Portal Luis Nassif

La Squadra Azurra fora da Copa da Rússia !

   O  grande e saudoso jornalista Luís Mendes,o Chê,como era chamado,e que faleceu em 2011,costumava afirmar que uma Copa do Mundo sem a presença de um dos cinco gigantes do futebol mundial,Brasil,Itália,Alemanha,Argentina e Uruguai,perderia um pouco da graça,do charme.

 Eis que a Squadra Azurra,em Milão,diante,de 70 mil pessoas,empatou com a Suécia em sem gols e deu adeus à Copa da Rússia a ser realizada ano que vem.Um vexame nacional ! Mas um vexame esperado pela imprensa italiana.

 Eu incluiria a Holanda,que também não irá à Copa,pois a Laranja Mecânica revolucionou o futebol nos anos de 1974 e 78,revelou ao mundo um dos maiores jogadores do futebol mundial ,J.Cruyf,e sempre apresentou grandes jogadores e um futebol ofensivo nas Copas em que disputou.

 Bom,estou me pautando na Itália,a mítica seleção italiana,tetracampeã do mundo,dois vices,três terceiros lugares e três quartos lugares em copas do mundo.

  O futebol italiano,que sempre adotou o Calcionato em seu esquema tático,se fechando bem atrás com grandes defensores,porém sabendo ,como nenhuma outra escola do futebol mundial, utilizar o contra-ataque porque sempre teve jogadores habilidosos do meio campo para frente.E foram vários como Gigi Riva,Rivera,Betega,Antonioni,Tardeli,Baggio,Pirlo,Toti,Del Piero,Bruno Conti,Paolo Rossi e Graziani.

 Após o tetracampeonato na Alemanha,em 2006,a fonte de bons meias- atacantes e atacantes secou.Os grandes defensores continuaram a surgir,mas sem bons homens de frente o Calcionato não funciona,resultando em dois fracassos seguidos nas copas de 2010 e 2014,em que a seleção italiana não passou  sequer da primeira fase.A decadência era visível.

 Portanto,este vexame  ocorrido ontem, em Milão, era previsível até mesmo pelos jornalistas esportivos italianos.

 É bom salientar que o futebol italiano,como o brasileiro,é repleto de escândalos e falcatruas há muito tempo no seu até então outrora admirado e até milionário  campeonato nacional.

 Em 1982,quando sagrou-se tricampeã na Espanha,sob o comando do já lendário Enzo Bearzot,a Confederação Italiana proibiu que seus jogadores concedessem entrevistas aos repórteres italianos que estavam na Espanha após a descoberta,um ano antes,das manipulações de resultados na primeira e  na segunda divisões do campeonato local .Resultados da loteria clandestina,comandada pela máfia italiana,a Camorra,em conluio com jogadores e dirigentes dos clubes envolvidos.

 O grande Paolo Rossi,se não me engano artilheiro daquela copa e autor dos três gols que fizeram o Brasil chorar no Sarriá,chegou a ficar preso por quarto meses em 1981;solto pegou uma suspensão de 1 ano sem poder atuar profissionalmente ,voltando atuar justamente na Copa de 1982.

 Em 2006,ano do tetracampeonato,um novo escândalo veio à tona envolvendo jogadores e dirigentes em manipulações de resultados.Dois jogadores foram presos,sendo que um deles o lateral esquerdo titular da Azurra,já em terras alemãs,foi mandado de volta para Itália e punido,bem como dirigentes da Juventus - que teve o bicampeonato de 2004-05 cassado e foi rebaixada- ,Fiorentina,Lázio  e Milan. Sim,a Juventus da poderosa família Angelli e o Milan do Il Cavalieri Berlusconi,que chegou a ser primeiro-ministro italiano por duas vezes.Mesmo assim a máfia e o futebol italiano sempre estiveram juntos nas armações de resultados que resultavam em milhões de liras e depois Euros.

 As punições aos atletas ,dirigentes clubes não bastaram.Em 2012 mais um grande escândalo ,desta vez pior que o de 2006,quando 10 jogadores,entre eles o titular da seleção italiana Criscito,da Lázio, e Mauri ,capitão do Gênoa, e 11 ex.jogadores por manipulações de resultados e ligações com a máfia da Loteria.Tudo bem,tudo nos trâmites da justiça,todos foram punidos e o jovem Criscito nunca mais vestiu a camisa da Azurra.Perguntou-lhes : será que as armações cessaram,será ?

 Como nada foi feito para moralizar o futebol italiano ,evitando assim a fuga  de investidores ,sem contar a ecasses de meias-atacantes e atacantes foi evidente a decadência do futebol italiano e esta decadência resultou no vexame de Milão.O Calcionato foi por água abaixo ,envergonhando os tifosis e a imprensa italiana.

 O vexame brasileiro em 2014,o vergonho 7 a 1 para Alemanha,decorrente  das falcatruas ocorridas na CBF,comanda pela máfia(que foi engendrada por Ricardo Teixeira em 1990 e que  está solto  até hoje) e que tem Marco Polo Del Nero como seu novo Capo,já que Marin enfrenta as barras dos tribunais norte-americanos,jamais será esquecido na história do nosso futebol.

 É inconcebível que o presidente da entidade máxima do nosso futebol tenha  medo de viajar até apara o Paraguai para não ser preso e deportado para os EUA.Urge uma intervenção federal na CBF,colocando para fora toda a camarilha de Teixeira,Marin e Del Nero  desta entidade e responder na justiça pelos crimes cometidos.Mesmo a CBF sendo uma entidade privada ,cabe a intervenção porque ela está isenta de impostos.Cadê o MPF ? !

 A vantagem brasileira sobre a italiana ,evitando um outro vexame,é que surgiu um craque como Neymar e promessas como Gabriel de Jesus e Philipe Coutinho e a troca,quase tardia,do empresário Dunga por  um treinador verdadeiro,o Tite.

 Luís Mendes estava certo ,uma copa do mundo sem um dos seus gigantes do futebol mundial  perde a graça.

Exibições: 6

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço