Pelo menos dois eventos importantes são comemorados em 23 de abril: o aniversário de Pixinguinha e o Dia Nacional do Choro. Aliás, o dia do Choro é comemorado nessa data, justamente, em homenagem ao seu nascimento (23 de abril de 1897).

Todo ano, aqui no Portal, presto minha homenagem ao Dia Nacional do Choro. Assim como eu, inúmeros admiradores de Pixinguinha fazem o mesmo. 
 


 


Em 1999 foi lançado “Mulheres em Pixinguinha”, álbum fantástico em que a cantora Neti Szpilman, a flautista e saxofonista Daniela Spielmann e a pianista Sheila Zagury apresentam um olhar feminino sobre a obra de Pixinguinha, dando maior evidência às engenhosas harmonias do mestre Pixinga, um dos maiores criadores musicais brasileiros.


Agora, em 2011, as talentosas artistas citadas acima tiveram a feliz ideia de convidar a percussionista Thaís Bezerra e montar um show com o mesmo nome e proposta do disco - “Mulheres em Pixinguinha” -, ou seja, imprimir um toque feminino às antológicas composições (algumas raras), com algumas alterações no repertório do disco de 1999, contactando a obra do homenageado à de Johann Sebastian Bach, com toques de Ernesto Nazareth e Tom Jobim.


As canções “Naquele tempo”, “Cheguei”, “Lamentos”, “De mal a pior”, ‘O gato e o canário”, “Inguênuo”, ‘Aí seu Pinguça”, “Mundo melhor”, ‘Página de dor”, “Rosa”, “Um a zero”, “Valsa triste (raridade) e “Carinhoso” contam a história de Pixinguinha.

O formato do espetáculo inclui uma caracterização cênica, em que objetos de época e um vestuário também característico ajudam a dar ambientação às músicas executadas.

- Somos todas musicistas experientes, mas esse trabalho cênico é uma grande novidade e tem nos dado bastante trabalho. Mas a recompensa é grande, pois o público acaba se deixando levar pela proposta que apresentamos. Temos como base, obviamente, o chorinho. Mas percebemos em nossa pesquisa sobre Pixinguinha nuances que nos levam a Bach e ao jazz, sem falar no que há de mais moderno e lírico da música brasileira, revelou Daniela Spielmann.



“Mulheres em Pixinguinha” ficou em cartaz (Centro Cultural da Justiça Federal – Cinelândia/ Rio de Janeiro), de 23 de abril a 17 de maio de 2011. Depois desse período o grupo fez outros shows em outras cidades.Taí um show que eu gostaria de ter visto ao vivo e a cores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

************
Fontes:
- Guia Rio Show – O Globo
- Blogs: Sabor da Música / Planeta Oceano

************

Exibições: 167

Comentário de Simone-Rosa Tupinambá em 12 junho 2011 às 15:32

Pixinguinha: flor, mulher e beleza

Comentário de Oswaldo Conti-Bosso em 12 junho 2011 às 16:12

Mulheres e Pixinguinha

Flor e Poesia que caminha

Beleza viva, mãe menininha

mulheres, ah! uma namoradinha

Comentário de Laura Macedo em 12 junho 2011 às 20:12

Simone,

Assino embaixo: Pixinguinha é flor, mulher, beleza... e muito mais... é um gênio.

Grata pela linda "Rosa" executada.

Beijos.

 

Coti-Bosso,

Que "carinhoso" poema você deixou aqui. Lindo!

Grata pela reprodução do post em seu blog. Valeu!

Beijos.

Comentário de E' lena em 28 outubro 2011 às 22:50

Pixinguinha é o máximo e a Laura nossa amiga é grande.

usufruindo  daqui!

Comentário de Laura Macedo em 28 outubro 2011 às 23:55

Querida Lena,

É sempre um prazer enorme interagir com você :))

Super beijo.

Comentário de E' lena em 29 outubro 2011 às 0:16

Eu que fico-lhe agradecida pela curta interação; noutros tempos era mais né?

ma vc como sempre de muito  gosto, bom tom.

Super beijo.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço