Eduardo Nadruz Nascimento (Edu da Gaita)
* 13/10/1916 - Jaguarão (RS)
+ 23/8/1982 - Rio de Janeiro (RJ)

Gaitista / Compositor

 


Como ele mesmo dizia, era um músico que teve o descuido de tocar um instrumento sem cátedra. Nunca teve professor, nem de gaita nem de teoria musical.

 

Na sua primeira carteira de trabalho, número 70.748, série 27, está escrito: "músico excêntrico". O Ministério do Trabalho sequer reconhecia a gaita como um instrumento musical e, à falta de uma classificação oficial, ficou marcado na carteira de Edu a dificuldade que teria pela frente.

 

Morou nas cidades de Pelotas, São Paulo e Rio de Janeiro onde chegou, em 1934, para tentar a sorte. Esta se deu via Silvio Caldas que o levou para a Rádio Mayrink Veiga, onde o locutor Cesar Alencar batizou-o de Edu da Gaita.

 

Em 1956, realizou a façanha de tocar o “Moto Perpétuo” – obra criada para violino pelo compositor italiano Nicolò Paganini – com 2400 notas tocadas por minuto, fato que assombrou Villa-Lobos e fez Radamés Gnattali criar, especialmente para Edu o "Concerto para Gaita de Boca e Orquestra”.

Foto com dedicatória jocosa a Edu.


De 1937 a 1959 gravou vários discos em 78 rpm, dos quais vamos destacar alguns.

 

 

 


"NOTURNO Nº 2"


Composição de Frederic Chopin, gravada por Eduardo Nadruz, o Edu da Gaita, no álbum "Uma Gaita Para Milhões" (1959). Temos em seu repertório desde Jean Wiener, Chopin e Dvorak à Luiz Bonfá, Bororó e João Gilberto. No álbum, Edu da Gaita vem acompanhado de orquestra de Severino Filho e coro.

 

 

 

"MANHÃ DE CARNAVAL" (Luiz Bonfá / Antônio Maria)

 

 

 

 


"FANTASIA BRASILEIRA"

Pout-pourri gravado por Edu da Gaita no álbum 'Ontem e Hoje' (1965). Arranjo e direção musical de Alexandre Gnattalli.

 

 

 

 

"FANTASIA ESPANHOLA"

 

 

 

 

 

"TENEBROSO"


Composição de Ernesto Nazareth, gravada por Edu da Gaita no álbum “Edu da Gaita vol. 1” (1979). Produzido por Aluízio Falcão, com arranjo de Leo Peracchi.

 

 

 

"ROSA" (Pixinguinha)

 

 

 

 



"A música foi a razão da minha vida".

 


Essas foram,literalmente suas últimas palavras, ditas na manhã de 22 de agosto de 1982, após uma homenagem proporcionada por seu filho (Eduardo), esposa (Hercília) e alguns poucos amigos, que reproduziram num pequeno gravador o "Moto Perpétuo", de Paganini. Aplaudindo, o artista ainda teve forças para agradecer. Em 23 de agosto, falecia Eduardo Nadruz o Edu da Gaita, um dos maiores músicos que o Brasil já teve.

 

O “músico excêntrico” conseguiu vencer os preconceitos contra as origens de seu pequeno instrumento e firmar-se com um grande nome da música brasileira, independentemente de gênero, como podemos constatar nas suas interpretações acima.

 

O resgate da sua obra é de fundamental importância às novas gerações.

 

************
Saiba mais nas fontes pesquisadas:

- Músicos do Brasil – Uma Enciclopédia Musical

-Site Oficial Edu da Gaita

- Um sopro de Brasil, de Myriam Taubkin (Org.). São Paulo, Projeto Memória Brasileira, 2005.

************

 

Exibições: 937

Comentário de Marise em 13 outubro 2011 às 23:24
Comentário de Marise em 13 outubro 2011 às 23:25

Edu éra conterrâneo de meu pai da cidade de Jaguarão.

Muito ouvi os LPs dele

Beijão Laurinha

Comentário de Marise em 13 outubro 2011 às 23:27
Comentário de Marise em 13 outubro 2011 às 23:29
Comentário de Jorge Luiz Neves Passos em 13 outubro 2011 às 23:35
Jaguarão se orgulha muito do seu maior nome musical no Brasil
Comentário de Laura Macedo em 14 outubro 2011 às 0:04

Marise,

Ontem a noite foi que me dei conta que o Edu da Gaita completaria, hoje, 95 anos. Como só tenho tempo de trabalhar na internet a tardinha e a noite, foi uma correria contra o tempo. A sorte é que encontrei vários discos dele na "Radinha", o que facilitou muito o trabalho. É obvio que muita coisa ficou de fora, mas deixei dois links para aprofundamento. O importante é o registro dos 95 anos deste grande artista que orgulha a todos nós.

Você como sempre prestigiando/enriquecendo nosso trabalho. Isso me deixa super feliz. Só assim eu fiquei sabendo que seu pai era de Jaguarão, a exemplo, tamém, do colega Jorge Luiz a quem agradeço a participação com seu comentário.

Beijos aos dois.

Comentário de Gilberto Cruvinel em 14 outubro 2012 às 14:04

Laura querida,

Com este post tão bem composto, você completa mais um capítulo de sua enciclopédia virtual da Música Popular Brasileira na rede mundial. Aos poucos, às vezes diariamente, você está elaborando o mais abrangente painel escrito, visual e sonoro sobre a história da MPB da internet. Ouso sugerir que você crie uma página índice que referencie cada um dos posts que você já criou até hoje sobre cada um dos artistas da nossa inesgotável MPB.

Sou privilegiado de poder acompanhar este belíssimo trabalho em tempo real.

Beijos

Gilberto 

Comentário de Laura Macedo em 14 outubro 2012 às 14:43

Nossa Gilberto, fico até sem jeito diante do imenso elogio. Quanto a sugestão acha válida, mas não saberia como operacionaliza-la. Ainda sou muito fraca nas questões, digamos, tecnológicas :)

Beijos.

Comentário de Gilberto Cruvinel em 14 outubro 2012 às 15:19

Laura,

Uma página índice pode ser uma pagina simples que liste os artistas, na ordem que você achar mais adequada (alfabética, por exemplo) e associe a cada nome o link de seu post original (ou posts, se houver mais de um, como no caso de Noel). 

A grande vantagem desse tipo de página, é que você pode ir atualizando e incluindo novos artistas a medida que for criando novos posts de novos artistas.

O que vai diferenciar a página índice é que ela deve permanecer fixa na sua página no Portal numa posição sempre visível para quem visita sua Página. Como uma seção fixa.

Beijos

Gilberto

Comentário de lucianohortencio em 10 outubro 2013 às 23:25

Amiga Laura,

Adorei o Post incluso no Post de hoje. Assim vamos, passo a passo, mostrando ao mundo nossa maravilhosa música, seus intérpretes e compositores. Anexo Edu da Gaita interpretando o que ele chamou de CAPRICHO NORTISTA, porém deveria ter chamado CAPRICHO NORDESTINO.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço