Música pode ajudar circulação e coração, diz estudo

BBC - Brasil

Pesquisadores da Universidade de Pávia, na Itália, afirmam que o tipo certo de música pode desacelerar o coração e abaixar a pressão sanguínea.

Músicas vibrantes como Nessun Dorma, de Puccini, que é cheia de crescendos e diminuendos, são melhores para ajudar na reabilitação em casos de derrames, de acordo com os estudiosos.

Melodias com ritmo mais acelerado aumentam os batimentos cardíacos, o ritmo respiratório e a pressão sanguínea. Já a música com ritmo mais lento gera o efeito contrário nos pacientes, segundo os pesquisadores.

A música já é usada em muitos hospitais britânicos por uma terapia barata e fácil de aplicar e também por gerar efeitos físicos perceptíveis no organismo, além de ter um impacto positivo no humor do paciente.

O estudo dos pesquisadores italianos foi publicado na revista especializada Circulation.


Respostas às músicas

O médico Luciano Bernardi e sua equipe de pesquisadores da Universidade de Pávia pediram a 24 voluntários saudáveis que ouvissem cinco faixas de músicas clássicas, escolhidas aleatoriamente, e monitorassem as respostas de seus corpos.

Entre as músicas escolhidas estavam a Nona Sinfonia de Beethoven, uma área de Turandot, de Puccini, a Cantata nº 169 de Bach, Va Pensiero, da ópera Nabuco, de Verdi, e Libiam Nei Lieti Calici, de La Traviata, também de Verdi.

Cada crescendo destas músicas, um aumento gradual do volume, "estimulava" o corpo e levava ao estreitamento dos vasos sanguíneos abaixo da pele, aumentando a pressão sanguínea e os batimentos cardíacos, além de provocar um aumento das taxas respiratórias.

Por outro lado, os diminuendos, diminuição gradual do volume, causavam o relaxamento, diminuindo os batimentos cardíacos e diminuindo também a pressão sanguínea.

"A música leva a uma mudança dinâmica e contínua - e previsível, até certo ponto - no sistema cardiovascular", afirmou Bernardi. "Essas descobertas aumentam nossa compreensão de como a música pode ser usada na medicina de reabilitação."


Música e silêncio

Os pesquisadores testaram várias combinações de música e silêncio nos voluntários e descobriram que as faixas que alternam entre ritmos rápidos e mais lentos, como óperas, parecem ser as melhores para a circulação e para o coração.

As árias de Verdi, que seguem frases musicais de dez segundos, parecem se sincronizar perfeitamente com o ritmo cardiovascular natural, de acordo com o estudo.

"Observamos grandes benefícios (do uso da música) para pessoas que sofreram derrames ou ataques cardíacos. O poder da música é simplesmente incrível", afirma Diana Greenman, diretora executiva da organização Music in Hospitals.

A instituição de caridade britânica especializada em levar música ao vivo a hospitais, asilos e casas de repouso, foi criada logo depois da 2ª Guerra Mundial para ajudar os veteranos feridos.

"Já observamos, em pesquisas anteriores, um estado emocional positivo, que pode ser desencadeado ao ouvir música, e que pode ajudar sobreviventes de derrames", disse um porta-voz da associação britânica especializada em tratamento de derrames, Stroke Association.
ames, Stroke Association.



************************

Algumas músicas citadas


Ludwig van Beethoven - Symphony No. 9 "Choral" in D minor, op. 125 - Molto vivace - Seiji Ozawa - Saito Kinen Orchestra - Tokyo Opera Singers - 2001




Nessun Dorma, com Lauri-Volpi aos 80 anos. Considerado dos maiores tenores do sec.XX, Lauri-Volpi foi também um dos mais longevos cantores da história do bel-canto. Cantou ininterruptamente de 1920 até os anos 70, pouco antes de falecer, aos 86 anos.




Da ópera Nabuco, de Verdi, Va Pensiero - Metropolitan Opera House




La Traviata, de Verdi - Libiam Nei Lieti Calici, com Anna Netrebko & Rolando Villazón (Salzburg Festival)

A Ocar Peixoto, que eu conheci anos atrás cantando Nessun Dorma.

Exibições: 92

Comentário de Zé da China em 23 junho 2009 às 19:59
Uau... Cecito snif snif
De joelhos...
Comentário de Marise em 23 junho 2009 às 20:08
Helô sempre com matérias ótimas. Para quem tem problemas cardiacos é bom saber isso
Beijão
Comentário de Oscar Peixoto em 23 junho 2009 às 21:07
Pois é, minha querida Helô. Justamente por isso é que cheguei à versão atual com o coração intacto, batendo intensamente por que e quem de direito, sem jamais perder o ritmo (toc, toc, na madeira). Beijão.
Comentário de Helô em 23 junho 2009 às 21:27
Cecito
De joelhos estou eu com essa maravilhosa interpretação da Sonata ao Luar por Dilermando Reis. Uau!

Marise
Minha crença nesse tipo de estudo é grande. Sempre acreditei que a música pode melhor nossa qualidade de vida.

Oscar
Está aí o Lauri-Volpi cantando o Nessun Dorma aos 80. Vida longa pra você e sua belíssima voz, que muito me encantou nos anos 90.

Beijos a todos.
Comentário de Cafu em 23 junho 2009 às 23:20
Eu tenho meu repertório especial para lavar pratos, arrumar casa, lembrar coisas boas, pessoas queridas, momentos inesquecíveis e por aí vai...
Beijos.
Comentário de Sérgio Troncoso em 24 junho 2009 às 2:59
Ôpa! Como sempre eu tô chegando atrasado na aula da fessôra,mas o Zé arrumou um espacinho aqui no genuflexório,de modo eu mandá La Campanella que eu não sei se faz bem ou mal prá o coração,mas estupefacta e faz bem ao espírito. Bjs fessôra.

Comentário de Helô em 24 junho 2009 às 11:26
Cafu
Fiquei curiosa pra saber seu repertório de lavar pratos :)
Para as roupas, tem até o Luiz Melodia: lava roupa todo dia, que agonia... :)))
Beijos.

Serjão
Com música boa, qualquer atraso será perdoado.
Valeu, amigo. Beijos.
Comentário de Marise em 24 junho 2009 às 20:25
Cafu vê se me arruma um repertório bom para ouvir na hora de cozinhar. Tem que ser muito alegre.rsrrs
Beijo
Comentário de Elianne Diz- Laura Diz em 28 junho 2009 às 23:15
Algumas vozes me fazem bem para a alma, outras irritam.
Bj Elianne
Comentário de Gregório Macedo em 29 junho 2009 às 3:30
Música, divina música. Tá explicado.
(Por falar em coração, Aloísio e Zizi, maravilhosos.
Adorei meu presente. As meninas, idem).
Grato. Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço