Memória MPB: K-Ximbinho, 30 Anos de Saudade


Sebastião de Barros (K-Ximbinho)

* 20/1/1917 Taipu, RN
+ 26/6/1980 Rio de Janeiro, RJ


Clarinetista e saxofonista dos melhores que o país já teve.

Foi grande estrela nas orquestras Tabajaras, Fon-Fon e Napoleão Tavares, além de arranjador, regente e compositor de choros inesquecíveis a exemplo de “Ternura”.

Confiram na interpretação do violonista Marco Pereira.

 

Os inúmeros discos de K-Ximbinho estão fora de catálogo, à exceção do último, um LP gravado pouco antes da sua morte, intitulado “K-Ximbinho – Saudades de um Clarinete”, e relançado em CD.

Na contracapa, Paulo Moura escreve: K-Ximbinho é um exemplo de músico que, vivendo numa época de grande massificação através do rádio e da TV, conseguiu manter e desenvolver sua espontaneidade cultivando um gênero, o choro, que corresponde à sensibilidade musical de toda uma nação.

********************
Laura Macedo com informações do livro “Um Sopro de Brasil”: Myrian Taubkin (Org.) – Projeto Memória Brasileira, 2005.

********************

Exibições: 148

Comentário de Cafu em 28 junho 2010 às 2:50

Sonoroso (K-Ximbinho - De Loro) # Altamiro Carrilho

Altamiro não quis ficar de fora da homenagem ao grande K-Ximbinho. Nem eu! :)

Beijos saudosos.
Comentário de Cafu em 28 junho 2010 às 2:52
Errata: o parceiro é Del Loro. Curupaco paco paco. :))))
Comentário de Laura Macedo em 28 junho 2010 às 3:05
Cafu,
Ai que saudades! Dançamos muito no extinto Clube do Choro de Teresina ao som do chorinho "Sonoroso".
Que bom que você aparecer com o Altamiro.
Saudades mil.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço