JOGO RÁPIDO

Mas nem a seleção consegue nos empolgar. Tempos atrás, dia de jogo do Brasil era sagrado, com chuva ou sol, não importava o horário e o dia da semana, mesmo sendo um simples amistoso. Lá estavam os botecos, as padarias com as suas tevês ligadas. Mas hoje não foi assim, parecia uma segunda-feira pra lá de comum. Parece que estamos desiludidos. Dizem que é por causa dos cartolas como Ricardo Teixeira.

Todos nós já percebemos que o Mano Menezes é bom de papo, não tem medo do microfone, nem da imprensa, mas resultado que é bom…

Sofremos de falta de entusiasmo. No nosso campo funcional, assistimos um solitário colega que não se conformou com manobra do governo de Rondônia e deu uma de Davi contra Golias, conseguindo sucesso ao acionar o Ministério Público, barrando benefícios fiscais a usineiros. Mas, ironicamente, não conseguiu empolgar a sua própria categoria, os seus pares. O que se viu, foram poucas manifestações explícitas de apoio por parte das entidades do Fisco ao nobilíssimo servidor de exemplar espírito público.

Nem as entidades de classe, nem a seleção de futebol, muito menos a classe política, conseguem nos provocar para a mobilização. Ainda mais nos tempos de interlocutores que sabem muito bem falar e escrever. A moda agora, nas negociações, passou dos ofícios para a troca de emails. Belos textos e comunicados, que envaidecem o ego do próprio subscritor, mas notícia que é bom… e fatos concretos… algo muito parecido com o jogo de hoje contra a ‘poderosa’ seleção de Gana, alguns bons lances, mas apenas um golzinho…

Na real? O que falta, tanto pra seleção, como para nós mesmos, é um pouco de apetite, algum ímpeto, impulso, garra e GANA de vencer!

TeoFranco

www.BLOGdoAFR.com

Exibições: 73

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço