Blog EntreMentes

No meio de East County Road 400 South, próximo de Amity, no estado de Indiana, nos EUA, um pequeno monte de terra divide a estrada de asfalto ao longo de seu comprimento. Esse monte é o túmulo de Nancy Kerlin Barnett (1793-1831). Quando ela morreu em 1831, aos 39 anos, ela foi enterrada no topo de uma pequena colina com vista para Sugar Creek. Nos anos seguintes, várias outras pessoas também foram lá enterradas e um pequeno cemitério surgiu no local.
Por volta da virada do século, o Condado de Johnson decidiu construir uma estrada diretamente através do cemitério, o que significava que as sepulturas teriam de ser realocados. Um dos filhos de Nancy opôs-se a mover o túmulo da mãe. Uma vez que as sepulturas restantes já haviam sido retiradas, as autoridades locais não se importaram de deixar esse túmulo no local, e a estrada foi construída passando ao lado dele.
O problema ressurgiu mais tarde, quando o condado quis alargar a estrada. Agora, o túmulo ficaria bem no meio da estrada e tinha de ser removido. Desta vez, foi o neto de Nancy Barnett, Daniel G. Doty, que objetou. Daniel pegou uma espingarda e montou guarda ao túmulo de sua avó. Exatamente quanto tempo ele permaneceu ali ninguém sabe, mas, aparentemente, sua atitude foi suficiente para forçar a divisão das pistas da nova estrada deixando o túmulo no meio. Uma laje de concreto foi colocada sobre a sepultura para protegê-la, e um marco histórico foi acrescentado.


Exibições: 60

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço