Clique aqui para ir ao post original e conferir os comentários publicados.

 

A Internet incorporou a presença do «troll». Trata-se do sujeito sem expressão que aproveita o espaço para provocações, buscando a evidência pela agressão. Como regra geral, são indivíduos inexpressivos, alguns francamente desequilibrados, com evidente necessidade de auto-promoção.

É o caso de um sujeito chamado Paulo Ghiraldelli, que se apresenta como «o filósofo de São Paulo». Não pretendia perder tempo com ele, mas exorbitou.

Nos últimos dias dedicou-se com um fervor freudiano a ataques e mais ataques contra mim, pelo Twitter, blogs, emails.

Vamos primeiro às acusações, depois às motivações.

Sua acusação é de que recebo dinheiro do PT. É  manipulação grosseira.

; Assinei um contrato com a Empresa Brasil de Comunicações (EBC), da TV Brasil, para produzir um programa semanal de uma hora, sobre temas de políticas públicas. As condições estabelecidas foram similares às que eu tinha com a TV Cultura de São Paulo e também  com o Canal Rural, do grupo RBS.

A remuneração contempla a apresentação, a criação e as pautas do programa e também uma equipe de jornalistas da Dinheiro Vivo, incumbidos de alimentar o portal de Internet, montando a interação com a televisão.

A TV Brasil obedece a um Conselho composto por integrantes da sociedade civil, sem cor partidária.

Enfim, todas as condições que legitimam o contrato.

A troco de quê esse Ghiraldelli deturpa uma informação e move uma campanha  desequilibrada, a ponto de me taxar de «bandido» em um meio de grande circulação como o Twitter? Terá oportunidade de explicar na Justiça, em breve, pois estou movendo ação civel e criminal contra ele.

Mas vamos entender a motivação desse senhor – além da obsessão em conquistar alguma projeção com essa campanha.

Tempos atrás li um artigo dele na página 2 do Estadão. Foi um período de intensa escatalogia da mídia, promovendo autores da mais ampla mediocridade desde que oferecessem aos jornais o produto pedido: crítica destrambelhada contra Lula.

O artigo de Ghiraldelli se destacava pelo baixo nível. Fiquei curioso em saber de quem se tratava. Procurei no Google e fui dar em seu site.

Ali, para minha surpresa, havia páginas em que ele louvava... o Ministro da Educação Fernando Haddad, inclusive aparecendo em várias fotos com ele. No Estadão, uma crítica baixa; no site, uma louvação vergonhosa. Nas fotos com Haddad ou no banner do portal, um narciso deslumbrado com o próprio retrato, como se estivesse mirando no espelho na hora de tirar a foto (confira o tipo na imagem abaixo).

Não foi a única surpresa. Lá, fiquei sabendo de uma polêmica com o jornalista-filósofo Olavo de Carvalho. O ponto central era a compulsão do «filósofo de São Paulo» em mostrar a própria mulher nua. Casou-se com uma moça bem mais nova. Olavo escrevera um artigo espantado com aquele exibicionismo de quem se intitulava filósofo. A resposta do tal Ghiraldelli  era a de que quem tinha mulher bonita, tinha mais que mostrá-la.

Havia mais, uma montanha de vídeos com aulas que mais pareciam cursos de auto-ajuda.

Escrevi um post alertando o Estadão para a aberração que promovera a colunista da nobre página 2.

Não sei qual a reação do Estadão. Mas não me lembro de ter lido mais nenhum artigo desse Ghiraldelli no jornal.

Tempos depois, ele se cadastra no Portal Luís Nassif. Estranhei, mas autorizei o cadastramento.

Os demais membros do Portal iam me reportando sua atividade. No início, tentativa de aliciar membros do Portal para sua comunidade. Depois, fotos da esposa nua. Em determinado dia recebo mensagem dele perguntando se já aceitava que mostrasse a mulher pelada. Àquela altura, muitos membros do Portal reclamavam da falta de compostura do tal «filósofo de São Paulo».

Bloqueei seu acesso ao Portal. Logo em seguida cadastrou-se um tal de "Menina Virgem" - codinome da esposa do sujeito. Bloqueada também.

Desde então, periodicamente ensaia ataques através do Twitter.

Peço aos amigos que receberam o email desse tal «filósofo de São Paulo» - parece que se valeu de listas de educadores para espalhar o lixo – que ajudem a espalhar essa resposta. 

Clique aqui para ler a relação dos Blogs de Ghirardelli, segundo ele próprio.

Esse senhor com a mão segurando o rosto, na pose clássica dos "filósofos-ternura" é o tal Ghiraldelli.

Ou então, fotos da esposa, mais pudicas do que as que colocou no Portal da Comunidade do Blog.

Por Rodrigo Correia

Caro Nassif,

Esse Ghiraldelli foi (salvo falha gravíssima de memória, já que isso aconteceu alguns anos atrás..) demitido da UNESP, Câmpus de Marília, onde eu estudava e agora sou professor. Pelo que me lembro, ele se envolveu em uma tremenda briga no departamento de filosofia e violou o site da UNESP, colocando fotos pornográficas visando expor a sua antagonista a situação vexatória. Ou seja, ele perdeu o emprego de professor numa universidade pública por "trollagem" pesada. Ninguém do curso de Filosofia fala abertamente sobre o caso, portanto não posso afirmar com certeza absoluta os detalhes, nem citar nomes de outras pessoas envolvidas, mas te garanto que ele aprontou pra valer por aqui.

Por João Chaves, de Recife

Nassif, essa notícia não me espanta. O tal "filósofo" é figura conhecida nos meios virtuais de filosofia há cerca de 6 ou 7 anos, e vive arrumando confusões com todos. Não respeita os cursos, nem os autores, e afirma que todos os doutores são vendidos à esquerda ou ao governo. Apegou-se a um autor americano interessante de um tema pouco estudado no Brasil (Donald Davidson e o pragmatismo filosófico americano) e posa de grande intelectual, mas não é respeitado em nenhum ambiente acadêmico nem atua em ensino. Seus livros não tem inserção alguma. Para uma comparação adequada, é o Reinaldo Azevedo da filosofia, sem tirar nem por.

No meu último contato com a figura, em 2004, precisei por telefone ameaçar processá-lo para que retirasse meu nome da lista de sócios de um tal "centro de filosofia americana", coisa que nunca fui. Na época, o "filósofo" não tinha projeção na mídia e era "troll" de listas de emails (numa, sobre Deleuze, agrediu um monte de gente sem motivo). Ele morava no interior de SP com a mãe e uma namorada bonita, que ele fazia questão de exibir no site. É do tipo que faz tudo por exposição, uma peça útil à mídia de esgoto. Agradeço a vc em nome de todos os filósofos e curiosos (eu mesmo sou da área jurídica, mas professor de filosofia do direito) que se sentem ultrajados com o destaque dado a essa farsa chamada Ghiraldelli.

Por Marcelo Castro

Quando tinha conta no uol passei a receber posts deste Ghiraldelli, mesmo sem ter solicitado. A principio ele apresentava uma visão original da filosofia e dos filosofos classicos ,defendia uma filosofia pragmatica ,uma filosofia de resultados, passei a acompanhar seu trabalho. Num segundo momento assumiu a posição de formador de opinião sugerindo posições politicas de "vanguarda" e metodos heterodoxos de educação e formação pessoal.Depois veio a fase mais picante quando passou a assumir posições sexuais desconcertantes, a gota d'água veio num artigo onde ele defendia tapas , isso mesmo, palmadas na mulher durante o sexo. Proibi o recebimento de seus posts na minha caixa de mail e nunca mais tive informações da figurinha carimbada. É um caso psiquiatrico a ser estudado com cuidado.

Por Cesar Nunes

Caro Nassif

sou professor da Faculdade de Educação da UNICAMP, na área de Filosofia da Educação. Coordeno o grupo de pesquisas nessa área denominado PAIDEIA. Para meus companheiros e pares, alunos e pesquisadores, docentes e investigadores desse campo temático esse cidadão é uma nulidade. Temos buscado não considerar suas pífias incursões na área. Temos conhecimento de sua biografia de exibicionismo e acinte para com pessoas criteriosas e produtivas. Sua arma é o achincalhe e a exposição falaciosa. Solidarizo-me consigo e recomendo os devidos cuidados jurídicos para reparação pessoal e coletiva. A Filosofia, a criteriosa pesquisa em Educação agradece! Lembro-me da tese de Marx: "O charlatanismo na ciência e a conciliação na política andam sempre de mãos dadas! (...) o intelectual pequeno-burguês faz de suas covardias virtudes universais."

Professor Doutor César Nunes (FE/UNICAMP) 

 

Exibições: 4561

Comentário de Mariangela Alvrez YAmin em 26 janeiro 2014 às 18:17

Breuler descreveu maravilhosamente seu Tratado da Psicopatia!

Famosos são os casos contados :Variavam desde uma injeção de Clostrium tetani no sogro, pois o indivíduo em questão, não tinha gostado do tempero da comida, matou a sogra com arsênico, cujo pão do dia não tinha crescido suficientemente no forno; preservou a esposa, pianista virtuose, que tocava Chopin para ele dormir... e assim vai... ! O psicopata pensa que é esperto e que vai ludibriar a todos, mas não, ele tem limites, que a sociedade vai descobrindo o seu verdadeiro caráter, por todos os lugares que passou ou passará... Uma necessidade preemente do exibicionismo!  Há sempre um componente de perversidade sadomasoquista; lamentável , nossa era atual, que temos que aguentar esses seres, com uma pretensa ideologia de vanguarda!
Cafetão e impotente por certo..!
A morte do psicopata é o esquecimento na vala comum da humanidade!

 

Comentário de Mariangela Alvrez YAmin em 26 janeiro 2014 às 19:06
Comentário de Nena Noschese em 10 agosto 2015 às 21:16

Aciona judicialmente (pede muito mesmo) e esquece o " Louco de São Paulo".

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço