O grande cantor da Mangueira, JAMELÃO, se tiver um momento de folga, não perde tempo: dorme. Ele dorme até numa roda de partido alto, enquanto aguarda a hora de cantar os seus versos.

No auge da Rádio Nacional, quando a emissora possuía a maior e melhor orquestra do Brasil, Radamés Gnattali preparou um grande arranjo para a música "Folha Morta" (Ary Barroso), grande sucesso da época de Jamelão.

Programa no ar, o apresentador anuncia:

- Jamelão!

O cantor entrou, postou-se em frente ao microfone, e a orquestra atacou a introdução. Era uma introdução longa, meio sobre a sinfonia, enorme. Jamelão, em pé, dormiu junto ao microfone. No momento exato que deveria começar a cantar, Radamés Gnattali catucou-o e chamou-o:

- Jamelão!
E ele começou a cantar:

"Mangueira
Teu cenário é uma beleza".



************

FONTE:




ABC de Sérgio Cabral: Um desfile dos craques da MPB. - Rio de Janeiro: Codecri, 1979.

Caricatura: Nássara.




************

Exibições: 91

Comentário de Gregório Macedo em 5 outubro 2009 às 1:04
Já ao ler as historinhas do Sérgio Cabral o sujeito fica esperto. Ótima estreia.
Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço