Jornalismo não é entretenimento, mas, da forma como a "grande imprensa" utiliza, é na verdade mecanismo de imbecilização. Sei que muitos podem discordar do que afirmo; não tem problema, pois, tenho convicção de que o tipo de jornalismo a que somos acostumados a ver, especialmente os telejornais, são doses ( ou poderia dizer xaropes) para manter grande parte da população na ignorância.
Para alguns colegas da comunicação, certamente vão dizer que ainda estou no tempo da Teoria Hipodermica, aquela que considera os indivíduos meros receptores, os quais têm as mensagens midiática, principalmente da Televisão, como verdades absolutas. É verdade que o mundo mudou e com ele a forma de pensar sobre o que os medios têm para nos passar. Todavia, há de convir que em uma sociedade ainda com graves problemas educacionais, onde o analfabetismo funcional é alarmante, além do analfabetismo propriamente dito, os meios de comunicação de massa ainda exercem bastante influencias sobre individuos e coletividades; no mínimo a ideia de agendamento tem consistência, de modo que não é por acaso que a imprensa golpista se utiliza de determinados estratégias e táticas para fazer valer os seus interesses. Mas ainda bem que nem sempre isso dá certo, como foi o caso das últimas eleições. A vitória de Dilma foi principalmente a vitória do povo e a certeza de que as coisas estão mudando e é sinal de que dias melhores virão.
Enquanto isso, as principais emissoras de TV do país ainda continuam com suas formas de manipulação, tendo o jornalismo como entretenimento para que aos incautos, que ainda é uma maioria da população continuem dormindo em berço esplêndido. Quem tem o mínimo de bom senso não se permite ao absurdo dos telejornais como o da Globo e suas afiliadas, os quais não apresentam nada que interesse de fato às populações, apenas entreter e emburrecer.

Exibições: 50

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço