LAMBANÇA NO TEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO

O circo está armado, a lambança está feita. Sabemos como ela começa, ninguém sabe como termina.
Os músicos da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo pedem a saída do regente titular, o maestro Rodrigo de Carvalho. Pretextos não faltam: eles alegam limitada competência artística, interferências na hierarquia da orquestra e encrencas com os músicos.
Mas as lambanças não param por aí. Foram cancelados todos os concertos da orquestra até o mês de Agosto. Você, que esperava vê-la no Festival de Inverno de Campos do Jordão, esqueça. Os músicos fizeram uma eleição com voto secreto, a maioria absoluta decidiu pela saída do Maestro Rodrigo de Carvalho. Foi elaborada uma lista tríplice, com nomes para o cargo de regente titular, e os agraciados foram os maestros Alex Klein, Luis Fernando Malheiro e Carlos Moreno.
A Secretaria de Cultura manda notas burocráticas, aquelas que não respondem nada. Querem transformar o Teatro Municipal de São Paulo em uma Fundação, mas a idéia gera polêmicas. Às vésperas de seu centenário, que se comemora em 2011, temos os corpos estáveis do teatro sem função, sem temporada regular, sem garantias de emprego e uma reforma que nunca acaba. Saudade dos tempos em que o Ira Levin era diretor e tínhamos uma temporada digna.

Exibições: 31

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço