Lamartine Babo e Alcir Pires Vermelho - "Alma dos Violinos"

 

Lamartine Babo e Alcir Pires Vermelho

 

 

 

Segundo relato de João Máximo, Alcir Pires Vermelho chegou mais cedo à casa de Lamartine Babo, que ainda estava jantando. Enquanto esperava, Alcir viu no piano os versos de “Alma dos violinos”, que o parceiro escrevera. Musicou ali mesmo a letra, fazendo com rapidez uma belíssima valsa.

 

 

 

 

Alma dos violinos” (Lamartine Babo/Alcir Pires Vermelho) # Moraes Neto. Disco Odeon (12161B), 1942.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Transcrição do Relato de João Máximo

 

 

 

 

Uma das mais belas melodias já escritas no nosso cancioneiro nasceu graças a um mal entendido sobre horários.

 

Alcir Pires Vermelho se enganou quanto ao combinado e chegou uma hora mais cedo à casa de Lamartine Babo, na Tijuca. Por isso enquanto Lamartine acabava de jantar, Alcir preferiu esperá-lo na sala ao lado onde havia um piano. Sobre a estante do piano encontrou os versos sob o título “Alma dos violinos”, de Lamartine, claro.

 

Ali mesmo, enquanto o amigo e parceiro jantava, Alcyr foi musicando os versos. Quando Lamartine apareceu a melodia já estava pronta como a letra sugeria, uma valsa, mas não uma valsa qualquer.

 

Há consenso entre os músicos de ontem e de hoje quanto a riqueza melódica de “Alma dos violinos”. Na época, fins de 1941 e início de 1942, os maestros das rádios e gravadoras disputavam a primazia de transformar a parte de piano de Alcir Pires Vermelho em arranjo orquestral.

 

Foi de Lamartine a ideia de dar a canção para Orlando Silva gravar com pseudo erudito arranjo para orquestra, certamente, não de Leo Peracchi, Lyrio Panicalli ou Radamés Gnattali, Orlando cantou “Alma dos violinos” no microfone da Rádio Nacional, mas com a voz um tanto cansada, preferiu não gravá-la. Quem o fez foi Moraes Neto, na antiga Odeon em 16 de abril de 1942.

 

Moraes Neto era amigo e conterrâneo de Alcir Pires Vermelho mineiro de Muriaé. No acompanhamento, como a valsa parecia pedir, ouve-se copiosa orquestração de Nilton Calazans.

 

 

 

 

***********

Fontes:

- Programa de João Máximo na Rádio Batuta do IMS.

- Site YouTube.

- Edição/montagem de fotos: Laura Macedo.

 

***********

Exibições: 370

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço