MÚSICA CLÁSSICA PODE REDUZIR NECESSIDADE DE CUIDADOS MÉDICOS EM BEBÊS PREMATUROS.


Uma pesquisa realizada em Israel indica que bebês prematuros que ouvem uma sonata de Mozart por dia têm menos necessidade de cuidados médicos. De acordo com os médicos da Universidade de Tel Aviv, as músicas do compositor do século 18 estão associadas a um ganho de peso mais rápido entre esses recém-nascidos, tornando os bebês mais fortes e menos propensos a necessitar de cuidados médicos.

Avaliando 30 recém-nascidos prematuros, os cientistas observaram que, quando os bebês eram expostos a 30 minutos diários da música de Mozart, eles gastavam menos energia, o que fazia com que precisassem de menos calorias para o crescimento, comparados àqueles que não participavam dessas sessões musicais. "A exposição à música de Mozart reduziu significativamente o gasto energético de repouso (GER) em recém-nascidos prematuros saudáveis. Especulamos que esse efeito da música no GER pode explicar, em parte, a melhora no ganho de peso que resulta deste ‘efeito Mozart’", destacaram os autores em artigo publicado na revista Pediatrics.





De acordo com os pesquisadores, a música acalmaria os bebês, reduzindo de 10% a 13% seu gasto de energia de 10 a 30 minutos após as sessões musicais. "Não está exatamente claro como a música os afeta, mas ela os deixa mais calmos e com menos chances de ficarem agitados", concluiu o pesquisador Dror Mandel.


E em nós, coroas e marmanjos, a música em geral e, em especial, a de Wolfgang Amadeus Mozart, também, não nos deixam mais calmos e tranquilos?


Façamos o teste, ouvindo:

SERENATA Nº 10, EM SI BEMOL MAIOR, K. 361, "GRAN PARTITA"
Adagio
German Wind Soloists 1988




************
Fonte:
- Site Boa Saúde In: Revista Pediatrics. Dezembro de 2009
- Coleção Grandes Compositores da Música Clássica. - v.3 - São Paulo: Abril Coleções, 2009.

************

Exibições: 183

Comentário de Euripedes Ribeiro de Sousa em 15 janeiro 2010 às 20:22
Ainda bem que usaram as músicas do Wolfgang e não a Sétima ou a Heróica de Bethoven porque com elas ou com a Polonaise em La Bemol do Chopin, os bebezinhos iriam ficar bem belicosos. Mozart, não, Mozart, Schuman e Schubert acalmam e acalantam. Grande experiência! Tomara que continue dando certo.
Comentário de moacir oliveira em 15 janeiro 2010 às 20:33
Ufa! que soninho!!!
Comentário de Anarquista Lúcida em 15 janeiro 2010 às 20:49
Oi, Laura e todos

Entrei para fazer um comentário, e vejo que o Euripedes já tocou em parte no que eu ia dizer. Nao creio que seja só Mozart, nem mesmo só música clássica, mas música calmante em geral.
Comentário de Haroldo Vilhena em 16 janeiro 2010 às 0:40
Pelo que tenho lido alguns tipos de musica tem tido efeitos comprovados na harmonização de ambientes, entre elas a musica clássica e a new age.

Aumenta a produtividade de leite e de ovos;
Torna mais rápida a recuperação de doentes;
Tornam plantas e flores mais viçosas, as vezes, mesmo sem água;
Tornam as moléculas da água mais organizadas...
Diminui a violência no local, afastando "bandidos"

Nada tão surpreendente se pensarmos que o universo este representado dentro do espectro de freqüências, desde as audíveis, passando pelas visíveis e as nem audíveis nem visíveis para nós (o que não significa que não sejam percebidas pelo nosso corpo).
Alguns estudos mostrariam inclusive que a musica dos CD’s poderiam ter uma característica mais “irritante” do que dos velhos lp’s, pois ao serem convertidas ao formato digital perdem faixas de freqüências nas pontas, que gerariam um som mais “harmônico”.
É importante lembrar a questão da ressonância, que faz que a partir de uma emissão de freqüência, outro material possa ser afetado sem o contato físico.
(procurem pelo termo cymatics para verem um pouco da transformação da materia pelo som)
Comentário de Laura Macedo em 16 janeiro 2010 às 1:47
Euripedes, Moacir, Ana Lu e Haroldo,

VIVA a MÚSICA!! Aquela que toca a nossa sensibilidade/espiritualidade, enfim, a nossa alma, seja de que naipe for...

Grata a todos.
Beijos.
Comentário de Anarquista Lúcida em 16 janeiro 2010 às 2:01
Viva!
Comentário de Cafu em 16 janeiro 2010 às 17:54

Que post mais fofo! Serve o Brahms também, não? O campeão das caixinhas de música...
Beijos.
Comentário de Laura Macedo em 16 janeiro 2010 às 20:20
Cafu,
Que 'musiquinha' mais suave.
Só lembra um bebê...


Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço