serei um fauve, fera, ancestral
matisse quilombola feito em pau
de cores duras, brabas, abrangentes
(caibam nelas as cores e as gentes)
peles sabidas, nervos em ataques
pescoços de expressão em badulaques
de arcos presos, amarrados, dentes.
um fauve sabe ser tão eloquente
ao vender em dúzias o metal
que nem se saberá mais indecente
no teto do seu corpo cardeal.

eu, fera, vou pisar por todo o mal!

romério

Exibições: 38

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço