Portal Luis Nassif

   Eu saíra às 17 hs do trabalho na 408 sul,trabalhava em uma franquia da ECT como caixa.Pouco trabalho,somente postagens  via sedex,encomendas e uma senhorinha que toda semana mandava,sempre no meu caixa,uma carta para seu filho que morava em Atacama,Chile.Eu perguntei-lhe : Por que a senhora não envia por e-mail ao invés da velha carta ? " Ela me olhou sorrindo e explicou : " Não gosto de computador e além disso venho aqui porque você lindo.Tchau."

 Pouco trabalho e pouco salário,que me proporcionava pagar aluguel de uma quitinete na 404 , encher a cara todos os dias de cachaça com Coca-Cola e forrar o estômago com arroz,feijão,ovos.,macarrão instantâneo ( invenção do toyotismo miserável ) e salsicha barata.

 Parrei na 407 sul ,fazia um calor dos diabos,era setembro,uma seca miserável além disso,umidade a 11%, e pensei em tomar uma cerveja barata no boteco do Moa.

 Como o Plano Piloto não tem esquina eu parei exatamente entre as quadras 407 e 207,imaginem que fosse uma esquina ,e fui chamado pelo boa vida do Cláudio esperando a sua vez para jogar dominó ao lado da barraquinha de churrasquinho e cerveja." Hei,Jorginho,vamos formar uma dupla,vamos ganhar desses caras aqui." Caros,relutei um pouco,conhecia  aquela gente que jogava maquela "esquina ",gente esperta.Cada rodada valia 2 reais.Acabei aceitando a parada.

 A nossa vez chegou.A dupla vencedora era uma velhota de 88 anos  e a mulher do churrasqueiro,uma tremenda vigarista.Áh,sim a dupla que saiu lisa da mesa era de dois empacotadores do Pão-de Açucar.Pobres diabos ,saíram discutindo,um culpando o outro pela derrota.

 O falastrão do Cládio foi alardeando que éramos exímios jogadores de dominó,que fazíamos sucesso na AABB e no bequinho da 205 sul.Porra,eu nunca fui fera no dominó,sabia jogar,contar as peças e coisa tal,porém nunca fui fera neste jogo,cansei de sair liso da AABB e da 205 sul.

 Primeira roda vencemos,idem na segunda.Me animei.Depois começamos a perder,perder e após a décima primeira rodada estava perdendo os meus culhões.Percebi então que a velhota marcara as peças com suas enormes unhas vermelhas.Velha filha da puta ! Aí o caldo entornou.Denunciei a roubalheira aos berros  e virei literalmente a mesa.As peças do dominó no chão,a velhota chorando;Cláudio estupefato com a minha reação,pois sempre fui um sujeito pacato,mas todo sujeito pacato que é sacaneado todos os dias pelo sistema e além disso era roubado no dominó tem seu dia de fúria.

 O churrasqueiro,covarde,me apontou um espeto de churrasco."Vem,seu puto,vem que eu te furo." Ameaçava o churrasqueiro.Cláudio procurava acalmar os ânimos.Eu,por meu turno,vociferava,queria dar na cara da velha,mas tem a Lei Maria da Penha e ademais nunca bati em uma mulher.E se batesse acabaria em cana e em cana já fui duas vezes por causa do movimento estudantil.Tinha a ficha suja.

 Cláudio contornou a onda,fomos embora,eu bem puto da vida." Porra,Jorginho,o que são 18 reais ?"

 Pra ele realmente não era nada,trabalhava,aliás enganava,no gabinete de um deputado federal do PMDB,tirava 9 mil por mês.Ele ia até o gabinete,assinava a folha de ponto,lia e-mails pessoais e depois um abraço a todos e a todas.Cláudio me deu 20 reais e fomos encher a cara no Libanus.Isso,é Brasília,meus caros.

Exibições: 39

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço