunista. Ele anunciou um "programa de 19 pontos", que enfatizou a auto-suficiência, o desenvolvimento rural, a descentralização e o controle populacional. O socialismo foi redefinido como "a justiça econômica e social", mas alterou a Constituição aumentando a influência direta e o papel do islã no Estado. No preâmbulo, ele inseriu a saudação "Em nome de Alah , o Clemente, o Misericordioso "). No artigo 8 foi adicionado a declaração "absoluta confiança e fé em Deus Todo-Poderoso", substituindo o compromisso com o secularismo. No artigo 25 (2), Zia introduziu o princípio de que "o Estado deve envidar esforços para consolidar, preservar e fortalecer as relações fraternas entre países muçulmanos com base na solidariedade islâmica”. Apesar da grande popularidade, Rahman foi assassinado no dia 30 de maio de 1981 por um grupo de oficiais do exército. Segundo a imprensa bengalesa, quase 2 milhões de pessoas assistiram ao funeral realizado na praça do Parlamento. Há 32 anos.

Aparecida: No dia de hoje nascia, há 138 anos, o filósofo italiano Giovanni Gentile. Autor intelectual do fascismo, ele foi ministro da Instrução Pública no governo do ditador Benito Mussolini. Segundo o filósofo, a Nova Itália somente seria grande caso nela se instaurasse uma Nova Ordem de Disciplina, Autoridade, Hierarquia, Fé e Colaboração Social. O fascismo teria essa “missão” a fim de manter as tradições da Eterna Roma da Águia e do Litório. Para Gentile, é o Estado quem cria a Nação e é o Estado, ademais, quem “dá ao povo, consciente da própria unidade moral, uma vontade e, portanto, uma existência efetiva”. Em sua concepção, o Estado é, ainda, um ente “espiritual” e ético em si e por si, sendo “consciência e vontade em ato, na qual desemboca e atua plenamente a consciência e a vontade do indivíduo na sua essência moral e religiosa”. Ele influenciou grandes pensadores como Romano Galleffi, filósofo e crítico de arte italiano radicado na Bahia, que fora seu aluno em Roma. Galleffi teve grande atuação na Ação Integralista Brasileira junto ao seu líder, Plínio Salgado.

Bytes: No dia de hoje morreu, há 235 anos, o filósofo francês Voltaire. Ele foi um pensador que se opôs à intolerância religiosa e à intolerância de opinião existentes na Europa no período em que viveu. As ideias revolucionárias o conduziram a se exilar na Inglaterra por ser perseguido na França. Liberal, o filósofo defendeu a preocupação da defesa da liberdade, sobretudo do pensar, criticando a censura e a escolástica. Ele escreveu um poema satírico que ridicularizava o mito de Joana d´Arc, intitulado “La pucelle d´Orléans” ou “A donzela de Orléans” em tradução literal para o português. Seus textos com duras críticas tinham endereço certo: os reis absolutistas e os privilégios do clero e da nobreza. Reuniu o seu pensamento na frase: "Não concordo com nem uma das palavras que me diz, mas lutarei até com minha vida se preciso for, para que tenhas o direito de dizê-las".

Aparecida: No dia de hoje nasceu, há 74 anos, o ator estadunidense Michael J. Pollard. Conhecido por sua baixa estatura para um ator (1,68 m), interpretou nos anos 60 papéis de criança quando já tinha 20 anos, como nos seriados de televisão “Jornada nas Estrelas” e “Superboy”. Em 1967 ele interpretou seu mais lembrado papel no cinema, o gansgster C.W. Moss de “Bonnie & Clyde: Uma Rajada de Balas”, sendo indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante pela Academia e ao Globo de Ouro e premiado com o BAFTA de ator mais promissor do ano.

Bytes: Ontem, eu fui assistir ao filme “Giovanni Improtta”, de José Wilker (acima). Para quem esperava risos, o trabalho ficou no meio do caminho. O roteiro assinado por Mariana Vielmond, filha do cineasta e ator principal, é linear para uma história cultural que vai ser mais bem entendida no Brasil, principalmente pelos cariocas. O bicheiro, acima do bem e do mal, é um menino cuja arte pode ser simplesmente matar os seus desafetos que passam pelo seu caminho e que o impedem de conseguir os seus “interesses estratégicos”. Entre os seus “amigos” está um agente da polícia cujo sonho é ter o seu samba-enredo expressado no desfile das escolas de samba. E há o pastor que sabe a Bíblia de cor, mas cujos pecados são manifestos na cobiça. Patrocinado pelo bicheiro, ele se elege vereador. Giovanni, no entanto, foge do pastor com o diabo foge da cruz para não ouvir a Palavra de Deus. A cena genial é do bicheiro Giovanni conversando num local luxuoso que, a princípio, parece ser a sua residência. Mas não é. E sim uma prisão, num xadrez diferenciado em relação aos outros detentos. Uma paródia em cima das notícias das mordomias vividas pelos bicheiros de verdade, como foi o caso de Castor de Andrade. No filme, é verdade que ele podia sair da prisão a hora que quisesse. As atuação de José Wilker e Andréa Beltrão valem o ingresso para uma história que deve ter o mesmo destino de “O Bem-amado, o filme”. A crítica estadunidense, segundo a divulgação, achou “fenomenal”.

Aparecida: Hoje estreou no cinema o filme “Se beber não case 3”. Os atores estiveram no Rio para o lançamento. Ontem, eles aproveitaram a praia de Ipanema e foram curtir a noite na Lapa. À exceção do ator Zach Galifianakis, que tem medo de altura, o restante subiu de bondinho do Pão de Açúcar para uma entrevista à imprensa no morro da Urca. O meu filho gostou muito do primeiro filme. Será que o prefeito Eduardo Paes fará um convite para que o próximo filme da franquia seja filmado no Rio? Um porre de caipirinha para começar as trapalhadas?

Bytes: O que podemos afirmar é que pegou muito mal tanto internamente como externamente a agressão do Paes a um músico aparentemente de porre. em entrevista à rádio "BandNews", o prefeito justificou: "Eu tive uma reação que seria natural se eu não fosse prefeito. Fato que eu não devia ter tido porque eu sou prefeito. Não sou brigão e nunca briguei na minha vida. Reagi como ser humano, como o Eduardo reagiria. A cobrança é importante, mas a pessoa tem que ter zelo. A cobrança é natural, mas tudo tem limite. Me desculpo com a população da cidade". Realmente, uma chapa quente desproporcional.

Aparecida: A agressão do Paes foi notícia no jornal de maior prestígio dos Estados Unidos: o “New York Times”. O título disse que o prefeito do Rio agrediu um “cidadão”.

Bytes: Por falar em violência, já foi identificado o suspeito de ter provocado uma troca de tiros durante a Maratona da Paz na Vila Cruzeiro. Os corredores fazem o percurso que os traficantes adotaram no plano de fuga durante a ocupação do Complexo do Alemão. "Essa ação infelizmente demonstra a irresponsabilidade que tem uma idolatria oriunda de um resquício de uma facção que reinou absoluta aqui nesse lugar durante anos. Mas hoje o Estado ocupou essa área, e daqui não sairemos", reagiu o secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame.

Aparecida: O seu Carlos disse, exaltado: “Se tivessem fuzilado esses marginais, eles não pensariam em voltar. E nós, cidadãos de bem, tivemos que assistir pelo Globocop a operação de fuga. Agora devem estar livres em algum local, até mesmo no morro, disposto a queimar vivo um inocente. Com a justiça inoperante e funcionários públicos corruptos, assistimos tudo passivamente. É o fim do mundo!”

Bytes: Por falar em Justiça, familiares e amigos de vítimas do incêndio na boate Kiss, que causou 242 mortes, realizou no final da noite de ontem um protesto no Centro de Santa Maria contra a liberdade aos quatro acusados de homicídio no caso, concedida à tarde pela Justiça do Rio Grande do Sul. "Eles não têm ideia do que é chegar em casa e ver a casa vazia, sem os filhos", reagiu Helena Maria Rosa da Cruz, que perdeu Mirela, de 21 anos, e José, de 18. Muitos disseram que já estão cansados da impunidade e das transgressões. Segundo o colega gaiato da facû, agora será “tolerância zero”.

Aparecida: Ah, entendi! Revelou Nosso Senhor Jesus Cristo antes de entrar em Jerusalém, no ato conhecido como “Cristo chorou”: “Jerusalém! Jerusalém! Jerusalém! Que mata os profetas desde Abel, o justo. Quanto ranger de dentes haverá sobre esta geração que não soube reconhecer o movimento em que fostes visitada! Não haverá muros que impedirão os Exércitos que se abaterão sobre vós!”

Tico: Por que a imprensa velha não enaltece os “pibãos” da Argentina e Venezuela?

Teco: Porque é um crescimento do proletariado. Para os capitalistas, meia palavra basta.

Aparecida: E como pensa o governo dos Estados Unidos?

Bytes: Deu no jornal “O Globo” de 30 de maio de 1963, cuja manchete foi “Rusk: Os EUA cumprirão o que prometeram ao Brasil”: “O ministro da Fazenda, Sr. San Tiago Dantas, disse ontem, em um programa de televisão, que o govêrno federal preferiu a fórmula de comprar o acervo ou as ações das emprêsas estrangeiras concessionárias dos serviços públicos de energia e de telecomunicações, por ser êsse o caminho mais realista para tirar, com a urgência que se faz necessária, os serviços de estagnação em que se encontram. San Tiago Dantas, afirmou que o intuito foi evitar um ônus bem maior para a economia nacional”. E mais: “O presidente Kennedy convocou cerca de 75 importantes homens de negócios para uma conferência, têrça-feira próxima, destinada a encarar séria e imediatamente os problemas da integração racial nos estados sulinos. Uma das metas é garantir-lhes emprêgos e iguais facilidades e serviços que são de uso público”.

Aparecida: Deu no jornal “O Globo” de 30 de maio de 2013, 50 anos depois: “A encruzilhada da economia. Nem Pibinho segura juros, que vão a 8%. Decisão unânime do BC mostra que inflação preocupa mais que crescimento pífio. País poderá crescer somente 2% este ano, o que será explorado na eleição de 2014”. E mais: “Top Gun sobre o Maracanã. Como treinamento para a Copa das Confederações, em junho, e a Jornada Mundial da Juventude, em julho, a Aeronáutica e a Marinha testaram os procedimentos que devem ser adotados em caso de aeronaves e embarcações suspeitas. Como num filme de ação, dois caças F-5 interceptaram um avião de modelo Brasília C-97 que decolara do Santos Dumont e sobrevoava o Maracanã. Começou ontem com filas e confusão a entrega dos ingressos para o torneio”

Bytes: De acordo com números revisados do Departamento de Comércio dos EUA que foram divulgados hoje, a queda nos gastos do governo pesou mais que o esperado sobre a economia dos EUA nos primeiros três meses do ano. A economia americana cresceu a uma taxa anual de 2,4% durante o período, 0,1 ponto percentual abaixo da estimativa inicial. O crescimento foi pressionado com a queda nos gastos do governo e com as empresas fora do setor agrícola com encomendas a um ritmo mais lento. O número de estadunidenses que fizeram novos pedidos de seguro desemprego subiu inesperadamente na semana passada.

Aparecida: O que você achou do crescimento do PIB brasileiro no primeiro trimestre?

Bytes: O que podemos afirmar é que a imprensa velha dará a “má notícia”. Para os capitalistas, meia palavra basta.

Aparecida: O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, disse que o crescimento de 0,6% do Produto Interno Bruto brasileiro no primeiro trimestre confirma o “excelente desempenho da formação bruta de capital fixo”, que é a taxa de investimento na economia. O que você acha?

Bytes: Outros dirão que o aumento da taxa Selic irá frear os investimentos e não aumentar os investimentos. O importante é que os “anciãos das horas” estão distraídos. Viva!

Aparecida: O que você achou da visita do vice-presidente estadunidense? Ele disse que o Brasil já não é um país emergente e que há um interesse de estreitar o comércio com o país. Mas ele viajou primeiro para a Colômbia que formou há um ano a Aliança do Pacífico, considerado rival do Mercosul.

Bytes: O que podemos afirmar é que animado com a explosão dos gastos de turistas brasileiros em viagens ao Reino Unido, o governo britânico preparou um plano especial para atrair mais visitantes do país, e, claro, incentivá-los a abrir ainda mais o bolso. O pacote inclui o ensino de português a lojistas e atendentes de hotéis, a criação de voos diretos para outras capitais além de Rio e São Paulo e até iscas específicas para atrair a cobiçada classe C. E até tentar atrair a classe C. Para os capitalistas, meia palavra basta.

Aparecida: O seu Carlos disse, exaltado: “Os garis da Comlurb tiveram que fazer uma limpeza apressada no morro Santa Marta porque está prevista a visita do Biden. Tudo feito para inglês ver e o vice-presidente não se escandalizar com o chiqueiro”.

Bytes: Um leitor de “O Globo” escreveu sobre reportagem da revista Domingo no qual é relatado o investimento privado nas comunidades pacificadas: “Não dá para acreditar que pessoas que sempre moraram em confortáveis residências no asfalto resolvam residir no alto de algum morro, por melhor que seja a comunidade pacificada. Quem vive lá por necessidade ou circunstância conhece bem a realidade. Puro modismo, que vai durar até que a realidade bata à porta ou as facilidades acabem”.

Aparecida: O que você acha desses investimentos?

Bytes: O Paul, que mora em Nova York, enviou uma mensagem de um vizinho republicano: “Pensamos que atingiríamos a paz social mandando os negros para viver na Libéria. Assim nos livraríamos de quem não quer estuda, mas só fumar maconha”. Eu respondi: “Hitler teve idéia de enviar as raças inferiores, como ele chamava os judeus e homossexuais, para ilha francesa de Madagascar, na África. Mas preferiu a solução final”. Bem apocalíptico.

Aparecida: Por falar em homossexuais, milhares de opositores ao casamento homossexual fizeram uma manifestação em Paris no último domingo que acabou em confronto com a polícia. "Último Dia das Mães antes da liquidação", proclamava um cartaz em meio à multidão de manifestantes, muitos dos quais gritavam palavras de ordem contra o governo socialista. A polícia calcula em 150 mil pessoas que atravessaram o rio Sena. Nos últimos dias, a tensão aumentou entre o governo socialista e o principal partido de oposição, a UMP, de direita, acusada pelo primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault de ter uma "grande responsabilidade" ao "causar tensão e radicalização". O que você acha?

Bytes: Ontem, o papa Francisco disse que a Igreja Católica não é uma organização criada por um grupo de pessoas, mas é "obra de Deus", que está composta de pastores e fiéis com seus "defeitos e pecados", e que "até o Papa tem pecados... e muito", mas Deus sempre os perdoa. "Neste projeto, encontra suas raízes a Igreja, que não é uma organização nascida do acordo de algumas pessoas, mas, como nos recordou tantas vezes o Papa Bento XVI, é obra de Deus", disse Francisco. Há o espaço-tempo que cria a matéria. O teólogo Boff foi censurado pelo então cardeal Joseph Ratzinger durante a inquisição na Doutrina da Fé por ter escrito “Eu, pecador”. A reação da Cúria romana foi imediata: “Quem procede assim são os protestantes”.

Aparecida: Ah, entendi! Está na “Boa Notícia” de Nosso Senhor Jesus Cristo sobre os seus discípulos: “E falando eles destas coisas, o mesmo Jesus se apresentou no meio deles, e disse-lhes: Paz seja convosco. E eles, espantados e atemorizados, pensavam que viam algum espírito. E ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que sobem tais pensamentos aos vossos corações? Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo. Apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho. E, dizendo isto, mostrou-lhes as mãos e os pés. E, não o crendo eles ainda por causa da alegria, e estando maravilhados, disse-lhes: Tendes aqui alguma coisa que comer? Então eles apresentaram-lhe parte de um peixe assado, e um favo de mel; O que ele tomou, e comeu diante deles. E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos. Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos, E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém”.

 

AO ESPÍRITO SANTO

Rio de Janeiro, 30 de maio de 2013

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exibições: 425

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço