De Chocolat (João Cândido Ferreira)


*
18/5/1887 -  Salvador (BA)
+
27/12/1956 - Rio de Janeiro (RJ)

Cantor / Compositor /Teatrólogo / Poeta

 

Ficou conhecido com dois pseudônimos: Jocanfer, do início da carreira, e De Chocolat, depois de temporada em Paris. O público parisiense lhe conferiu o apelido por ele ser mulato. Quando voltou ao Brasil, adotou esse pseudônimo.


 

A Revista do Teatro, publicada pela SBAT (Sociedade Brasileira de Autores Teatrais), em seu número de fevereiro de 1957, dedicou-lhe uma reportagem, por ocasião de sua morte, onde se lê:

"Com a morte de De Chocolat perdeu o Rio de Janeiro um dos seus expoentes artísticos da Velha Guarda. Boêmio até a raiz dos cabelos, De Chocolat, cujo verdadeiro nome era João Cândido Ferreira, foi um artista completo de variedades: repentista, improvisador e imitador, que cantava com muita graça e dizia versos como pouca gente, com uma simplicidade de espantar”.

 

 

Autor teatral de sucesso escreveu comédias e revistas como "O petróleo do Lobato", "Flor do mato", "Ao rufar dos tambores", “Deixa eu morar com ela" e "Algemas quebradas" entre outras. Escreveu diversos shows, especialmente para a boate "Night and day".

Foi fundador, juntamente com o dançarino Duque, da "Casa de Caboclo", de muita popularidade na época em que foi criada, nos anos 1930. O último espetáculo que produziu foi "Artigo do dia", apresentado na boate Cinelândia, centro do Rio de Janeiro. (Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira).

 

 

Algumas das suas composições.

 

 

Na aldeia” (De Chocolat / Alberto ‘Caruzinho’ Dias / Sílvio Caldas) # Sílvio Caldas e Diabos do Céu.  Disco Victor (33.727-B) / Matriz (65806). Gravação (18/07/1933) / Lançamento (dezembro/1933).

 

 

 

 

Baianinha” (De Chocolat/Oscar Mota) # Aracy Cortes. Disco Parlophon (12.926-B) / Matriz (2365). Lançamento (março/1929).

 

 

 

 

Falando ao teu retrato” (De Chocolat/Jaime Florence ‘Meira’) # Augusto Calheiros. Disco Odeon (11.221-B) / Matriz (5011). Gravação (30/01/1935) / Lançamento (maio/1935).

 

 


 

 

Vale a pena conferir o Post - Preconceito Racial no Teatro de Revista -, dos amigos Helô Lima e Henrique Marques Porto.

 

 

************

Fontes:

- Dicionário Cravo Albin da MPB.

-Site YouTube (vídeos).

- Blog Teatro de Revista (Portal Luis Nassif).

************

Exibições: 216

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço