Shirley MacLean Beaty, conhecida como Shirley MacLaine é uma lenda do cinema norte-americano. 
Eu sou uma Taurina nascida em 24 de abril de 1934, em Richmond, Virginia, filha de pais professores de teatro, psicologia e filosofia. Eles incutiram em mim uma forte ética de trabalho, um padrão para eu tentar o meu melhor para conseguir tudo que eu quisesse.

"Meus pais me fizeram uma pesquisadora, uma revolucionária."

Quando criança, apesar de ter tornozelos fracos, mamãe me matriculou na aula de ballet para fortalecer meus músculos. OBallet clássico realmente ajudou e cerca de um ano mais tarde eu experimentei minha primeira audiência ao vivo durante um recital. Minha fantasia enganchou na cortina me levando ao chão, Ri muito e até gostei! A partir daí, eu só queria uma coisa: fazer aquilo com 
perfeição. Sempre fui extrovertida, embora eu tivesse horror palco! Foi então que ética do trabalho entrou em ação porque sabia que o show tinha que continuar.

Eu aprendi outras coisas com meus pai. Eles tentaram o seu melhor para me proteger e estabelecer limites de proteção em torno minha vida. Eu não suportava as restrições até que aprendi com meus esforços prolongar meus limites. Meus pais me fizeram um investigadora, uma revolucionário, uma pessoa que queria mudar porque tinha conseguido pular esta cerca de proteção.
Em algumas atividades, eles sabiam que eu não poderia ser aproveitada. Minha mão nunca foi uma, vamos dizer, "mãe de palco". Ela nunca me forçou a ser bailarina, fui por mim mesma. Papai tinha lá suas reservas. Ele queria me proteger de uma possível frustração de não ter sucesso em meu sonho. Ele podia ver que eu nunca iria parar de ousar.  E ele parecia entender que, ironicamente, na verdade, estava me ensinando a ter coragem, porque eu vi que ele algumas grandes frustrações por não ter ousado.
No final daquele verão foi-me oferecido uma chance de fazer uma turnê com  show na Alemanha. Meus pais deixaram a decisão para mim. Percebi que eu teria muito mais chances no show business, e que aquilo era apenas uma brecha no sentido de conseguir o meu diploma do ensino médio. Voltei para a Virgínia para terminar o ensino médio e continuar com meu treinamento de balé, mas as luzes da Broadway foram nos meus olhos e eu sabia que iria voltar e realizar o sonho de me tornar uma atriz. Numa de minhas apresentações, fui notada por um produtor de cinema, que me convidou a ir para Hollyhood e trabalhar na Paramount Pictures. O primeiro filme em que atuei foi The Trouble with Harry, dirigida por Alfred Hitchcock, em 1955.
Foi aí que eu soube imediatamente que seria mais feliz fazendo filmes do que em uma companhia de balé. E estava certa que seria em comédia musicais. Eu sabia que seria bom para minha vida. 
Atuou em dezenas de filmes e ao lado de grandes astros da sétima arte, como Jack Lemmon, em "Se meu apartamento falasse"; Clint Eastwood em "Os Abutres tem Fome", Paul Newman em "A Senhora e Seus Maridos" e Peter Sellers no aclamado "Muito Além do Jardim". Porém, seu grande destaque foi o papel da temperamental e carinhosa Aurora Greenway em "Laços de Ternura" É memorável a cena em que Shirley, desesperada com a degradação física da sua filha, que sofre de câncer, grita para que as enfermeiras administrem uma injeção contra as dores. Pelo papel, Shirley finalmente conquistou o Oscar de Melhor Atriz, após outras 5 indicações da Academia.
Shirley é irmã do ator Warren Beatty e possui uma estrela na Calçada da Fama, localizada em 1615 Vine Street.
NESTE LINK, UMA HOLYWOOD INTEIRA COM TEXTOS E CARICATURAS TIPO COISA DE CINEMA!

Exibições: 55

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço