Desde fevereiro que as chuvas chegaram a municípios potiguares, este ano mais cedo e de forte intensidade, levando ameaça aos açudes e barragens já com elevado nível de represamento de água. São chuvas que em algumas regiões e municípios destas chegam a mais de 100 milímetros diários.

O que preocupa é a resistência da estrutura desses reservatórios para tanta água recebida, embora no interior todo inverno é bem vindo, sinal de muita fartura que se terá certamente caso a boa safra se confirme. Pior é quando não chove.

Mas, pelo visto, o inverno está consolidado com chuvas, em alguns casos, que chegam a assustar pelo recorde de precipitação pluviométrica, como a ocorrida nesta sexta-feira (13/3) em Dix-Sept Rosado, na região Oeste Potiguar, onde choveu cerca de 200 milímetros em poucas horas, conforme divulgou um telejornal.

O problema é que chuvas pesadas assim trazem conseqüências desastrosas para a população, provocando inundações em áreas residenciais, derrubando pontes e danificando estradas da região.

Não fosse isso, toda chuva seria comemorada por trazer alegria para as pessoas do campo, garantindo a sobrevivência de quem depende de um bom inverno.

Exibições: 39

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço