Portal Luis Nassif

   Eu,com 32 anos,estava desempregado,sem perspectivas de porra nenhuma,decidido a não pagar mais os 3 meses restantes do aluguel do apê da 205,bloco F,quando ,eram mais ou menos,  12 hs de uma quarta-feira,sentei-me desolado nos fundos da agência do Correios da 407 sul para fumar um cigarro e me abrigar do miserável sol do cerrado debaixo de uma cópula de uma mangueira frondosa,quando ,após a terceira tragada no maldito cigarro,surgiu Zuleika,gerente da agência e fumante inveterada.Eu conhecia Zuleika há 10 anos,éramos bons amigos,ela tinha uns 45 anos,mas aparentava ter menos.

  -Oi,Paulinho,tudo bem contigo ? Soube do jornal,que merda ,hen !

  -Tudo mal comigo,Zu,estou fodido,desempregado,prestes a ficar na sarjeta.Alguns amigos me ofereceram abrigo em seus apês,mas rejeito morar de favor,não quero perder amizade com ninguém.

  Zuleika sentou-se ao meu lado,passou a mão sobre os meus fartos cabelos castanhos claros e foi bem direta :- Olha,pintou uma vaga de terceirizado na agência,no caixa.Eu consigo para você.Topa ?

  Sem hesitar topei,salário de 1.250,00.Horário : das 9 da matina até às 17 hs,sendo duas horas de almoço.Dei-lhe um beijo na testa e a agradeci. Zuleika mandou eu esperar uns uns quinze minutos debaixo da mangueira para dar um telefonema.Pontualmente retornou e ,sorrindo-me,avisou :- Você vai começar semana que vem,segunda-feira.Ok,Paulinho ? Sei que o salário é pouco,você merece algo melhor,mas aqui tem pouca demanda,só sedex,saques pelo BB e alguns boletos que uns chatos vem pagar aqui.Em suma,Paulinho,pouco trabalho.Áh,sim,tem auxílio alimentação de 150,00.OK ?

   Voltei mais aliviado para o apê.Só que havia 3 meses de aluguel pela frente no Bloco F.Sentei-me na cadeira da sala,bebi duas latas de cerveja e ,resoluto,fui até à imobiliária,que ficava no Setor Comercial Sul para tentar uma saída junto ao dono da espelunca,o Joaquim Flávio,que eu conhecia de alguns porres no Libanus.Mas ele não era meu amigo,apenas gostava de mim.Não custava tentar.

  Fui entrando sem bater na sala do Joaquim,ele me olhou surpreso,sorriu-me;eu me sentei de frente para o cara e fui logo expondo a situação:

  -Olha,Joaquim,você bem sabe que estou na merda,o Pellegreni fechou a redação.

   Ele :hã.hã e ai.

   - Aí que não posso mais arcar mais com os 3 meses restantes do aluguel e os condomínios.Arrumei um trampo de merda no Correios,terceirizado,vou alugar um quarto numa pensão  qualquer na W 3 Sul.Olha,quebra este galho para mim,se não vou foder o meu fiador.Além, disso,Joaquim,estou naquele imóvel há 5 anos,sempre paguei em dia.Veja o que você pode fazer  por mim.

    Joaquim,um cara de uns 50 e poucos anos,bem de vida às custas da especulação imobiliária,coçou  a barbicha quase branca,usou a a calculadora do seu lep,fez hum,hum e foi dizendo-me:

  -É,sairá uma graninha para você.E seu fiador será enrabado.

  Ele levantou-se da sua mesa( ele estava sentado na cadeira e não na mesa,prestem atenção),deu uma rodeada pela sua sala,olhou-me com consternação ,tornou a sentar -se na sua mesa.E foi apresentando a sua solução :

 -Paulinho,meu jovem,façamos o seguinte.Você tem ainda em mãos aquele Rolex ?

  Parada para uma pausa.

  Porra,como ele sabia que eu tinha Rolex autêntico dado de presente pela minha mãe ! ? Algum filho da puta do Libanus comentou para ele sobre este caríssimo presente de aniversário de 22 anos.Pois ,eu só usara o Rolex apenas duas vezes na minha vida e  nessas duas vezes não foram no Libanus.E o relógio era um trunfo que eu ainda guardava e não queria me desfazer dele por ter sido um presente de minha mãe carola.

  -Sim,tenho o Rolex.Por que ?

  -Traz ele aqui,te pago 7 mil...ele é de ouro mesmo,é autêntico mesmo ?

   Aquiesci com cabeça,acendi um cigarro e deixei ele prosseguir.

  -Pois eu lhe pago 7 mil ( o meu Rolex valia uns 3 mil a mais,mas não havia jeito,que merda ! ) ,você vai gastar isso ( ele virou o Lep e me mostrou a fatura ) e ainda vão lhe sobrar 3.548,00.E mais : quanto você vai ganhar como terceirizado ?

  No seu Lep digitei quanto eu ganharia.

  -Ótimo !

  -Ótimo ? Porra um salário de merda para um intelectual como eu ? Você tá de sacanagem ?

  -Paulinho,você não vai precisar alugar um quarto em pensão nenhuma.Tenho uma amiga,amiga do peito,que está alugando um apartamento de 1 quarto e sala,é pequeno,27 metros quadrados de área útil,tá meio velho,fica na 404 sul bloco R.Vou falar com ela agora pelo celular,ela vai aceitar 400,00 mole,sem fiador...áh,sim,condomínio de 95,00 pilas.Topa ?

  -Topo,porra,topo.

  -Vai ser molinho,vou ligar agora para ela.

  Joaquim ligou para amiga ( certamente era uma de suas mulheres ).Foi assim a rápida conversa exitosa ;-Oi Creuza,tudo bem ? Estou com um grande amigo aqui ao meu lado,ele quer alugar seu imóvel,aceita 400,00 reiais ? Hã,há....fique tranquila ,eu serei o fiador dele,o rapaz é honesto( nem tanto ,nem tanto) e vai trabalhar nos Correios como terceirizado.Fechado ? Ok,obrigado,beijos para você.

 Após a ligação Joaquim abriu-me um largo sorriso ,bateu com as duas sobre os meus ombros e disse-me :-Você é um cara de sorte ,já pode providenciar a mudança.Vou mandar redigir um contratinho básico agora,você assina e vamos até a sua casa pegar o Rolex.Te pagerei em dinheiro vivo,meu caro, e amanhã mesmo,se você quiser, já pode providenciar a mudança.O que não faço pelos amigos.Ainda mais você que me ensinou sobre  a Revolução Rusa,a Revolução Francesa, A Guerra Civil Espanhola,porra você é foda.

 

 Ele disse " o que não faço pelos amigos"...puta merda,o cara levou o meu Rolex dado pela minha mãe que valia mais do que 7 mil reais.FDP ! Mas não havia jeito.Negócio fechado.E ainda desfrutei por mais de 10 dias do Bloco F da 205 ,pois tive que me desfazer do sofá,que não caberia no cubículo da 404 e fui fazendo a mudança aos poucos e gastei bem menos.Áh,sim,sentindo-me frustado rasguei vários escritos de contos e ensaios e de disquetes velhos com outros romances,contos e peças de teatros,que jamais. foram publicados e exibidas

  

  Na segunda-feira comecei a labuta miserável nos Correios da 407 sul.Saia às 13 horas para almoçar,comia algo leve em casa ,após beber umas 3 ampolas de cerveja.Afinal,me sobrara ainda um bom dinheirinho e ás 15 hs estava de volta para ocupar meu posto no caixa da agência.

  Quando realmente habitei o ap 309  da 404 sul,Bloco R,senti o que era um cubículo.A cozinha, praticamente, só cabiam o fogão e o meu tanquinho;a geladeira eu colocara na sala,juntamente com a minha estante com livros e outros objetos e a mesa com duas cadeiras;a Tv eu colocara no quarto em cima da cômoda branca e a cama eu vendi,ficando apenas com o colchão,ganhando mais espaço ,já que havia um armário embutido todo fodido,original,de 1968.E até que o banheiro não era de todo ruim. Em poucos dias eu já estava ambientado como o meu novo teto,passei até amá-lo.

 Caros,leitores a segunda parte deste conto será publicado em breve.Aqui no DF não há botijões de gás,tá foda !

  

Exibições: 17

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço