Carlos Câncio Poyares

 

* 5/12/1928 - Colatina (ES)

+ 5/5/2004 - Brasília (DF)

 

 

Flautista / Compositor

 

 

O instrumento “flauta” foi a paixão que permeou toda sua existência. Tomou as primeiras lições em uma flautinha de lata. Sua trajetória passa por sua cidade natal Colatina (ES), a capital Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, onde foi um dos idealizadores da Escola de Choro de Brasília.

 

 

 

Amigo e freqüentador das rodas de choro da casa de Francisco Assis Carvalho, o Six, que reunia em torno de trezentas pessoas, base para a fundação do Clube do Choro de Brasília que, atualmente, apresenta shows memoráveis de instrumentistas brasileiros.

 

 

 

Carlos Poyares gravou e se apresentou com grandes nomes da nossa música, a exemplo de Orlando Silva, Nelson Gonçalves, Silvio Caldas, Dolores Duran, Tom Jobim, Waldir Azevedo e tantos outros. Gravou inúmeros discos. O último (1967), não por acaso intitulado “Uma chorada na casa do Six”.

 

 

 

 

 

Uma chorada na casa do Six” (Carlos Poyares).


 

 

 

 

 

 

Participou , em 1965, com o grupo Opinião do show “O samba pede passagem”, com a cantora Aracy de Almeida e o compositor Ismael Silva. O show foi gravado e lançado em disco em 1966, com a participação de Poyares em duas faixas.

 

 

 

 

Urubu malandro” (João de Barro/Louro/Pixinguinha)

 

 

 

 

 

 

 

 

Homenagem à Velha Guarda” (Sivuca/Paulo César Pinheiro)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

************

Fonte:

- Dicionário Cravo Albin da MPB

- Um sopro de Brasil: Myriam Taubkin. São Paulo, 2005.

- Site #radinha

 

***********

 

Exibições: 287

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço