J. Cascata (Álvaro Nunes)
*23/11/1912 -  Rio de Janeiro (RJ)
+27/1/1961 - Rio de Janeiro (RJ)

 

 

 

Desde criança, Arthur Maia ouvia histórias a respeito do tio-avô Álvaro Nunes e escutava suas composições em discos ou nos encontros promovidos por sua família, repleta de músicos. Agora, quando o tio-avô Álvaro (mais conhecido como o compositor J. Cascata, de clássicos como “Minha palhoça” e “Lábios que beijei”) completaria 100 anos, o baixista retoma seu repertório num show-tributo que faz dia 19/12/2012, quarta-feira, às 19h30m, no Teatro Rival, com convidados.

 

 

- Minha vida está totalmente ligada à de J. Cascata. Meu pai conheceu minha mãe através dele - conta Maia. - Desde que comecei a ouvir falar dele, sempre me impressionei por sua versatilidade. “Minha palhoça”, por exemplo, tem música e letra dele. Era letrista, músico, produtor de discos, fundador da UBC e pagava seu curso de música jogando como ponta-esquerda no Carioca Futebol Clube.

 

 

 

 

Arthur Maia

 

 

 

 

O baixista ressalta a importância de Cascata, gravado por intérpretes como Orlando Silva e Silvio Caldas:

 

 

- Ele foi um dos grandes compositores do Brasil. Emplacou sucessos nos anos 1930, 1940. A música brasileira ainda estava se formando. Ele foi contemporâneo de Cartola, Almirante, Braguinha, Pixinguinha... Muita coisa que veio depois dele carrega as influências do que ele fez.

 

No show, as músicas ganharam novos arranjos, mas Maia buscou beber dos originais:

 

 

- As canções foram gravadas originalmente com arranjos de nomes como Guerra-Peixe, Radamés Gnattali, Pixinguinha. Estamos fazendo um som contemporâneo, mas fazemos referências aos arranjos originais em algumas partes das músicas.

 

 

O show será gravado - a ideia é transformá-lo num DVD. Para cantar as músicas - sucessos e “pérolas menos conhecidas como o maxixe ‘Nosso ranchinho’, parceria com Donga”, adianta o baixista -, foram convidados artistas como Mart’nália, Zé Renato, Thais Motta, Zé Tobias e o grupo Arranco de Varsóvia.

 

 

- Convidei também o cantor Chamon e a francesa Valeria Lu, que vai fazer um duo com Marcelo Ferreira - diz Maia. — Não sou cantor, então chamei intérpretes para fazer jus ao compositor.

 

 

 

Nosso ranchinho” (J. Cascata/ Donga) # J. Cascata (voz) / Velha Guarda

 

 

 

 

 

 

Lábios que beijei” (J. Cascata/ Leonel Azevedo) # Roberto Silva

 

 

 

 

 

 

Minha Palhoça” (J. Cascata) # Mônica Salmaso

 

 

 

 

 

 

 

************

 

Fonte:

- Jornal O Globo / YouTube

 

************

 

Exibições: 120

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço