Impactos da alta dos preços do petróleo: a acumulação de renda petrolífera nos países da OPEP

Por Helder Queiroz, do Blog Infopetro

Na postagem sobre a crise política no mundo árabe e seus efeitos sobre o mercado internacional do petróleo foi destacado que a volatilidade dos preços permaneceria como resultado das fontes de incerteza. Estas estão associadas à instabilidade política nos países árabes e à necessidade de recomposição das relações geopolíticas estabelecidas entre países produtores e importadores de petróleo.

Cabe examinar, ao fim do primeiro quadrimestre do ano de 2011, algumas das consequências da permanência das condições de volatilidade e preços altos no mercado internacional do petróleo.

Três aspectos fortemente interdependentes merecem ser destacados e qualificados.

Primeiro, cabe enfatizar a diferença da situação atual com relação ao pico dos preços em 2008. Três anos atrás as condições de contorno da indústria mundial de petróleo eram marcadas, especialmente, pelas limitadas condições de oferta. Uma ilustração deste aspecto é apresentada no gráfico 1. É possível notar que a capacidade excedente de produção dos países da OPEP apresentava patamares muito baixos em 2008; no final de 2010, a referida capacidade excedente ultrapassava o patamar de 4 milhões de barris/dia nos países da OPEP. Ou seja, no início de 2011, os fatores ligados à estrutura da oferta não são suficientes para explicar as oscilações de preços. (...) continua no Blog Infopetro.

Exibições: 38

Comentário de Vinicius em 2 maio 2011 às 18:10

Sei que existe influência externa no resultado no preço do petróleo, mas não acredito que seja fator maior para alta dos preços e sim astúcia dos produtores quanto dos revendedores. Em um país alto suficiente não pode ter gasolina a 2,90 e isso ocorre porque existem pessoas que continuaram a sair com seus carros do que utilizar transporte (que não é publico) e nem eficaz. E o maior motivo de ocorrer essa alta e de não haver transporte publico é a falta de participação da sociedade em cobrar o que é de direito.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço