Foto: Maythe




Soneto do Pássaro

I

Amar um passarinho é coisa louca.
Gira livre na longa azul gaiola
que o peito me constringe, enquanto a pouca
liberdade de amar logo se evola.


É amor meação? pecúlio? esmola?
Uma necessidade urgente e rouca
de no amor nos amarmos se desola
em cada beijo que não sai da boca.


O passarinho baixa a nosso alcance,
e na queda submissa um vôo segue,
e prossegue sem asas, pura ausência,


outro romance ocluso no romance.
Por mais que amor transite ou que se negue,
é canto (não é ave) sua essência.


Carlos Drummond de Andrade





Bem-te-vi atrevido ( Lina Pesce) # Altamiro Carrilho




Canário do reino (Carvalho – Zapatta) # Monica Salmaso




Zabelê (Gilberto Gil – Torquato Neto) # Olívia Hime e Francis Hime






Borzeguim (Tom Jobim) # Tom Jobim e Banda Nova

Foto: Maythe

Foto: Maythe

Foto: Maythe




LEVEZA


Leve é o pássaro:
e a sua sombra voante,
mais leve.

E a cascata aérea
de sua garganta,
mais leve.

E o que lembra, ouvindo-se
deslizar seu canto,
mais leve.

E o desejo rápido
desse antigo instante,
mais leve.

E a fuga invisível
do amargo passante,
mais leve.


Cecília Meireles


Foto: Maythe

Foto: Maythe

Foto: Maythe

Maythe

Foto: Maythe

Foto: Maythe

Foto: Maythe


Foto: Maythe






"The bird a nest, the spider a web, man friendship."


A ave constrói o ninho; a aranha, a teia; o homem, a amizade.


(William Blake – Provérbios do Inferno)


Mais fotos da Maythe :


http://br.olhares.com/Maythesouza



Poemas:

Nova Reunião (volume 1) # C. D. de Andrade / José Olympio Editora



Mar Absoluto e outros poemas # Cecília Meireles / Ed. da Livraria do Globo




Música:



Interpretações históricas 1952-1965 # Altamiro Carrilho


Voadeira # Mônica Salmaso


O segredo do meu coração # Olívia Hime

Exibições: 245

Comentário de Cafu em 28 setembro 2010 às 22:23







...e umas garatujas fotográficas da Cafu.
:)
Comentário de Stella Maris em 28 setembro 2010 às 22:25

Cafú, quem tirou esta foto fui eu mesma, vi este passarim tão sozinho, e ainda fui buscar uma poesia do Bandeira,
Andorinha


Andorinha lá fora está dizendo:
— "Passei o dia à toa, à toa!"


Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste!
Passei a vida à toa, à toa . . .
Comentário de Cafu em 28 setembro 2010 às 22:51
Que lindinho! Acho que é um sabiá- laranjeira. Será?


La golondrina (N. Serradel - N. Zamacois) # Caetano Veloso

Uma música (também triste) em retribuição pelo poema do Manuel.

Gracias e beijos.
Comentário de Roseli Hercilia Denes Andrade em 29 setembro 2010 às 12:35
Cafu, suas mensagens, suas fotos e as músicas que você escolhe são maravilhosas. De muita sensibilidade. Obrigada por esses verdadeiros presentes. Acompanho sempre. Bj, Roseli
Comentário de Cafu em 29 setembro 2010 às 14:22
Ave Hercília! Você é sempre bem-vinda a esta casa.
Como dizia seu conterrâneo, e um dos melhores poetas do Brasil, Paulo Leminski: Saúde a vocês que fazem, saúde a vocês que curtem, pólos magnéticos por onde passa a faísca da poesia.
Tintim! Saúde!
Beijos.
Comentário de Cafu em 30 setembro 2010 às 0:58
Maythe,

Escolhi Zabelê com a Olívia Hime e o Francis Hime por ser menos conhecida e igualmente linda (com arranjo do Francis).
Adoro essa canção. Segue a interpretação clássica com Gal e Caetano e outra menos badalada com a Nana Caymmi:


Zabelê (Torquato Neto - Gilberto Gil) # Caetano Veloso e Gal Costa



Zabelê (Torquato Neto - Gilberto Gil) # Nana Caymmi

Muitíssimo obrigada por compartilhar conosco suas belas fotos. Esses pássaros de nossa terra são um capítulo à parte. Hoje à tarde vi um lindão e diferente. Brasília é uma cidade com 2 Asas cheias de pássaros! :)

Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço