Mas... os Brasileiros Reclamam De Quê? De Que???

Brasileiros Reclamam De Quê?

Tá Reclamando do Lula? do Serra? da Dilma? do Arruda? do Sarney? do Collor? Do Renan? do Palocci? do Delubio? Da Roseanne Sarney? Dos politicos distritais de Brasilia? do Jucá? do Kassab? dos mais 300 picaretas do Congresso?


Brasileiro Reclama De Quê?

O Brasileiro é assim:

1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura.

5. - Fala no celular enquanto dirige.

6. -Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

7. - Pára em filas duplas, triplas em frente às escolas.

8. - Viola a lei do silêncio.

9. - Dirige após consumir bebida alcoólica.

10. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

11. - Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.

12. - Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

13. - Faz "gato" de luz, de água e de tv a cabo.

14. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

15. - Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto.

16. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

17. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20.

18. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

19. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

20. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.

21. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.

22. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

23. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

24. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

25. - Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

26. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis.... como se isso não fosse roubo.

27. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

28. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo quem ainda não foi inventado.

29. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

30. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos...???

Escandaliza- se com a farra das passagens aéreas...

Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo ou não?
Brasileiro reclama de quê, afinal?

E é a mais pura verdade, isso que é o pior! Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário!

Vamos dar o bom exemplo !!!!!!!!!!!!!!!!

Espalhe essa idéia!

"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores (educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta, através dos nossos exemplos..."

A mudança deve começar dentro de nós, nossas casas, nossos valores, nossas atitudes!

Grande abraço !!!

Exibições: 247

Comentário de Marcel Brasil Portella em 4 novembro 2010 às 3:43
Babi, me apaixonei por você agora, nesse momento.
ADOREI.
Cara, eu falo isso todos os dias, mas você concretizou a idéia, já tá na rede rsrsrsrsrs
Grande abraço
Comentário de Babi Fernandes em 4 novembro 2010 às 4:04
Legal.... e isso é uma grande verdade, ou seja, todos nós temos algum defeito e erros que cometemos !!! Eu sou uma pessoa que tenho também meus defeitos e um deles é a ter um costume bem vergonhoso, que é de tentar bancar a espertinha e furar uma fila.. Mas que vergonha isso !!! E depois a gente quer cobrar de outros... Não tem cabimento , não é mesmo?
Então, antes de cobrar as coisas de outros, devemos rever o que fazemos de errado, correto??????????
Um grande abraço !!!
Comentário de Diógenes em 4 novembro 2010 às 4:08
Os antigos coroneis do politica brasileira tbem usavam de expediente semelhante. Palavras biblicas: 'Atirem a primeira pedra quem nunca pecou'. Só poderei se julgado e condenado nos tribunais de Deus, dizia o coronel.
Comentário de Marcel Brasil Portella em 4 novembro 2010 às 5:12
A falsa Moral Judaico-Cristã.
Mas as pessoas adoram isso, é impresionate.
Costumo dizer que não resistem a cinco minutos de perguntas inconvenientes.
E tome Arnaldo Jabour pelas fuças.
Comentário de Rosana Ferronato em 4 novembro 2010 às 8:49
Você há de concordar que parte destas regras existem para a conveniência de uma pequena elite. Nem tudo o que nos é imposto (com duplo sentido, mesmo), somos obrigados a engolir. A forma como se transgridem as regras é que, talvez, não seja coerente, não seja correta, não seja inteligente...
Comentário de Claudio Josino Da Costa em 4 novembro 2010 às 11:24
Discordo. Não se pode generalizar tanto. Há pessoas honestas. Nossas instituições são muito mal administradas, em todos os sentidos. Poucas vezes vi um chefe de fiscalização tão honesto, decente, competente, como o dos proutos animais, dr. Celio Falhaber, no desgoverno Sarney. MOrava em Brasília, não aceitava carro oficial, suborno, comportamento dúbio. Se o brasileiro, de uma maneira geral, não presta, nas palavras da senhora, recorde de que cada pessoa se olha em um espelho. O presidente da atual república chegou ao absurdo de caracterizar o sr. José Sarney, que consegue emprego público para namorado da neta, como intocável. Há seriedade, sim. Pessoas portadoras de deficiência física têm enorme dificuldades neste país de cidadãos de diferentes categoria, o que não deveria suceder, e o MP nada faz.
Comentário de Marcel Brasil Portella em 4 novembro 2010 às 11:49
Mas a questão não é essa.
Não é usar uma pra desculpar a outra.
Evidentemente que temos pessoas honestíssimas. claro.
Mas o que temos que entender é que, numa sociedade baseada no capital, esse mesmo capital sempre irá defender seus interesses, o que não deixa de ser legítimo.
O prolema é que o interesse do capital não é o social e sim o lucro e aí está o resultado.
Não importa se ditadura, se comunismo, socialismo, capitalismo, democracia. Não é o sistema político, é o sistema financeiro. monetário, que foi criado de forma a manter coisas o jeito que estão.
Olhe para as tibos indígenas, e verá que ali não há corrupçao, nem confitos de classe, simplesmnte porque é uma sociedade que não é baseada num sistema financeiro e sim num siitema de valores reais, concretos. Ali estamos em nosso estado bruto, em nossa essência.
A corrupção da sociedade começa com a apropriação dos bens comuns e naturais da humanidade, na divisão das classes.
Então, pressupor e exigir uma perfeição moral que sequer temos em nossa própria casa, acho hipócrita e cínico.
Pressupor que num sistema baseado no capital (que é abstrato) irá algum dia estar livre de corrupção e do jogo de intereses e da tentativa de uma pequena parcela de se locupletar com o poder, é se iludir.
não vai. Eu dira, nunca.
Então a política se torna esse jogo mesquinho, o que tentamos aqui melhorar, compreender, mas não podemos analisar o "jogo" de forma simplificada isolada do contexto de nossa realidade.
O que queremos dizer aqui é que, antes de direitos existem deveres, que não são cumpridos por ninguém, o que não anula o direito individual, mas sabota o proceso, porque demonstra que é uma condição da sociedade como um todo, e não "dos políticos".
Ele saíram daqui, não apareceram do nada.
Por fim, o que queremos é questionar a postura individual.
O sitema representaivo foi só mais um golpe das elites, porque distancia o poder dos governados, isola, transfere a responsabilidade e aí etá o resultado.
Quanto aos judeus e cristãos (enquanto religiões),
bem, a história está aí.
Comentário de Marcel Brasil Portella em 4 novembro 2010 às 12:06
Concordo com você em tudo, também não aceito, mas veja: quem colocou os Sarneys lá?
Quem impôs ao jogo, esses personagns?
Fomos nós.
Quando o cara radicaliza (o que acho muito bom) como o Chaves, aí vira ditador.
Porque só assim.
Vou te contar uma história que pra mim foi definitiva nesse sentido..
Quando rolou a história do famigerado mensalão (espero que você não tenha caído nessa), quando ficamos atônitos, ocorreu a seguinte conversa entre mim e um amigo jornalista, conceituado, que esteve preso com o Herzog quando de sua morte.
Hoje ele está no governo É comunista.
E eu fiz a perguinta: - Como podia, depois de 500 anos, conseguirmos colocar um Presidente de forma tão contundente e com tamanha força popular e esse presidente não chamar a massa para fortalecê-lo no processo, para que evitasse os mesmos vícios e imposições do jogo.
Bem a resposta foi:
- Olha, pensamos muito sobre isso e, ou era isso, ou a única alternativa era fechar o Congreso.
E não custa lembar como as massas são suscetíveis e voláteis.
Então o proceso é lento, é de aprendizado e é viciado.
Não há como não fazer concesões. Até que amadureça, se consolide, não tenhamos mais fome, nem miséria e o Estado funcione de fato para todos.
Exijamos o melhor, sempre, mas não sejamos intransigentes, sejamos estratégicos.
Na ponta do lápis, olhe o Governo Lula e olhe toda a história do Brasil anterior e ele ganha é de lavada.
Olhe para o nosso novo Congresso.
já mudamos muito, já aprendemos muito, evoluímos demais e só temos 21 anos de democracia
Isso é fenomenal.
Mas não é com falsa moral, com hipocrisia e com simplificações que iremos resolver isso, porque a falsa moral não tem intereses legítimos. Como a moral, os intereses também são falsos.
Comentário de Claudio Josino Da Costa em 4 novembro 2010 às 12:56
Quem segurou OS SARNEYS foi o atual presidente, que fez campanha em favor de TODOS os famigerados meliantes - e não apenas o chefão e filha.
Jornal CONTINUA CENSURADO PELO JUDICIÁRIO A PEDIDO DOS CORONÉIS DA FAMÍLIA DO SR. JOSÉ RIBAMAR. Conheci alguns brasileiros no Instituto de Neurologia, Flamengo, Rio, Brasil - com médicos reconhecidos internacionalmente como o saudoso dr. Deolindo Couto (piauiense), os competentes e estudiosos drs. Riba Portugal (carioca), Araújo Leitão (cearense) e tantos outros, e no RUSK (Institute of Rehabilitation Medicine), NY, NY, USA. Um jovem carioca, filho de professor de Português em Washington, foi vítima de acidente no Arpoador, Rio e sempre teve total respeito nos USA, No Brasil, NADA. Todos sérios, jamais praticariam qualquer dos atos enumerados na lista asquerosa. O Brasil será esse arremedo de país enquanto a tolerância viger, enquanto magistrados que vendem sentença forem "punidos" com "aposentadoria", recebendo seus ganhos, tornando-se "consultores" e NÃO SÃO PROCESSADOS COM PERDA DE CARGO. Se os revolucionários russos fossem requerer "indenização" pelo sofrimento que se lhes inflingiu, os cofres públicos não resistiriam. Por que não se processa a sra. Erenice Guerra e seu bando? ou não existem provas bastantes? por que o jornalista assassino paulista que matou a namorada, à queima-roupa, permanece livre? O atual governo ganha muito em PUBLICIDADE. A composição do STF é vergonhosa. Há juristas de nomeada em todo o país. Vão longe os tempos em que Barata Ribeiro foi nomeado para o STF e RECUSOU porque não era possuidor de notório saber. ÉTICA. Nos dias atuais, basta ser amigo do presidente de qualquer tribunal e a vaga estará assegurada. Foi isso que aprendemos? Melhor permanecer íntegro e sem essas lições de "malandragem política". Estacionar em local destinado a pessoas com defeitos físicos, em Zurique, custará 500 francos suiços ao infrator. Sem comiseração. No Brasil, o sr. Gomes, um dos coordenadores da campanha da eleita pelo atual presidente e seu ex-ministro, fuma em local público, fechado, e, ao ser alertado para o fato, insulta a zelosa servidora. Por que "fazer concessões"? Não se trata de simplificação. Há fatos comprovados e não há uma resposta imediata, séria, convincente. O Congresso é uma vergonha total. O escândalo das passagens aéreas, jatos fretados, as palavras do sr. Temer, eleito vice-presidente, são um acinte. Isso não é simplificação, não é falsa moral, é EXIGÊNCIA DE RESPEITO DO PRINCÍPIO BÁSICO da moralidade, inexistente na administração brasileira.
Comentário de Marcel Brasil Portella em 4 novembro 2010 às 13:22
Tá, então me diz.
O Que vc faria?
Me convença da sua solução

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço