http://www.youtube.com/watch?v=i0PWukxRV8U

O Brasil vai finalmente poder conferir, ao vivo, o talento, a diversidade e o multiculturalismo do Idan Raichel Project, que já viajou o mundo todo com 10 de seus principais integrantes. Através da iniciativa do Hillel Rio, umas das mais fortes instituições judaicas voltada para jovens no Brasil, o coletivo fará apresentações no Rio de Janeiro, dia 2/12, no Canecão; em Salvador, dia 5/12; e em São Paulo, dia 7/12, no Teatro Abril.

O Idan Raichel Project é um coletivo multicultural e único que vem chamando atenção da crítica das mais importantes publicações internacionais. O grupo mudou completamente a imagem da música popular israelense, com uma mensagem de amor, paz e tolerância, e a colaboração de músicos das mais diferentes culturas, inclusive a árabe. Combinando doses de música tradicional etíope, cantos do Yêmen, salmos bíblicos e ritmos caribenhos, o Idan Raichel Project criou um estilo único, capaz de derrubar fronteiras geopolíticas aparentemente intransponíveis armado apenas de boa música.

O arquiteto deste projeto é o tecladista, compositor e produtor Idan Raichel, que nasceu em 1977 numa pequena cidade perto de Tel Aviv, onde ainda mora. O músico começou tocando acordeon e desde os nove anos sentia-se atraído pela sonoridade exótica do tango e da música cigana. Aos 18 anos, durante seu serviço militar, integrou a banda de rock do exército, da qual foi diretor.

Trabalhando como conselheiro numa escola para imigrantes, Idan conheceu jovens da Etiópia e passou a frequentar bares e clubes etíopes. Foi nesta época também que Idan passou a acompanhar Ivri Lider, um dos mais populares artistas israelenses. No porão da casa de seus pais, começou a imaginar o que viria a ser o Idan Raichel Project. Para realizá-lo, convidou mais de 70 amigos dos mais diversos cenários musicais para participar das gravações, artistas de Israel e de diversas outras partes do mundo, incluindo Colômbia, Ruanda, Mali, Índia, Etiópia e Cabo Verde.

O Idan Raichel Project é o melhor exemplo do atual cenário musical israelense, que vai muito além da música folclórica e reúne pessoas de diferentes regiões, tradições e experiências em torno de uma única linguagem musical. A música do Idan Raichel Project é uma celebração da diversidade multicultural, na qual os elementos étnicos foram revistos por grooves modernos, a fim de fortalecer a ponte entre o tradicional e o moderno.

Seus ‘experimentos’ resultaram no álbum “The Idan Raichel Project”, que se tornou um dos mais vendidos na história de Israel e impulsionou-o a tornar-se uma figura de destaque na cena musical internacional. Depois desse, seguiram-se outros dois álbuns de igual sucesso: “Out of My Depths e “Within my walls”. Todos inéditos no Brasil.

A explosão de popularidade e a quebra de recordes de vendas dos CDs em Israel e shows lotados ao redor do mundo revelam o poder da poesia de músicas cantadas em hebraico, árabe, espanhol, inglês entre outros idiomas e dialetos, sempre falando do verdadeiro significado da palavra amor num mundo complexo e repleto de conflitos.

Como seria praticamente impossível reunir todos os músicos que participaram do projeto em seus shows, Idan escolheu alguns dos mais versáteis artistas para acompanhá-lo no palco. A ideia principal é que não há um líder. Cada música é cantada por um vocalista diferente.

Isto é o reflexo do próprio nome do coletivo. Idan observa que “Se tivesse chamado o álbum apenas de ‘Idan Raichel’, as pessoas pensariam que eu sou a voz principal em todas as músicas. Eu escrevi, arranjei e produzi as músicas, mas canto-as junto com os outros vocalistas e músicos. Por outro lado, também não somos um grupo, mas algo entre as duas coisas.”

Nos últimos meses, Idan e sua trupe se apresentaram na Austrália, Cingapura, Índia, Hong Kong, México, Etiópia, Estados Unidos, Canadá e inúmeros países da Europa. A próxima parada é o Brasil. Daqui, eles seguem para outros países da América do Sul.

_ Estamos bastante excitados com os shows na América Latina. Certamente aproveitaremos a temporada para buscar novas colaborações e composições, especialmente com músicos brasileiros, destaca Idan.

Alguns exemplos dos membros da banda que virão ao Brasil:

Cabra Casay (vocais) – Nasceu num campo de refugiados do Sudão, durante a travessia de sua família da Etiópia para Israel, em 1981. Ela cresceu numa pequena cidade de Israel e descobriu o canto aos 14 anos, numa cerimônia municipal. Conheceu Idan quando serviu o exército israelense, cantando para os soldados em todos os cantos do país. A parceria ao vivo e em estúdio consolidou-se e vem percorrendo o mundo com sucesso.

Gilad Shmueli (bateria) – músico e produtor conheceu Idan quando tocavam com Ivri Lider. Participa do IRP desde o primeiro álbum, no qual trabalhou como coprodutor e arranjador. Gilad também colabora com Idan em alguns de seus shows.

Mark Kakon (guitarra) – Nascido em Casablanca, no Marrocos, em 1976, mudou-se para Tel Aviv em 1995 e já tocou com artistas da França, de Israel e até do Brasil, com Joca Perpignan.

Shalom Mor (oud, tar e guitarra) – Cantor e compositor israelense, gravou seu primeiro álbum solo em 2007 e atualmente viaja com o IRP. Começou pela guitarra e recentemente descobriu instrumentos de corda tradicionais do Oriente Médio, como Oud, Tar e Baglama.

Exibições: 126

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço