Menino 23 - Infâncias Perdidas no Brasil

Lançamento Nacional, 07 de Julho.

 
Uma fazenda no interior do Brasil com tijolos marcados pela suástica revelam um fato assustador: a história de meninos órfãos e negros, vítimas de um projeto criminoso deeugenia. 
 
Lá, eles eram identificados por números e trabalhavam como escravos. Aluizio Silva, o menino 23, sobreviveu para contar. 

E ainda há quem afirme que o Brasil não é um país racista.

http://www.youtube.com/watch?v=4wmraawmw38

*****

Travessia

Exibições: 107

Comentário de Nena Noschese em 10 julho 2016 às 14:19

Pudemos constatar nas últimas eleições que não só o racismo existe e é intrínseco de grande parte da sociedade brasileira.

Comentário de Beth Muniz em 11 julho 2016 às 17:43

Oi Nena,

Fui assistir ao filme no domingo. Na verdade, não apenas o racismo. Mas o nazismo e o fascismo. Imagine que uma fazenda no interior paulista, 50 meninos negros, todos de um orfanato do Rio de Janeiro, com idade variando entre 10 e 12 anos, ficaram confinados em uma espécie de Campo de Concentração realizando trabalhos forçados por mais de dez anos. Entre os trabalhos estava a fabricação de tijolos com a marca da suástica, utilizados na construção da fazenda.

O filme é revelador.

Como revelador e até agora a revelação da verdadeira face do intitulado “povo brasileiro que bateu panelas pelo impedimento da Dilma.

Tens razão.

Obrigada pelo comentário.

Um abraço.

 

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço