Chico Anysio na gravação do programa Ensaio, em 2003. Ao lado, a capa do LP estreia do “Baiano e Os Novos Caetanos”.

 

 

 

O Brasil lamentou profundamente a partida do multifacetado artista Chico Anysio, ocorrida em 23 de março de 2012, no Rio de Janeiro. Chico encantou o país com seus mais de duzentos personagens, tornando-se um ícone do humor e da comédia. Mas o Chico Anysio, cantor e compositor, também encantou.

No início de sua carreira artística na Radio Mayrink Veiga, no Rio de Janeiro, em meados dos anos 1950, Chico Anysio escreveu músicas como “Dona saudade”, composta com Hianto de Almeida.

 

"Dona Saudade" (Hianto de Almeida/Chico Anísio) # Orlando Silva. Disco Odeon (14.006-A) / Matriz (10649). Gravação (04/07/1955) / Lançamento (abril/1956).

 

 

 

Na década de 70, ao lado de Arnaud Rodrigues e Renato Piau, Chico Anysio criou o grupo “Baiano e os Novos Caetanos”, uma paródia de Caetano Veloso e dos Novos Baianos. Foram 4 LPs, lançados entre 1974 e 1985. O grande hit foi a divertida música - “Vô bate pá tu” - (Arnaud Rodrigues / Orlandino).

 

 

 

 

 

 

Nascida nos anos 70 como uma sátira ao tropicalismo, a dupla formada por Baiano e Paulinho Boca de Profeta (personagens de Chico Anísio e Arnauld Rodrigues, respectivamente, no humorístico Chico City) trazia em suas canções letras divertidas e engajadas e um instrumental de primeira, com belos arranjos de violões, sanfonas e cavaquinhos, entre outros instrumentos.

 

 

 Neste post queremos homenagear Chico Anysio destacando sua faceta de compositor.

 

 

 

 

Não se avexe não” (Chico Anysio / Haydée Paula) # Dolores Duran.

 

 

 

 

 

 

 

 

A fia de Chico Brito” (Chico Anysio) # Dolores Duran.

 

 

 

 

 

 

 

 

De quem é essa morena” (Chico Anysio / Benito di Paula) # Benito di Paula.

 

 

 

 

 

 

 

 

Nicanor Belas Artes” (Chico Anysio / João Nogueira) # João Nogueira.

 

 

 

 

 

 

 

 

Rio antigo” (Chico Anysio / Renato Buzar) # Alcione.

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu gosto da vida” (Chico Anysio / Hianto de Almeida) # Pery Ribeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

Rancho da Praça Onze” (Chico Anysio / João Roberto Kelly) # Dalva de Oliveira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A música sempre está junto comigo”, Chico Anysio em entrevista ao programa Ensaio, em 2003.

 

 

 

 

************

Fonte: Portal Cultura Brasil / Site Radinha / Dicionário Cravo Albin da MPB.

 

************

 

 

 

Exibições: 981

Comentário de Gregório Macedo em 13 abril 2012 às 3:05

Querida,   que seleção! Eu conhecia quase nada do acervo do Chico na área musical. Quando juntava Chico e música, o que me vinha à mente era o grupo Baiano e os Novos Caetanos. Pra mim, o Chico era tão somente o galhofeiro da dupla. Qual! Fui ouvindo e lembrando: a Sebastiana eu, menino, ouvia muito no rádio (Dona Saudade eu não conhecia; linda música), e tive a maior satisfação em ouvir as demais, na voz desse timaço de intérpretes/parceiros que você selecionou (Pery e Dalva no final, demais!). Excelente maneira de louvar o velho Chico no seu aniversário de 81 anos. Cara pesquisadora, você fez alegre o cabra de Maranguape. E a nós também.

Beijos.

Comentário de Laura Macedo em 13 abril 2012 às 22:17

Gregório, meu querido, amei seu comentário. Fico super feliz por homenagear o cabra de Maranguape, você, em especial, e a todos os demais comentaristas que marcaram presença lá no Luis Nassif Online, enriquecendo o post com muitos vídeos e opiniões. "É mentira, Terta?" Para confirmar que é verdade, clique, aqui.

Beijos, fofinho rsrsrrs

Comentário de Laura Macedo em 13 abril 2012 às 22:21

Baiano e os Novos Caetanos 1 e 2

Comentário de Gilberto Cruvinel em 23 março 2013 às 12:36

Que beleza Laura. Adorei, (com quase um ano de atraso, mas sempre é tempo... ) :-)

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço