Portal Luis Nassif

Malvina Pereira: a soprano que o Brasil esqueceu.

Malvina Pereira, a soprano brasileira

que fazia sucesso internacional há mais de 100 anos, agora tem um rosto.

 

Não foi fácil encontrar uma imagem de Malvina Pereira no palheiro de fotos que é a grande rede. Mas aí está ela, de quem não se pode mais dizer que é uma cantora "sem corpo", ou sem rosto. A foto é precária, produto das técnicas de clicheria dos antigos jornais, mas é um documento importante e raro, que os brasileiros estão conhecendo somente agora.

Encontrei-a não aqui no Brasil, que ainda não aprendeu a preservar a própria memória cultural, ou na Argentina, onde Malvina fez sua estréia em 1901. Tampouco encontrei-a na Itália, onde desenvolveu sua carreira e gravou uma das primeiras versões completas de "O Barbeiro de Sevilha", de Rossini. 
Fui encontrá-la em San Francisco, California, que conservou registros de sua bem sucedida passagem por lá em setembro de 1912. E foi graças ao magnífico Center for Bibliographical Studies and Research (CBSR) da University of California, Riverside, que colocou à disposição do público o projeto California Digital Newspaper Collection.

O  CBSR digitalizou periódicos que circularam na California desde 1846. Foi no San Francisco Call (jornal que circulou em San Francisco entre 1890 e 1913), que encontrei matérias com fotos e comentários críticos sobre as atuações de Malvina Pereira. O trabalho de digitalização do acervo está tão bem feito que é possível fazer buscas por nomes citados no conteúdo das matérias de vinte e oito impressos de diversas épocas. E nesse mar de milhares de páginas é possível localizar um simples nome.  

Malvina Pereira é sem dúvida uma precursora. Um nome que precisa ser conhecido e mais estudado. Ela estreou um ano antes de Bidu Sayão nascer! E já fazia sucesso na Itália quando nossa soprano de maior prestígio internacional no século passado ainda brincava com suas bonecas. E a voz de Malvina não fica devendo nada à da prestigiada Bidu.

Os registros sobre sua carreira cessam em 1920. Maior mistério é a sua vida. Sabe-se apenas que nasceu em Florianópolis em 1883 e que foi casada com Ettore Cauli, jornalista italiano que teve atuação na imprensa de São Paulo. Já escrevi para a Secretaria de Cultura de Santa Catarina em busca de outras informações sobre essa ilustre desconhecida da terra, mas ainda não obtive resposta.
O recorte abaixo, extraído da edição de 05 de outubro de 1912 do San Francisco Call, dá idéia do seu sucesso nos EUA há quase 100 anos, em matéria assinada pelo crítico Walter Anthony.

Malvina Pereira: sucesso em San Francisco, California, em setembro/outubro de 1912

 

Henrique Marques Porto

http://operasempre.blogspot.com/

Exibições: 124

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço