Grupo cristão faz manifestação na Avenida Paulista e entrega folhetos pregando contra gays

fonte: Revista A Capa


Por Redação em 23/04/2012 às 12h07


O grupo Oliveira, dissidente da Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição, Família e Propriedade (TFP), organização ultra-conservadora cristã, fez uma manifestação na Avenida Paulista, em São Paulo, na semana paassada.
Os integrantes carregavam estandartes dourados com a imagem de Plínio Correio Oliveira, fundador da TFP, e entregavam folhetos e livros que denunciavam a prática do aborto e os homossexuais.
"Esses são os livros da campanha, pelos quais denunciamos a ação do movimento abortista e do movimento homossexual. É uma campanha pacífica, pois a atuação destes grupos leva a uma perseguição religiosa no Brasil", explica um deles.
Martins (foto), assessor de imprensa do grupo, diz que a homossexualidade é um vício e que não pode ser apoiada pelo governo. "Há tratamento uma vez que a pessoa se viciou, muitas vezes por causa da má companhia. Temos curas e no livro há vários casos e doutores que fazem esse tratamento", afirma ele.
Os panfletos distribuídos pelo grupo dizem que a adoção de uma criança por um casal homossexual prejudica sua educação e que os gays são responsáveis por uma epidemia de AIDS, cujos infectados custam muito aos contribuintes por conta do seu tratamento.
"A maior parte da população brasileira é católica ou cristã. A maioria também é contra [os gays], então a lógica da democracia diz que seria justo legislar para ela. Não queremos um Estado que protege, prolifera e ensina nossas crianças o homossexualismo (sic)" , encerra ele.

Exibições: 84

Comentário de Ariston Álvares Cardoso em 28 abril 2012 às 13:31
Respeito a vontade livre de quem quer que seja de comer merda, tomar veneno, se enforcar e até inverter o papel que a natureza lhe reservou, desde que não pertube ninguém, qualquer que seja a sua vontade, faça-o, atingindo a sí próprio tão somente, mas, impor à mim mesmo que através de outrem, uma vida que não quero e é isso que essa classe gay brasileira faz e com apoio do governo, isso é inadmissível, é imoral e afrontante, fere a dignidade e desmoraliza e como tal tem de ser vito com repulsa e até se preciso for com força pois se se permitir tais abusos, este Brasil vai dentro de pouco tempo se transformar em terra da prostituição social e política e não vai mais ter o sagrado direito de ser considerado país familiar tal qual se dá com a política que tomou conta da situação, instituiu o roubo do dinheiro e do patrimonio público somente para eles sacrificando o bem estar de toda a população brasileira que não conta com assistencia aos seus sagrados direitos à plena cidadania, ser viado é uma questão de foro íntimo e não deve ser cultura de quaisquer povos do mundo.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço