A Gripe H1N1 merece todas as cautelas. Cerca de 12 milhões de alunos tiveram as férias prorrogadas Brasil afora. Ok, até porque a maioria das vítimas fatais é formada por jovens e adultos, ao contrário da Gripe Sazonal (Comum), que mata mais os idosos.

Até o dia 29 de julho, a H1N1, que completa um mês no Brasil, produziu 58 (cinquenta e oito) vítimas fatais.

E a Gripe Comum, Sazonal? Quantas pessoas morreram em um mês? E ao longo de 2009? Tais números, se é que algum dia pintaram na grande mídia, tomaram chá de sumiço. A que se deve tamanho silêncio? Estatística ainda inconclusa, por parte do Ministério da Saúde? E os números de anos anteriores, então, por que não são citados?

Em 2008, a Gripe Comum matou 70.142 (setenta mil e cento e quarenta e duas) pessoas no Brasil. Média mensal: 5.845 óbitos. São números espantosos, especialmente para quem jamais se havia detido no assunto. Quem diria que uma gripe comum seria capaz de tantas tragédias? É lastimável, mas é a realidade.

Corre por aí uma tese curiosa: os que têm mais de cinquenta anos estão apresentando resistência maior à H1N1 do que à Comum, em razão de nos anos cinquenta do século passado terem adquirido anticorpos decorrentes da(s) gripe(s) espanhola(s), que àquela época ainda grassava(m) pelo mundo. Se os mais velhos resistem mais, e os jovens já são naturalmente mais fortes, há a possibilidade de o número de vítimas das gripes em geral ser inferior à média anual até aqui verificada. Torçamos.

Fica o registro.

Exibições: 28

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço