Neatorama

Blog EntreMentes
O ornitorrinco é uma antologia das coisas estranhas. Ele tem um bico de pato de consistência coriácea, uma cauda achatada e pés de pato. Os machos têm uma garra venenosa em suas patas traseiras e as fêmeas põem ovos. E se você olhar dentro de um ornitorrinco, você vai encontrar uma outra característica estranha: a sua garganta se conecta diretamente com o seu intestino. Não há um compartimento intermediário em que eles secretem ácidos e enzimas digestivas.
Em outras palavras, o ornitorrinco não tem estômago.
O estômago surgiu, há cerca de 450 milhões de anos, exclusivamente em animais vertebrados. Posteriormente, muitos deles (não somente o ornitorrinco) perderam seus estômagos. Das quase 30 mil espécies de peixes, um quarto delas também não possuem o referido órgão. Muitos já não apresentam os genes responsáveis pela bomba de prótons gástrica (que produz o ácido) e pelo pepsinogênio (que quebra as proteínas).
Mas por que perder o estômago? Suspeita-se de que a dieta, ao modificar-se durante o processo evolutivo desses animais, tenha levado a isso.
Referências
Ed Yong. How The Platypus And A Quarter Of Fishes Lost Their Stomachs, National Geographic
Castro, Gonçalves, Mazan, Tay, Venkatesh e Wilson. Recurrent gene loss correlates with the evolution of stomach phenot.... Proceedings of the Royal Society B. 2013

Exibições: 100

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço