"Marina" e a quebra de regras das gravadoras

Dorival Caymmi, Francisco Alves, D*** Farney e Nelson Gonçalves

Entre o fim e o início das décadas de 1940/1950, respectivamente, o “samba-canção” marcou presença no cenário musical brasileiro como um gênero romântico, substituindo a valsa e o foxtrote.

O compositor/cantor Dorival Caymmi lapidou sua obra com base em três vertentes: as canções praieiras e os sambas de roda, com ênfase na Bahia, e os sambas urbanos de inspiração carioca.

Neste post vamos destacar a composição - “Marina” - gravada pelo próprio autor e, também, por Francisco Alves, D*** Farney e Nelson Gonçalves, em 1947.

Nessa época as gravadoras não concordavam com lançamento de uma composição por vários intérpretes. O fato das quatro gravações de “Marina”, no ano de 1947, foi considerado uma quebra de tabu.

Segundo os escritores Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello uma curiosidade dessa composição é que ela não foi inspirada por nenhuma musa de Dorival Caymmi e sim pelo seu filho Dori (na época com três anos de idade) que após receber uma bronca do pai ficou resmungando: “Tô de mal com você, tô de mal com você...”. Essa expressão infantil ficou na mente de Dorival e foi aproveitada na hora de compor “Marina”.

Marina” (Dorival Caymmi) # Francisco Alves. Disco Odeon (12.773-B). Gravação (11/03/1947) / Lançamento (maio/1947).

Marina” (Dorival Caymmi) # D*** Farney. Disco Continental (15.783-A) / Matriz (1651). Gravação (19/04/1947) / Lançamento (junho/1947).

Marina” (Dorival Caymmi) # Nelson Gonçalves. Disco Victor (80.0520-B) / Matriz (S-078756). Gravação (30/05/1947) / Lançamento (agosto/1947).

Marina” (Dorival Caymmi) # Dorival Caymmi. Disco Victor (80-0536-A) / Matriz (S- 078762). Gravação (11/07/1947) / Lançamento (agosto /1947).

 

______

Agradecimentos especiais ao escritor/jornalista/pesquisador Miguel NIREZ de Azevedo pela liberação do fonograma, “Marina”, gravado por Dorival Caymmi.

______

************

Fontes:

- A Canção no Tempo - 85 Anos de Músicas Brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1997.

- Banco de Dados do Arquivo Nirez.

- Fotomontagem: Laura Macedo.

- Montagem Áudio SouldCloud: Laura Macedo.

- Revista BRAVO! Especial 100 Canções essenciais da MPB. Ed. Abril, 2008.

- Site YouTube - Canais: “Gilberto Inácio Gonçalves” / “George Kplan”.

************

Exibições: 138

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço